Atualizado 11h40 Quarta, 07 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Economia

Aeroportos Americanos ficam mais flexíveis na segurança

811 acessos - 0 comentários

Publicado em 16/11/2011 pelo(a) Wiki Repórter acardoso, sp - SP



Esqueça bares de vinho, boutiques e pontos de acesso a internet sem fio. Em quatro aeroportos dos Estados Unidos, o que mais atrai a atenção dos viajantes hoje é uma nova fila de segurança que permite apenas a um seleto grupo de pessoas passar pelo processo de triagem com os seus sapatos calçados, seus laptops guardados e sua dignidade intacta.

Por enquanto, apenas os usuários mais frequentes de programas de milhagem das companhias Delta Airlines e American Airlines, que sejam cidadãos americanos e se enquadrem em algum dos três programas de "viajantes confiáveis" do governo americano, têm acesso a esse tratamento vip.

A chegagem expressa, que o departamento de segurança dos transportes americano (TSA) vem testando desde o dia 4 de outubro, estava disponível apenas para vôos domésticos em filas nas quais só se pode entrar se convidado – nos aeroportos de Miami, Atlanta, Detroit e Dallas/Fort Worth. Esta semana, o TSA informou que começa a estender o programa para mais três aeroportos.

O programa piloto, batizado de TSA PreCheck, livra os eleitos dos maiores aborrecimentos das viagens de avião na atualidade: desamarrar sapatos, tirar cintos e casacos, e colocá-los em caixotes de plástico junto com suas carteiras, computadores e itens de higiene pessoal,devidamente armazenados em bolsas de plástico transparente, antes de passar por detectores de metais.

"Isto é, sem sombra de dúvida, a melhoria mais incrível e conveniente para passageiros de avião desde 11 de setembro de 2001", disse o viajante frecuente Jason Muntz, gerente nacional de uma empresa de tintas.

Muntz, que voa 200 mil milhas por ano e é um cliente da categoria "elite" da Delta, disse que a nova rotina no aeroporto da sua cidade, o Hartsfield-Jackson de Atlanta, leva menos de um minuto, muito menos do que os 15 a 20 minutos na linha reservada para os clientes da Delta que também são do programa elite, mas que não fazem parte do programa de checagem expressa.

Quando o TSA anunciou o programa em julho, disse que poderia estender o programa a mais aeroportos e companhias, como United Continental, Southwest Airlines, US Airways, JetBlue, Alaska Airlines e Hawaiian Airlines. O departamento não quis comentar quando ou onde poderá fazer as próximas inclusões.

Cerca de dois mil dos 1,7 milhões de passageiros de vôos domésticos que o TSA checa diariamente passam por um dos quatro aeroportos contemplados até agora com as linhas expressas. Eles agora são saudados com cartazes instalados pelo TSA com mensagens como "Hei, você, viajante ocupado. Fique com seus sapatos no pé".

"A meta final é abandonar a ideia de que um modelo só serve para todos os passageiros", diz Robin Kane, administrador assistente para dispositivos de segurança do TSA.

A nova abordagem faz parte de uma série de programas que o TSA vem introduzindo recentemente para ajustar medidas ao grau de risco. Crianças até 12 anos, por exemplo, não precisam mais tirar automaticamente os sapatos antes de passar pela checagem.

O TSA PreCheck aproveitou a extensa base de dados que as companhias aéreas tem dos seus passageiros que voam mais frequentemente. Para entrar no programa, esses passageiros precisam autorizar as companhias a compartilhar suas informações com o TSA, que se reserva o direito de submetê-los a checagem adicional, informou Kane. Até agora, 280 mil pessoas aderiram ao programa.

A Delta informou que ofereceu o programa aos passageiros no alto da lista de seu programa de milhagem SkyMiles em meados deste ano mas não especificou quantos são nem seus níveis na hierarquia.

A American não quis revelar quais participantes do seu programa AAdvantage foram convidados, mas um porta-voz da empresa disse que a taxa de aceitação foi uma das mais altas de todas as ofertas recentes enviadas a seus clientes premium.

Tyler McMillan, que trabalha na Coca-Cola e voa ao redor de 100 mil milhas por ano – normalmente, com dois laptops – diz que a primeira vez que passou pelo TSA PreCheck, em Atlanta, "fiquei chocado com como foi fácil e rápido. Fiquei muito impressionado."

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
acardoso
sp - SP



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br