Atualizado 00h56 Terça, 20 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Deu no papel

Fora do mapa da Apple (iPad2)

1514 acessos - 0 comentários

Publicado em 06/03/2011 pelo(a) Wiki Repórter BrasilWiki!, São Paulo - SP



DESTAQUES DE JORNAIS E REVISTAS BRASILEIROS, DOMINGO DE CARNAVAL, 6 DE MARÇO DE 2011.

O Globo

Escolas de samba do Rio vendem carnaval no exterior
Do Sambódromo para o mundo. O espetáculo do desfile das escolas de samba do Grupo Especial, que começa hoje na Sapucaí, conquista cada vez mais o público fora do Rio. Ao longo de todo o ano, antes mesmo de chegar o carnaval, os componentes das escolas de samba faturam alto com apresentações em outros estados e no exterior. Levantamento feito pelo GLOBO revela que esse mercado movimenta pelo menos R$ 6 milhões por ano, apenas nas 12 escolas do Grupo Especial. Um dos filões mais cobiçados são os shows corporativos, que podem render mais de R$ 1 milhão por ano a uma única agremiação. (Págs. 12 a 26)
Brasileiro dribla preços altos com novas armas
O repique da inflação nos últimos meses está levando os consumidores a mudarem hábitos para enfrentar os preços altos, sem abrir mão de pequenos luxos. A principal arma que vem sendo usada é a "compra picada", ou seja, o brasileiro não está mais estocando produtos, para esperar que entrem em oferta. Além disso, substitui alimentos. (Pág. 27)
ANP pune quem tentou cumprir a lei
A Justiça obrigou a ANP a voltar atrás na punição de servidor que tentou impedir uma usina irregular de participar de leilão. Ele pertencia à superintendência envolvida em denúncias contra Manguinhos. (Pág. 3)
TV: Nos bastidores do poder
Como operam as TVs públicas, comprometidas em mostrar o dia a dia das decisões políticas.
------------------------------------------------------------------------------------

Folha de S. Paulo

Brasil estuda mudar regra da Fifa sobre TV na Copa
Proposta de medida provisória prevê cessão de imagens para telejornais

Texto do Ministério do Esporte para uma medida provisória que vai regular ações do Mundial de 2014, chamada Lei Geral da Copa, tenta abrir uma brecha para reduzir a exclusividade sobre a transmissão de imagens. O maior impasse é convencer a Fifa a aceitar um artigo que permitiria a todas as emissoras de TV veicular 30 segundos de eventos relativos ao Mundial e 3% do tempo de cada partida. A regra só valeria para empresas brasileiras, e as cenas seriam usadas em programas de exclusivo cunho jornalístico. Caberia à Fifa capturar e tornar as imagens disponíveis até duas horas depois das partidas. A Folha apurou que o Comitê Organizador Local é contra a proposta. A razão segue a lógica comercial, que dá exclusividade do direito de imagem a quem paga por ele. (Pág. 1 e Esporte D8).
Carlos Heitor Cony
Escola de samba precisa mesmo de cota de negros (Páginas 1 e Opinião A2)
Esporte
Brasil aluga palácio neoclássico para usar como base nos jogos de Londres (Páginas 1 e D10)
Investimento de R$ 46 bilhões faz de PE uma locomotiva
Investimentos públicos e privados de R$ 46 bilhões até 2014 transformam Pernambuco na locomotiva do Nordeste. No complexo portuário de Suape (40 km de Recife), 120 empresas estão instaladas, 30 estão em construção e 20 surgirão até 2014. (Pág. 1 e Mercado B1)
Editoriais
Leia "Fúria Árabe", sobre prospectos para a onda de revoltas, e "Selo antiburocracia", acerca das barreiras para o trabalho dos pesquisadores brasileiros (Pág. 1 e Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------

O Estado de S. Paulo

Maior ataque de Kadafi provoca mais de 100 mortes
Exército bombardeia reduto rebelde no leste e faz segunda ofensiva para retomar porto no oeste da Líbia

