Atualizado 23h33 Sábado, 17 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Deu no papel

Depende da China

636 acessos - 0 comentários

Publicado em 14/08/2011 pelo(a) Wiki Repórter JBWiki!, Rio de Janeiro - RJ



Desempenho da balança comercial brasileira depende cada vez mais do interesse dos chineses por commodities. Apocalipse não!, escreve IstoÉ. OUTROS DESTAQUES - Moçambique oferece área de três Sergipes ao Brasil. Rede de laranjas e notas frias alimentam fraudes no Turismo. Empresa investigada pela Polícia Federal tem o mesmo endereço de outras 200. Alvo da PF no Turismo, ONG fica em Igreja. Oficial é suspeito de usar injeção letal no Araguaia. Rebaixamento de nota de crédito reforça a tese do declínio dos EUA. Obama se mantém favorito à reeleição.

DESTAQUES DE JORNAIS BRASILEIROS, SÁBADO, 13 DE AGOSTO DE 2011.

O Globo

Rede de laranjas e notas frias alimentam fraudes no Turismo
Empresa investigada pela PF tem o mesmo endereço de outras 200

Principal beneficiária dos desvios de recursos do Ministério do Turismo, a ONG Ibrasi operava com ajuda de empresas de fachada especializadas em emitir notas fiscais falsas e fraudar concorrências. Com sedes e donos diferentes, elas são na verdade uma rede: os sócios se conhecem e operam em conjunto. Uma das firmas subcontratadas pelo Ibrasi, a Barbalho Reis Comunicação e Consultoria, informa como endereço uma sala no centro de Brasília – mas uma secretária disse que no local funcionam mais de 200 empresas. Na suposta sede da Sinc, outra consultoria investigada, ninguém conhece tal empresa. Segundo relatório da Polícia Federal, os sócios das duas empresas são irmãos. A PF descobriu que notas frias emitidas por empresas diferentes foram preenchidas pela mesma pessoa. (Págs. 1 e 3)
Crise pega empresas com mais dívidas
Empresas brasileiras terão que enfrentar a nova crise mais endividadas em moeda estrangeira do que na última turbulência. Ao todo, 212 companhias acumulam US$ 90,2 bi em dívidas, US$ 38,4 bi a mais do que em 2008. O risco é o repique do dólar. (Págs. 1 e 29)

Folha de S. Paulo

Moçambique oferece área de três Sergipes ao Brasil
Governo dá concessão por 50 anos a agricultores com experiência no cerrado

O governo de Moçambique está oferecendo uma área de 6 milhões de hectares no norte do país para que brasileiros plantem soja, algodão e milho.
A área, equivalente a quase três Estados de Sergipe, será ofertada em regime de concessão, válida por 50 anos e renovável por mais 50. Os agricultores pagarão pelo uso um imposto anual de R$ 21 por hectare.
Segundo o presidente da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), Carlos Ernesto Augustin, “Moçambique é um Mato Grosso no meio da África, com terra de graça, sem tanto impedimento ambiental e com frete muito mais barato para a China”.
O governo moçambicano busca os brasileiros por causa da experiência no cerrado. “Queremos repetir o que eles fizeram no cerrado 30 anos atrás”, disse à Folha o ministro da Agricultura, José Pacheco. (Págs. 1 e B1)

Oficial é suspeito de usar injeção letal no Araguaia
Soldados que combateram na Guerrilha do Araguaia reconheceram o coronel reformado Walter da Silva Monteiro como o militar “capitão Walter”, relata João Carlos Magalhães. Eles suspeitam que Monteiro tenha usado injeções para matar guerrilheiros. “A gente ouviu circular no quartel que duas guerrilheiras tinham sido mortas com injeção. O pessoal dizia que tinha sido o capitão Walter, o médico”, disse o ex-soldado Manuel Guido Ribeiro, em um vídeo. Monteiro diz que não esteve no Araguaia. (Págs. 1 e A15)
Rebaixamento reforça a tese do declínio dos EUA
O rebaixamento da nota de crédito dos EUA ajudou a reforçar a posição dos "declinistas", teóricos que consideram inexorável o declínio do poder americano. Há menos dinheiro para manter o poderio militar do país, cuja dívida já chega a US$ 14,5 trilhões. (Pág. A17)

