Atualizado 20h26 Sexta, 09 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Cotidiano

vIVER OU MORRER, EIS A QUESTÃO

537 acessos - 0 comentários

Publicado em 16/02/2012 pelo(a) Wiki Repórter Lufema, Sapiranga - RS



 Certa vez um condenado a morte dirigindo-se àqueles que iriam assistir sua execução e disse “Hoje sou eu, mas não esqueçam, todos vocês também estão condenados a morte!” Imagine o impacto de tal declaração, especialmente por ser verdadeira.

Falar em morte não é agradável, mas necessário, assim fazendo nos preparamos para enfrentá-la e quem sabe, minimizar seu doloroso impacto; o que, convenhamos não é fácil, pois mesmo sendo antiguíssima nunca nos acostumamos a ela, o mais que conseguimos é ignorá-la temporariamente, mas quando menos esperamos lá está ela, sem ser convidada se introduzindo em nosso cotidiano deixando um rastro de dor e sofrimento, um vazio tão grande quanto perturbador, uma teimosa ausência que irrita e zomba da nossa capacidade de absorver esse inexplicável evento a que estamos expostos.

“Crônica de uma morte anunciada” é um termo muito usado e se refere a uma determinada situação cujo desfecho provável seja o óbito. Há lugares-situações potencialmente periculosos; o campo de batalha numa zona de guerra, o reduto onde se comercializa ilegalmente drogas, áreas onde predomina a exploração vexatória do homem pelo homem resultando assim na ruptura do tecido social, enfim, são tantas situações que embora inaceitáveis de alguma forma a prática contumaz nos vence obrigando assim a convivermos com ela, a senhora morte.

Todo e qualquer meio que leva à morte é abominável, mas tem um em especial que supera os demais, o aborto. Sei que este é um tema polêmico com pontos de vistas díspares e motivações várias, algumas até com certa lógica e coerência, mas senhores, há uma distância abissal entre teorizar confortavelmente na mesa do bar, na classe escolar ou sobre luxuosos tapetes importados, outra, bem diferente e estar inocente e indefeso naquele que deveria ser o lugar mais seguro e aconchegante, o ventre materno, e repentinamente ser sentenciado à morte sem que para tal tenha feito absolutamente nada e com nenhuma chance de se defender.

Veja aonde chegamos, conseguiram proibir palmadas corretivas agora querem legalizar a morte, e depois o que virá?

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
Lufema
Sapiranga - RS



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br