Um bombardeio da Força Aérea líbia, leal ao ditador Muamar Kadafi, destruiu a base do Exército de Al-Rajma, a principal cidade controlada pelos rebeldes, matando pelo menos 100 pessoas e destruindo 430 peças de artilharia antitanque, informa o enviado especial Lourival Sant'anna. O ataque, que coincidiu com o avanço das forças rebeldes em direção ao oeste, foi a maior ação militar desde o início dos confrontos, há duas semanas. Em Al-Rajma, o general rebelde Mohamed Zadia disse ao Estado que entre 80 e 100 soldados e civis, além de 18 bombeiros, morreram no ataque, ocorrido às 18h30 de sexta-feira, quando dois mísseis foram lançados a partir da cidade de Gemines, a 50 quilômetros de distância. (Internacional/Pág. A8)
Petrobras deve R$ 46 bilhões a bancos oficiais
A Petrobras terminou 2010 com uma dívida líquida recorde de R$ 46,3 bilhões com BNDES, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, revelam dados coletados pelo pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada Mansueto de Almeida, no balanço mais recente da empresa. Esse montante equivale a quase 40% do endividamento total da estatal, que chegou a R$ 117,9 bilhões no ano passado. (Economia/Pág. B1)
Regra pode ajudar a livrar filha de Roriz
Uma mudança nas regras do Conselho de Ética da Câmara, feita em 2007 para livrar acusados pelo mensalão no governo Lula, pode impedir um eventual processo de cassação contra a deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF), filha do ex-governador Joaquim Roriz. Ela aparece em vídeo, revelado pelo Estado, recebendo dinheiro do pivô do "mensalão do DEM" no Distrito Federal, Durval Barbosa. (Nacional/Pág. A4)
Sílvio Santos tem novo problema com bancos (Pág. 1 e Economia/Pág. B8)

Esperanças para 2014, jovens são valorizados (Esportes/Pág. E1)

Fernando Henrique
Silêncios que falam

Não vejo como alguém se possa imaginar "de esquerda" ou "progressista" calando no momento em que deve gritar pela liberdade. (Espaço Aberto/Pág. A2)
O Brasil e os direitos humanos
Nas próximas semanas, o País terá outra oportunidade concreta de passar do discurso à ação. (Pág. A3)
------------------------------------------------------------------------------------

Correio Braziliense

MPF abrirá inquérito contra Jaqueline Roriz
"As cenas são fortíssimas", destacou o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, ao analisar imagens em que parlamentar é flagrada recebendo maço de R$ 50 mil das mãos de Durval Barbosa. (Págs. 1 e 23)
Na Câmara, nada de investigação (Págs. 1 e 25)

A vida pregressa do marido da deputada (Págs. 1 e 25)

Carne sem fiscalização
Apenas metade dos abates bovinos no país passa por vigilância federal. Os próprios pecuaristas exigem maior controle. (Págs. 1, 10 e 12)
Uma história de conquistas
Vinte mulheres que marcaram a luta feminina por liberdade e por espaço na política e na sociedade ( Pág. 1 e Revista do Correio, Pág. 22 a 27)
------------------------------------------------------------------------------------

Zero Hora (RS)

Tragédia gaúcha em SC
Colisão de Ônibus com caminhão matou pelo menos 26 pessoas na madrugada deste sábado em Descanso, no oeste catarinense. Maioria das vítimas é de Santo Cristo. (Págs. 4 a 8)
Onda de mudança: Do RS para a revolta árabe
Os relatos de gaúchos que viram de perto os conflitos em sete países. (Págs. 20 e 21)
Dinheiro: O investidor ficou mais arrojado
Entre 12 cidades do país, Porto Alegre é a que tem mais aplicadores fascinados pelo risco, revela pesquisa.


REVISTAS SEMANAIS – DATAS DE CAPA.

Veja, 9/3/2011.

Ei, você aí, me dá um partido aí...
Está passando da hora de acabar com a folia da política brasileira, um desfile de fantasias com enredo surrealista.
Ipad2
Ele ficou um terço mais fino. Quando a tela vai virar papel?
Sol
O astro acordou de longa inatividade. A violência das erupções é um mistério.
------------------------------------------------------------------------------------

Época, 7/3/2011.


Amor e ódio aos gays
No Carnaval, o Brasil aceita, imita e consagra os homossexuais. Por que, no resto do ano, há tanta violência contra eles? (Pág. 26)
------------------------------------------------------------------------------------

ISTOÉ, 9/3/2011.


