Atualizado 23h22 Quarta, 21 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Deu no papel

Policiais do Rio desviavam até pares de tênis

792 acessos - 1 comentários

Publicado em 13/02/2011 pelo(a) Wiki Repórter BrasilWiki!, São Paulo - SP



DESTAQUES DE JORNAIS E REVISTAS BRASILEIROS, DOMINGO, 13 DE FEVEREIRO DE 2011.

O Globo

Herança fical de Lula limita o começo do governo Dilma
Corte de R$ 50 bi no Orçamento é o preço do aumento de gastos no passado. A situação das contas públicas e os gastos elevados do governo anterior são o maior problema econômico da presidente Dilma Rousseff neste início de mandato - uma herança fiscal deixada pro seu antecessor, e mentor, o ex-presidente Lula. O quadro fiscal preocupante exigirá um aperto inédito de R$ 50 bilhões no Orçamento. Outros problemas são a inflação e a taxa de juros em alta, além de um orçamento engessado por despesas permanentes com pessoal. De 2003 a 2010, os gasto públicos cresceram R$ 282 bilhões, e 78,4% disso foram no segundo mandato de Lula. Outro alerta é para a dificuldade de ampliar investimentos. "É preciso sobrar mais dinheiro para investimentos. Tem de começar pelo ajuste fiscal", afirma Alcides Leite, especialista em contas públicas. Por outro lado, no governo Lula melhoram as taxas de emprego e renda e o acesso ao crédito.
Advogado foi algoz de amigo da presidente
Advogado do ex-sargento Ubirajara Ribeiro de Souza era, na ditadura, "Zezão", torturador da "Casa da Morte". Foi algoz de Carlos Freitas, militante e amigo de Dilma Rousseff, ainda desaparecido. (Pág. 1 e 12)
PM forma mediadores para favelas
A PM começa a assumir nova função nas favelas pacificada: a de mediação de conflitos. PMs já foram treinados pelo Tribunal de Justiça para atuar como mediadores, função antes exercida pelo tráfico. (Pág. 1 e 12)

Calma retorna às ruas do Egito
Um dia após a queda de Hosni Mubarak e de mais duas semanas de protestos, a calma voltou ao Cairo. Muitos deixaram a Praça Tahrir, epicentro das manifestações, mas centenas permanecem por lá, festejando e aguardando os primeiros passos do governo interino. Em depoimentos ao Globo, especialistas da Europa, EUA e Israel se mostram duvidosos quanto ao futuro do país. (Pág. 1, 35 e 37)

Folha de S. Paulo

Junta promete honrar acordo externo do Egito
A junta militar que passou a governar o Egito após a queda do ditador Hosni Mubarak afirmou que cumprirá todos os acordos internacionais do país, inclusive o tratado de paz com Israel. O comando reiterou compromisso com a transferência de poder a um governo eleito, mas não deu pistas sobre qual será a duração da transição e quando acabará o estado de emergência. Os militares pediram ainda a manutenção temporária da estrutura administrativa nomeada por Mubarak no início dos protestos. No primeiro dia sem o ex-ditador, o Cairo continuava em festa. Na praça Tahrir, foco dos 18 dias de atos contra Mubarak, centenas de pessoas com vassouras e escova limpavam o local. À Folha, líder da oposição se disse surpreso com a força dos protestos. (Págs. 1 e Mundo Pág.1)
Estado apela à iniciativa privada contra o apagão em SP
Para tentar evitar novos apagões, o governo paulista vai sugerir que grandes empreendimentos residenciais e comerciais, como hotéis e shoppings, produzam a própria energia com geradores e saiam do sistema elétrico nos horários de pico. Blecaute na terça deixou 2,5 milhões de pessoas sem energia na capital. O governo admite que mais apagões podem ocorrer. (Págs. 1 e Cotidiano C1)

Policiais do Rio desviavam até pares de tênis
Escutas telefônicas feitas pela PF na Operação Guilhotina, contra um esquema de corrupção nas polícias do Rio, revelam que policiais e militares desviavam até pares de tênis dos traficantes, após a ocupação do Complexo do Alemão. O total de presos na operação chegou a 37. (Pág. 1 e A12)

