Atualizado 19h56 Sexta, 16 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Deu no papel

A odisseia da mãe moderna

525 acessos - 0 comentários

Publicado em 08/05/2011 pelo(a) Wiki Repórter JBWiki!, Rio de Janeiro - RJ



Nos dias de hoje, as mães passam por uma fase de transformação. OUTROS DESTAQUES - Empreiteiras são campeãs de doações para partidos políticos. Quatro grandes empreiteiras dividem obras de R$ 138 bilhões. Obras do fim do governo Lula estão abandonadas. Política habitacional, um século de fracasso no Rio. Galeão investiu apenas 17,5% do orçamento. Demissão é maior nas companhias de origem chinesa. 'Bolsa-aluguel' eleva salário de promotores em 5 Estados. Caça-níqueis, caça-vidas. Geração Obama na encruzilhada.

DESTAQUES DE JORNAIS E REVISTAS BRASILEIROS, DOMINGO, 8 DE MAIO DE 2011.

Correio Braziliense

A odisseia da mãe moderna
Amor, paciência, dedicação. As mães modernas estão, sim, à altura desses e de tantos outros elogios. Mas, nos dias de hoje, passam por uma fase de transformação: em blogs e comunidades virtuais, as mulheres abrem o jogo e rejeitam a imagem da mulher perfeita, idealizada. Não fazem mais segredo sobre as frustrações e as dificuldades da maternidade. No Dia das Mães, o Correio conta histórias de guerreiras que enfrentam esse desafio, às vezes com nervosismo e medo de errar. “É preciso pensar muito antes de ter um filho, hoje em dia”, avisa Fernanda Viana de Paula, 30 anos, que divide as aflições da gravidez com as irmãs Patrícia, 35, e Karina, 31 (foto). Conheça casos de mães que, bravamente, lutam no mercado de trabalho e fazem questão de acompanhar as aventuras dos filhos - até quando eles entram no ringue das artes marciais. Um compromisso tão complexo quanto gratificante. Para a vida inteira.

“Maternidade não é algo que você possa ensinar a ninguém, aprende-se no dia a dia”
Eloá de Andrade Rocha Peixoto, 54 anos, três filhos

"Eu vejo na televisão, apesar do nervosismo e da tensão. Fico em pé, lutando junto com ele, fazendo os movimentos e falando coisas. Mas quem está assistindo comigo tem que ficar quieto"
Maria Rogéria Alves Carneiro, 49 anos, mãe do lutador Renato Moicano

“Se eu não tivesse blog, não sei que tipo de mãe seria. Na internet, converso com outras mães, troco ideias, aprendo”
Luíza Diener, 26 anos, mãe de Benjamin, 1 ano

“Tem dia em que me imagino numa gincana”
Simone Bandeira, 37 anos, três filhos

(Págs. 1, 30, 31, Revista do Correio, Págs. 4 a 7, 18, 19, 22 a 27, Trabalho & Formação, Pág. 3 e Super Esportes, Págs. 14 a 15)

Previdência: Fundos põem R$ 17 bilhões nos bolsos dos aposentados
Os principais fundos de pensão do país, como Previ, Centrus e Funcef, têm resultados positivos sucessivamente. Agora, distribuem o lucro com 158 mil servidores do Banco do Brasil, da Caixa e do Banco Central. O benefício chega a até 36 parcelas de R$ 11 mil ao mês. (Págs. 1 e 12)
O voto “arejado” de Ayres
Influenciado pelo “espírito aberto” e pela “cabeça arejada” da mãe, ministro Ayres Britto ganhou popularidade como relator do processo que legitimou união entre gays. No discurso, citou Caetano Veloso e Chico Xavier. (Págs. 1 e 10)
Serra sob pressão do PSDB
Na mira de aliados, que o acusam de ter se omitido diante da criação do PSD, ex-governador está no centro de um impasse: a eleição do diretório paulista foi adiada para quinta-feira. (Págs. 1 e 2)
Empreiteiras são campeãs de doações
As construtoras lideram a lista de empresas que mais doaram recursos para os partidos nas eleições de 2010, de acordo com o TSE. Foram repassados R$ 156 milhões. PT foi o partido que mais recebeu. (Págs. 1 e 4)

O Globo

Obras do fim do governo Lula estão abandonadas
Promessas feitas para ajudar a eleger Dilma não foram cumpridas