O Estado de S. Paulo

Efeito da crise sobre a China definirá impacto no Brasil
Desempenho da balança comercial brasileira depende cada vez mais do interesse dos chineses por commodities

Se a crise nos EUA e na Europa atingir a China, o Brasil será penalizado, avaliam profissionais do mercado financeiro. Para eles, o Brasil é considerado hoje um “derivativo” da China – isto é, o desempenho do País depende da performance chinesa. O apetite da China garantiu a alta dos preços das commodities em meio à recessão global, reduzindo a vulnerabilidade externa brasileira. Nos 12 meses até junho, o Brasil registra déficit em conta corrente (que inclui todas as transações com exterior) de US$ 49 bilhões, ou 2% do PIB. Sem o “efeito China”, o superávit da balança comercial se transformaria em déficit, e o saldo negativo da conta corrente chegaria a US$ 89 bilhões, ou 4% do PIB. (Págs. 1, e B1)

Alvo da PF no Turismo, ONG fica em Igreja
Entidade que deu origem ao esquema de corrupção investigado no Ministério do Turismo, a Conectur é registrada numa igreja evangélica, informa o repórter Leandro Cólon. A ONG recebeu R$ 2,5 milhões do governo, mas no endereço funciona a Assembléia de Deus Casa de Oração Betel. O pastor Wladimir Furtado, dono da Conectur, mora no local e foi preso na Operação Voucher, da Polícia Federal. (Págs. 1 e A4)
Ameaça de bandidos obriga juízes a viverem como foragidos
Vários magistrados ameaçados demorte no País mudaram a rotina e vivem sob vigilãncia 24 horas por dia. A situação ficou evidente após o assassinato de uma juíza em Niterói (RJ), na sexta. Há juízes que levam vida de foragidos e outros que se salvaram por um "detalhe". (Págs. C1 e C3)
Tablets começam a ficar mais baratos no País. (Págs. 1 e B14)

Obama se mantém favorito à reeleição
Mesmo com a ameaça de recessão e com as sucessivas más notícias, o presidente americano continua favorito à reeleição. Analistas consideram seus adversários fracos. (Págs. 1 e A18)

Correio Braziliense

Brasiliense aprende a driblar o trânsito
Almoçar em casa, buscar o filho na escola, ir ao supermercado. Tarefas aparentemente simples estão cada vez mais complicadas no cotidiano do brasiliense. Mas existem saídas para lidar com o trânsito de 1,2 milhão de veículos no Distrito Federal. O Correio acompanhou as soluções adotadas por quem está cansado de engarrafamentos e quer ganhar tempo. Uma alternativa comum é a mudança de horários. O especialista Paulo César Marques da UnB, elogia aqueles que agem com mais consciência “Eles ajudam a não sobrecarregar tanto os pontos nos quais já existe grande retenção”. (Págs. 1, 32 e 33)

Fotolegenda: Exército monta operação de guerra atrás de pistola e carro roubados
Para recuperar o veículo e a arma da corporação, furtados em Taguatinga na quinta-feira, 950 homens, munidos de fuzis e jipes camuflados, vasculharam a Estrutural e os pistões Norte e Sul. Blitz continua hoje. (Págs. 1 e 34)

Dinheiro do FAT em mãos proibidas
Ministério do Trabalho libera R$ 62,8 milhões para empresas que, segundo a CGU, não poderiam obter recursos da União. Elas foram incluídas na lista da Controladoria porque receberam alguma punição, principalmente por fraude na execução de contratos. (Págs. 1 e 2)
Amapá apura vazamento de fotografias. (Págs. 1 e 3)