Mundo - Obama pretende trazer as duas filhas na viagem ao Brasil ( Págs. 1 e Mundo Pág. 1 e 8)
ONG de Salvador recebe denúncias e combate crimes nas redes sociais (Pág. 1, 4 e 5)
A vida longe do poder
Políticos acostumados aos holofotes, como o tucano Arthur Virgílio e o verde Fernando Gabeira, tentam descobrir nova vida depois da derrota nas urnas, relata Vera Magalhães. (Págs 1. e Poder 1 e A8)

O Estado de S. Paulo

Junta militar egípcia promete preservar a paz com Israel
Conselho garante que todos os tratados internacionais firmados pelo antigo regime serão respeitados. O Conselho Militar que assumiu o governo do Egito, no lugar do ditador Hosni Mubarak, derrubado por uma onda de protestos populares, prometeu respeitar todos os tratados internacionais firmados pelo antigo regime. O anúncio representa um gesto de disposição para manter a paz com o vizinho Israel e op alinhamento com os Estados Unidos. Os militares anunciaram que os ministros de Mubarak serão mantidos em suas funções até a formação de um novo gabinete. Ex-ministros e ex-presidentes de estatais foram proibidos de viajar para o exterior sem permissão oficial. No centro do Cairo, uma multidão celebrava a queda do regime e cobrava dos militares a revogação das leis de emergência impostas pelo antigo ditador. (Páginas 1, A14 e A18)
Medo da inflação volta a alimentar preços
A escalada da inflação dos últimos meses ressuscitou mecanismos informais de indexação. Estudo da Fipe mostra que em doze meses até janeiro, os preços dos serviços reajustados segundo critérios informais subiram 8,45%, ante 4,93% para serviços com critérios formais de aumento. Já a inflação geral ao consumidor medida pelo IPC da Fipe no período foi de 6,2%. (Página 1 e B1)
Dora Kramer - Vice-presidencialismo
Michel Temer não é o vice dos sonhos do PMDB, mas foge ao figurino da invisibilidade do cargo e inaugura o ativismo vice-presidencial. (Pág. 1 e A8)
Notas e informações - De volta ao palanque
Ao final de seu retiro, o velho Lula volta com tudo e - quem diria! - com ciúmes de Dilma. (Págs. 1 e A3)

Correio Braziliense

Trânsito, o caos nosso de cada dia
Em 10 anos, a frota do DF teve crescimento cinco vezes maior que o da população. Hoje, circulam mais de 1,2 milhão de carros. Sobram engarrafamentos e faltam locais para estacionar. Há pelo menos 14 pontos diários de congestionamentos. (Págs. 1 e 30 a 32)
Guerra aberta pelo reajuste do mínimo
De um lado o governo, que tenta elevar o valor do salário para R$ 545. Do outro, os rebeldes e a oposição, que pressionam por R$ 560. No meio dessa guerra, o trabalhador. Para piorar, aliado que não votar com o Planalto corre o risco de expulsão da legenda. (págs. 1, 2 e 3)
Mais 400 docentes na rede pública
Os novos professores, todos aprovados em concursos, se apresentam amanhã ao GDF e vão para as salas de aula em 20 dias. A Secretaria de Educação informa que mais servidores serão chamados para cobrir o déficit deixado por gestões anteriores. (Págs. 1 e 29)
Saúde
Prevenção é o principal remédio contra o câncer. (Págs. 1, 10 e 11)
Expectativa no Egito
Manifestantes limpam estátua de general no Cairo (foto). Militares prometem uma transição pacífica. Povo exige pressa.

Argélia em crise

Polícia reprime protesto contra presidente Abdelaziz Buteflika. Argelinos querem a renúncia do atual governo. (Págs. 1 e 22 a 24)