Doze dias antes do primeiro turno das eleições passadas, o então presidente Lula visitava o trecho da Ferrovia Norte-Sul que ligaria Maranhão a Goiás e anunciava que tudo estaria pronto em dezembro. A obra não foi entregue no fim do ano, nem em 30 de abril, como foi estabelecido no balanço do PAC, e tampouco será concluída em julho, como se anunciou mais tarde. Também a reforma do aeroporto de Vitória, visitado por Lula no auge da campanha para eleger Dilma Rousseff, só deve começar no fim deste ano, segundo a Infraero. De norte a sul, obras usadas para alavancar a campanha do PT continuam paradas, atrasadas ou com problemas decorrentes da pressa eleitoral. Em setembro, quando chegaram ao conjunto habitacional Três Marias, no ASC, egressos de favelas viram Lula dizer que o pequeno apartamento seria um pedaço do céu na terra. Agora, continuam sem luz e água e acham que foram usados eleitoralmente. (Págs. 1 e 3 a 11)
Rio, capital de quem mora só
Dados inéditos do Censo 2010 mostram que o Rio é o estado com o maior número de residências com apenas um morador. São 15,57% de lares ou 816 mil pessoas. No Brasil, são 6,9 milhões. Para especialistas, a situação do Rio reflete envelhecimento da população e independência da mulher. (Págs. 1 e 35)
A vitória de ’Lampião’
Fundadores do “Lampião da Esquina”, jornal defensor da causa gay, Aguinaldo Silva e João Silvério Trevisan elogiam a decisão do STF. “Há muito tempo não sentia orgulho do Brasil”, disse Silvério. (Págs. 1, 12 e 13)
Galeão investiu apenas 17,5% do orçamento
A Infraero investiu no Aeroporto Internacional Tom Jobim, em 2010, apenas 17,5% do orçamento aprovado pelo Congresso e sancionado pelo então presidente Lula. Em 2009, o Galeão também deixou de usar 64,5% da dotação inicial. (Págs. 1, 24 e 25)
Quatro grandes empreiteiras dividem obras de R$ 138 bilhões (Págs. 1, 29 e 30)
Geração Obama na encruzilhada
A operação que matou Osama bin Laden deixou desconcertada uma parte da geração O, que fez campanha e se emocionou com o discurso de paz de Barack Obama. Apesar da alta na popularidade do presidente, jovens estudantes, empresários e militantes ouvidos por Fernando Eichenberg duvidam da legalidade da ação, criticam o uso da tortura para obter a informação e reclamam que Obama aumentou a participação dos EUA em guerras, ao contrário das promessas do candidato em 2008. “Fiquei com vergonha de ver as pessoas festejando a morte de alguém, mesmo um terrorista”, diz Cheryl Johnson, presidente de ONG. (Págs. 1 e 37)
Política habitacional, um século de fracasso no Rio
Cem anos após o início da construção do primeiro conjunto residencial popular, erguido na Zona Norte do Rio pelo então presidente da República, Hermes da Fonseca, a política habitacional não conseguiu deter a favelização nem resolver o déficit de 220 mil moradias. Na cidade, mais de um milhão vivem hoje em conjuntos. (Págs. 1, 18 e 19)

Folha de S. Paulo

Demissão é maior nas companhias de origem chinesa
Levantamento demostra que, de cada 10 brasileiros, 4 deixam empresas em até um ano após a contratação

A rotatividade de trabalhadores brasileiros em empresas chinesas é bem superior à média do mercado. Levantamento feito pela Michael Page, uma das maiores multinacionais de recrutamento, indica que, de cada 10 contratados, 4 deixam o emprego em até um ano.
Esse número é 40% maior que o registrado por empresas brasileiras e 68% acima do verificado em multinacionais norte-americanas e europeias, relatam Érica Fraga e Cláudia Rolli.

O estilo chinês de gestão inclui longas jornadas, horas extras, teleconferências noturnas e metas de produção inegociáveis.

Operários brasileiros da taiwanesa Foxconn reclamam da pressão e do ritmo de trabalho hiperintenso, informa Natália Paiva. A empresa não se pronunciou.

Análise: Confucionismo é responsável por choques culturais, escreve Raul Juste Lores. (Pag.1 Mercado B4 e B5)
Receita ruim dificulta concessão de aeroporto
O baixo faturamento nos aeroportos de Brasília (DF), Viracopos (SP) e Confins(MG) pode impedir o governo de anunciar um edital de concessão similar ao previsto para o lucrativo Guarulhos (SP), informam Dimmi Amora e Valdo Cruz.
O volume de recursos que podem ser obtidos com a exploração de atividades comerciais nesses três terminais é visto como pequeno demais para compensar o investimento nas obras necessárias para a Copa do Mundo de 2014. (Mercado B1)
Em 12 Estados, comando do PSD é pró-governo
O PSD (Partido Social Democrático), definido pelo prefeito Gilberto Kassab como 'nem de direita nem de esquerda nem de centro", nasce com viés pró-governo. Em 12 Estados, o comando está com aliados da presidente Dilma. (Pag.1 e Poder A4)
Editoriais
Leia "Recaída imperial",que pede esclarecimento e "Autonomia sem foco", sobre proposta de mudança no ensino médio.(Pág.1 e - Opinião A2)
Indústria "criativa" e real forte atraem 30% mais estrangeiros (Pag.1 e Mercado B8)

O Estado de S. Paulo

'Bolsa-aluguel' eleva salário de promotores em 5 Estados
Benefício temporário é incorporado à remuneração, que em muitos casos supera o teto constitucional

