Atualizado 13h19 Quinta, 22 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Cotidiano

Justin Bieber faz 24 mil gritarem sem parar em Porto Alegre

261 acessos - 0 comentários

Publicado em 11/10/2011 pelo(a) Wiki Repórter Roberto Leal, Salvador - BA



O garoto leva a meninada ao delírio - Foto: Internet
Depois de enlouquecer as fãs cariocas e paulistas, o ídolo pop adolescente Justin Bieber se apresentou nesta segunda-feira, em Porto Alegre, para um Beira Rio cheio. Com os portões abertos desde as 15h, mas com a movimentação de fãs há pelo menos duas semanas nos arredores do estádio, foi grande a correria pelos lugares mais próximos do cantor. Na plateia estavam em torno de 24 mil pessoas, segundo a produção. Entre elas, muitos pais que não se limitaram a apenas acompanhar os filhos: cantaram e dançaram juntos o show todo.

Antes da estrela principal, para aquecimento das muitas adolescentes, a maioria acompanhada das mães, vieram as apresentações de Fat Duo e Dipop e da banda Cobra Starship, que teve uma boa interação com o público. Como ocorreu nos shows anteriores da turnê pelo Brasil, uma contagem regressiva antecedeu a entrada explosiva de Justin Bieber no palco, que cantou "Love Me", acompanhado por um coro gigantesco e com a habitual gritaria e choro.

Com algumas trocas de figurino e coreografias bem ensaiadas, Justin ainda apresentou “Bigger”, “U Smile”, "Runaway Love”, “Never Let You Go”, “Favourite girl”, “One Less Lonely Girl”, “Somebody to love” ”Never Say Never”, “One time” e ”That Should be Mine”. Já depois da primeira música, Justin parou o show para uma pequena reclamação, após jogarem um bastão luminoso no palco: "Não façam isso, esse bastão é de plástico e pode machucar. Quero poder terminar o show"", avisou.

Recado dado e entendido, e mais nenhum objeto foi lançado. Na maiorias das músicas, Bieber usou playback. Mas quando cantou, se deu bem. Seus quatro backing vocals também ganharam solos no meio do show, assim como a trupe de dançarinos, que se destacou no cover de “Wanna be Starting Something”, de Michael Jackson, onde Bieber até fez o tradicional moonwaker do rei do pop.

Em “Walk This Way”, do Aerosmith, faltou peso para a banda. Nessa, Justin até se arriscou num solo de bateria, pequeno, mas que empolgou as milhares de fãs que não paravam de gritar um só minuto. No bis, para delírio total das fãs, o megahit “Baby”, antecipado por um "shuffle" do seu repertório e Justin se fazendo de desentendido para saber, do público, qual musica faltava.

O cantor deu seu recado e, para muitos, esse foi o primeiro grande show de suas vidas. Teve playback sim, mas vai convencer alguma fã de que isso importa?


Fonte: R7

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
Roberto Leal
Salvador - BA



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br