Estado de Minas

Acredite: até vereador recebeu Bolsa-Família
Vereadores e secretários municipais engrossam a lista de 1327 funcionários públicos que, como revela levantamento feito pelo Estado de Minas, burlaram em 2010 o programa do governo, destinado a famílias com renda per capita mensal de até R$ 140. (Pág. 1, 3 e 4)
Embaixadas do nada
Minas mantém há décadas escritórios de representação do governo do estado em Brasília, no Rio de Janeiro e em São Paulo. Quase não há movimento, mas são bem instalados e custam R$ 1,8 milhão por ano. (Pág. 1 e 13)
Em 6 horas, 4 empregos de pedreiro
Faixas estão por toda a cidade anunciando vagas na construção civil. A reportagem foi à procura desses empregos. E os encontrou. (Pág. 1 e 19)
Invasão chinesa
Indústrias têxtil, de máquinas e roupas sofrem com importados (Pág. 1, 17 e 18)
É fácil comprar antibiótico sem receita em BH
Enquanto especialistas reunidos em uma faculdade discutiam a obrigatoriedade da prescrição médica, em vigor desde novembro, o remédio era vendido a poucos metros dali livremente (Pág. 1 e 28)
Há cada vez mais menores no tráfico
Estudo mostra que, entre 2005 e 2009, o número de menores envolvidos com o comércio ilegal de drogas na capital aumentou 350%. Eles estão migrando dos furtos e dos crimes violentos. (Pág. 1, 25, 26 e 27)

Jornal do Commercio (PE)

Paciente paga briga de planos e médicos (Pág. 1)
Governo provisório do Egito promete cumprir tratados (Pág. 1)
Mais vagas para profisssionalizantes em Brasília Teimosa (Pág. 1)

Zero Hora (RS)

Números revelam o mapa do crime no RS
Ao cruzar dados da Segurança, do IBGE e do Detran, ZH mostra as cidades mais atormentadas por oito tipos de crime, do homicídio ao estelionato. (Págs. 1, 28 e 29)
A chama que vem do Egito
Que países podem ser sacudidos pela onda da mudança; um relato de 86 horas de tensão no Cairo. (Págs. 1 e 4 a 10)
As ideias do juiz demitido
O ex-magistrado Marcelo Colombelli Mezzomo desdenha a punição por suposto assédio. (Págs. 1 e 20)
Racha no MP volta à tona com eleição
Rivalidade criada em 1999 se fortalece na sucessão da procuradoria-geral, que envolve quatro candidatos. (Págs. 1 e 17)

REVISTAS SEMANAIS – DATAS DE CAPA.

Veja, 16/2/2011.

Corte na carne
Não é só a picanha: o preço de quase tudo o que você consome está subindo muito mais do que a inflação. (págs. 1 e 66)
Compras coletivas
Como 8 milhões de brasileiros estão usando a internet para comprar mais barato. (págs. 1 e 72)

Época, 14/2/2011.

Câncer x coração
As drogas mais usadas para combater tumores podem provocar infarto - um novo dilema da medicina, enfrentado por pacientes como o ex-vice-presidente José Alencar. (págs. 1 e 88)

ISTOÉ, 16/2/2011.

Estudar no exterior
Do ensino médio à pós-graduação, nunca foi tão fácil ampliar a formação fora do Brasil. Saiba como chegar lá e o que você precisa para escolher o curso certo e preparar a sua viagem. (pág. 1)

- Os caminhos para entrar nas melhores universidades
- Os países mais procurados
- Como obter bolsas de estudo
Chantagem
Centrais sindicais exigem 1,3 mil cargos no governo e controle sobre R$ 200 bilhões. (Págs. 1 e 38)

ISTOÉ Dinheiro, 16/2/2011.

Os magnatas do petróleo
O clube dos bilionários brasileiros do setor ganha novos sócios, como o empresário Antônio Augusto de Queiroz Galvão, que acaba de captar R$ 1,5 bilhão para sua petrolífera, e Marcio Rocha Mello, da HRT. Saiba como eles irão competir com a OGX de Elke Batista e a Petrobras. (págs. 1 e 56)
Dilma: O difícil corte de gasto de R$ 50 bilhões (pág. 1)
Banda Larga: A corrida dos pequenos empresários (pág. 1)
Abercrombie: Marca enlouquece brasileiros (pág. 1)

CartaCapital, 16/2/2011.

De quem é o PSDB?
Como ficarão os tucanos - e a oposição - após a disputa entre Aécio Neves e José Serra. (págs. 1 e 18)
Aperto fiscal
Será difícil cortar gastos e manter os investimentos no PAC. (págs. 1 e 24)
Satiagraha
Novas provas dos crimes de Dantas. (págs. 1 e 32)

Fontes: Radiobras-JBWiki!

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
BrasilWiki!
São Paulo - SP



Comentários
01
Reporte abuso
Paulo
Vitória 14/02/2011

O desvio de tênis dectado pela PF, na giria quer dizer fuizil ou arma desse tipo. Ok. Abraço


Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br