Promotores e procuradores estão se valendo de legislação que eles mesmos criaram - e que só eles podem mudar para engordar os próprios salários. Documentos obtidos pelo Estado revelam que ao menos 950 deles recebem mensalmente auxílio-moradia de até R$ 4,8 mil. A regalia é paga até a promotores aposentados, informam os repórteres Felipe Recondo e Leandro Colon. O benefício deverá ser temporário, mas é liberado em pelo menos cinco Estados: Amapá, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Santa Catarina. São gastos R$ 40 milhões por ano essa despesa dos promotores, cujos salários chgam a R$ 24 mil. Investigação do Conselho Nacional ddo Ministério Público mostra que, com a incorporação do auxílio, a remuneração supera o teto constitucional de R$ 26,7 mil. (Pág.1,Nacional/Pág. A4)

Beneficiados invocam lei
Os ministérios Públicos estaduais alegam que pagam o auxílio-moradia a seus membros com base em Leis regionais. (Pág.1, Nacional/Pág.A6)
Ministra recebe auxílio por dia não trabalhado
A ministra Ana de Hollanda (Cultura) recebe do governo diárias em fins de semana sem compromissos oficiais no Rio, onde tem residência. Ela costuma marcar compromissos oficiais fora de Brasília, sobretudo no Rio, às sextas e segundas e receber diárias até mesmo por sábados e domingos não trabalhados. A ministra admite ter levado o auxílio sem agenda oficial, mas alega que sai mais barato do que fazer nova viagem de ida e volta a Brasília. (Pág.1, Nacional/Pág. A10)
Aeroporto pode ter leilão só em 2012
O leilão de concessão das obras dos aeroportos de Guarulhos, Campinas e Brasília pode acabar ficando apenas para maio de 2012, mostra estudo da Infraero e da Secretaria de Aviação Civil Civil ao qual o Estado teve acesso. Mesmo que o leilão seja antecipado, porém, especialistas dizem que as obras terão de ser aceleradas para atender a Copa. (Pág.1 Economia/Pág. B1)
João Bosco Rabello
Entre a ofensa e a opinião
A senadora Marta Suplicy (PT-SP) se mobiliza para tentar atender reivindicação de religiosos na questão da criminalização da homofobia. (Pág.1, Nacional/Pág. A10)
Favela, florestas e dúvidas no caminho do Rodoanel (Pág.1, Metrópole/Págs. C1 e C3)
Notas e Informações
Confusão nos mercados
Há poucas apostas mais ou menos seguras neste momento sobre as tendências da economia. (Pág.1 e A3)

Jornal do Commercio (PE)

Amor de mãe no calor do clássico

Zero Hora (RS)

Manchete: Caça-níqueis, caça-vidas
Avanço do jogo ilegal escraviza apostadores e destroça famílias.

A compulsão consome 4 milhões de brasileiros.

No RS, uma máquina é apreendida a cada 45min.

Série de reportagens de hoje a terça escancara uma chaga da sociedade. (Págs. 1 e 19 a 22)
Foto-legenda: Colapso no Salgado Filho
Até quando vai a paciência

Na esteira de promessas descumpridas, estrutura do aeroporto se esgota – para tormento dos passageiros. (Pág. 1e Dinheiro)
Brasil dividido
Os prós e contras do desarmamento. (Págs. 1, 4 e 5)

DESTAQUES DE REVISTAS SEMANAIS – DATAS DE CAPA

Veja, 11/5/2011.

O mundo depois de Bin Laden
O terrorismo está no fundo do mar, mas suas ideias ainda vivem. (Págs. 1 e 84)

Época, 9/5/2011.

O fim? (Págs. 1 e 42)

ISTOÉ, 11/5/2011.

O mundo não está seguro
Osama bin Laden morto ainda é uma ameaça. Como martir, ele inspira pelo menos dez grupos terroristas espalhados por diversos países. Saiba onde eles atuam, quais seus alvos e porque estão dispostos a matar. (Pág. 1)
Exclusivo
Os interesses pessoais dos políticos no novo Código Florestal. (Pág. 1)

ISTOÉ Dinheiro, 11/5/2011.

Luiza contra-ataca
Com R$ 926 milhões recém-captados na bolsa de valores, o Magazine Luiza prepara-se para recuperar o terreno perdido para os concorrentes Casas Bahia, Ponto Frio, Insinuante e Ricardo Eletro com a compra de redes menores e a abertura de novas lojas pelo País. Conheça seus planos. (Págs. 1 e 56)
Compras coletivas
Sites atraem investimentos bilionários. (Págs. 1 e 48)
Telefônica
O espanhol misterioso que embaralhou a sucessão. (Pág. 1)

CartaCapital, 11/5/2011.

O ícone do mal
Mataram o barbudo-propaganda do terrorismo, mas o mundo vive um momento de grande incerteza. (Págs. 1 e 38)
PF
Lorenz, ex-secretário do DF, em trama contra os árabes no Brasil. (Págs. 1 e 32)
Código Florestal
A anistia aos desmatadores é um atraso. (Págs. 1 e 22)

Fontes: Radiobras-JBWiki!

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
JBWiki!
Rio de Janeiro - RJ



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br