Atualizado 16h14 Terça, 06 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Política

Secretário de Dilma ataca os evengélicos e é convidado a lavar "boca suja"

499 acessos - 0 comentários

Publicado em 16/02/2012 pelo(a) Wiki Repórter Roberto Leal, Salvador - BA



Ministro reconheceu o erro e se desculpou - Foto: Reprodução
 O ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência da República, foi obrigado a pedir desculpas aos parlamentares evangélicos após declarações polêmicas no Fórum Social Temático, realizado no fim de janeiro em Porto Alegre (RS). No evento, tradicional encontro de movimentos sociais de todo o mundo, o ministro disse que o governo precisava confrontar a influência das igrejas evangélicas sobre parte da população do país, especialmente os milhões de brasileiros que ingressaram na classe média nos últimos anos.
Ele teria proposto a criação de uma rede alternativa de comunicação para compor essa frente. Os ataques causaram revolta entre os parlamentares evangélicos do Congresso, que mesmo depois das retratações de Carvalho, não ficaram convencidos. Ao sugerir um confronto ideológico contra os evangélicos, Carvalho revoltou parlamentares, que reagiram. Ele foi obrigado a fazer um pedido de desculpas formal em que disse ter sido mal interpretado.
Hoje, em entrevista coletiva, Carvalho afirmou que suas afirmações foram divulgadas na internet de forma distorcida e equivocada. Ele negou qualquer intenção de atacar os evangélicos.

De maneira alguma ataquei os companheiros evangélicos. Quem conhece a minha trajetória sabe do carinho que eu tenho, do reconhecimento que eu tenho ao trabalho das igrejas evangélicas no país. O que eu fiz lá foi uma constatação política. Quem tem presença na periferia do Brasil, quem fala para as classes, sobretudo C, D e E, são as igrejas evangélicas e, portanto, essa presença tem que ser reconhecida, é real e efetiva.
O ministro ressaltou que seu verdadeiro objetivo era “reconhecer a importância” dos evangélicos. Ele disse ainda que defende “uma parceria do governo com as igrejas evangélicas, que efetivamente contribuem para a reconstituição de pessoas e famílias, desenvolvendo trabalhos sociais”.
Para esclarecer o ocorrido, Carvalho se reuniu nesta quarta-feira (15), na Câmara dos Deputados, com a bancada evangélica no Congresso Nacional. De acordo com o senador Magno Malta (PR-ES), o ministro pediu perdão pelas afirmações. Malta foi dos mais revoltados e chegou a sugerir no plenário para Carvalho “lavar sua boca suja com álcool”.
- Ele pediu perdão, ninguém pede perdão sem reconhecer o erro. O perdão é feito para ser dado. Mas uma coisa é o perdão que é dado com o coração, agora o episódio não dá para esquecer.

Fonte: R7

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
Roberto Leal
Salvador - BA



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br