Premonição existe
É a conclusão de uma das mais importantes universidades americanas, que coloca em ebulição a comunidade científica e abre as portas para novos estudos de pessoas que afirmam ter visto o futuro.
Guerra na Cultura
A resposta da ministra chamada de "autista".
------------------------------------------------------------------------------------

ISTOÉ Dinheiro, 9/3/2011.

O plano Elias para a Daslu
Em entrevista exclusiva, o investidor Marcus Elias revela como vai reerguer a mais famosa grife brasileira e fala de seus próximos lances no mundo dos negócios.
Líbia
O relato dramático de um executivo brasileiro.
Geração
Um banco à procura de um sócio.

Apple
Por que a empresa de Steve Jobs ignora o Brasil. - Fora do mapa da Apple (Por Bruno Galo)

O Brasil, um dos mercados emergentes que mais crescem no mundo, fica de fora da lista de regiões que receberão o iPad 2 durante a fase de lançamento. O que está por trás da decisão de Steve Jobs de ignorar o País?


Na quarta-feira 2 o empresário americano Steve Jobs subiu ao palco do Yerba Buena Center, em São Francisco, nos EUA, para apresentar o novo iPad. Sua presença causou surpresa. Afinal, o fundador da Apple está afastado do trabalho por licença médica. No entanto, Jobs não quis perder a oportunidade de, assim como faz todos os anos, ser o responsável por mostrar um novo produto de sua companhia.

Nesse caso, a estrela da vez foi o iPad 2, que, como principais inovações em relação ao primeiro modelo, é mais leve e fino e tem duas câmeras para videoconferência. O produto estará disponível nas lojas nos EUA no dia 11 e, em outros 26 mercados, no dia 25 deste mês.

Na lista de países contemplados com o lançamento do queridinho tecnológico da Apple estão alguns importantes como Austrália, Canadá e Inglaterra. Entre os escolhidos, porém, também estão países que não são nenhuma potência de mercado, como Hungria e República Tcheca.

Steve Jobs, fundador da Apple: "Não podemos nem exportar direito nossos produtos em razão da política maluca de taxação superalta do Brasil. Isso faz com que seja pouco atraente investir no País"

E o Brasil? Nada, nem sequer uma referência ao Brasil. Ou seja: mais uma vez, o mercado brasileiro foi preterido pela empresa da maçã em seus lançamentos, o que demonstra mais uma vez o pouco apreço da companhia de Jobs pelo País.

Só para dar uma ideia, o minúsculo Luxemburgo, perto da Alemanha, com apenas 493 mil habitantes – menos que os 605 mil de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo – contará com o iPad 2 no dia 25. É certo que Luxemburgo possui uma boa condição econômica, mas ainda assim se trata de um país que conta com um mercado consumidor extremamente restrito.

O retrospecto mostra que o consumidor brasileiro precisa ter paciência se quiser comprar aparelhos da companhia do Vale do Silício. O primeiro iPhone, criado em 2007, nunca foi lançado aqui.

Seus modelos 3G e 3GS levaram dois meses para desembarcar no Brasil, e o iPhone 4, três meses. O iPad, o mais aguardado lançamento de 2010, demorou oito meses. Coerentemente, o País foi um dos últimos da fila a receber o tablet da Apple. (...)

Steve Jobs, fundador da Apple: "Não podemos nem exportar direito nossos produtos em razão da política maluca de taxação superalta do Brasil. Isso faz com que seja pouco atraente investir no País"


------------------------------------------------------------------------------------

CartaCapital, 9/3/2011.

Tragédia sem fantasia
O carnaval vai celebrar a "união das raças", mas não se iluda: nunca foi tão grande o fosso entre a segurança de brancos e negros. De cada 3 assassinados, 2 têm a pele preta.
Futebol
O Clube dos 13 implode, e as tevês vão à caça dos times.
------------------------------------------------------------------------------------

EXAME, 9/3/2011 (Quinzenal)

Por um Brasil sem amarras
Num mundo em que a China estabelece o que é competição, o Brasil terá de se livrar de seus principais nós. Disso dependem o sucesso de nossas empresas, a criação de empregos e de riqueza e a manutenção do crescimento.
Especial
Estamos diante de um novo choque do petróleo?

Fontes: Radiobras-JBWiki!

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
BrasilWiki!
São Paulo - SP



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br