Economia: Crise pode ir além da “marolinha” no Brasil. (Págs. 1, 12 e 13)

Estado de Minas

Reforço na rede para pescar votos
A internet se tornou um instrumento eleitoral polêmico nas últimas disputas por cargos legislativos e executivos e dará contribuição mais expressiva na corrida por cadeiras municipais em 2012. Políticos se preparam para conquistar eleitores por meio dos smartphones, ferramenta a caminho da popularização. (Pág. 1)
Jornal do Commercio (PE)

Crise global também chega a seu bolso (Pág. 1)

Zero Hora (RS)

Por que o mundo foi para as ruas
Pesquisadores analisam as causas das revoltas populares que sacodem diversas cidades ao redor do mundo.
Uma incursão pela Londres em chamas (Págs 1, 13 a 15)
Fiscalização de eventos opõe MP e especialistas
Ação do Ministério Público sobre o Natal Luz abre um debate entre administrações públicas e empresas. (Págs. 1, 18 a 20)
Vice-cônsul procurado pela polícia fala a ZH
Considerado foragido pela Justiça, português Adelino Pinto tenta explicar seu envolvimento em golpe que lesou a Igreja em R$ 2,5 milhões. (Págs. 1, 4 a 6)

REVISTAS SEMANAIS – DATAS DE CAPA.

Veja, 17/8/2011.

A praga da corrupção
- O ministro da Agricultura é acusado de cobrar propina de 2 milhões de reais numa licitação
- Ele participou de uma fraude eleitoral que resultou em 8 toneladas de feijão jogadas no lixo
- No comando do Porto de Santos, usou dinheiro público para quitar dívidas de empresas privadas (Pág. 1)

Época, 15/8/2011.


Proteja seu dinheiro do vendaval financeiro
Um guia para administrar suas finanças, sua carreira e suas compras em tempos de turbulência econômica. (Pág. 1)
Investimento: É hora de apostar em imóveis, poupança, renda fixa ou ações? (Pág. 1)

Emprego: Dicas para quem busca uma nova oportunidade (Pág. 1)

Consumo: Como aproveitar o dólar barato para fazer boas compras lá fora (Pág. 1)

Turismo: O ministro que liberou R$ 10 milhões para uma obra investigada pela PF (Pág. 1)

ISTOÉ, 17/8/2011.


Apocalipse não!
O que há de real e o que é especulação na crise financeira que faz o mundo tremer, mas encontra o Brasil mais preparado do que nunca para enfrentá-la.

- Investimentos, empregos e reservas recorde: o escudo brasileiro contra o fantasma da recessão americana
- Por que as empresas vão continuar apostando no Brasil
- A guerra política que derruba a economia de Obama
Poder : Escândalo do Turismo expõe crise entre PF e ministro da Justiça

ISTOÉ Dinheiro, 17/8/2011.

Fiat : Empresa do ano
A Fiat do Brasil faz o maior investimento em 35 anos, mantém-se maior que a própria matriz italiana e sua fábrica em Betim é a mais produtiva do mundo. Saiba como a vencedora do ranking de 'As melhores da Dinheiro 2011' está conquistando o consumidor e resistindo à concorrência dos importados. (Págs. 1)

Gabrielli: O novo pré-sal da Petrobras (Pág. 1)

Crise global
Como o Brasil vai enfrentar a turbulência dos mercados e como você pode ganhar dinheiro com isso. (Págs. 1)

Carta Capital, 17/8/2011.

Dilma exclusivo
"Não vamos abraçar a corrupção, mas não serei pautada pela mídia"

"A situação mundial mudou. E o Brasil vai reagir de forma diferente"

"O poder militar subordinado ao civil é uma conquista da sociedade" (Pág. 1)
Amorim e os saudosistas: A falsa agitação nas Forças Armadas (Pág 1)
Londres, Paris, Nova York... A crise econômica se aprofunda (Pág 1 )

Fontes: Radiobras-JBWiki!

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
JBWiki!
Rio de Janeiro - RJ



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br