Atualizado 14h17 Quinta, 22 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Deu no papel

Disputa comercial pelo cigarro, que provoca câncer e mata

1073 acessos - 0 comentários

Publicado em 24/01/2011 pelo(a) Wiki Repórter BrasilWiki!, São Paulo - SP



DESTAQUES DE JORNAIS BRASILEIROS, SEGUNDA-FEIRA, 24 DE JANEIRO DE 2011.

Jornal do Brasil 
www.jb.com.br

Os judeus que Vargas rejeitou
Livro revela documentos do governo brasileiro que dificultaram e até impediram a entrada no país de judeus que fugiam do nazismo durante a Segunda Guerra. (Págs. 1, 3 e 4 e Editorial)
Leonardo Boff
Quando os negócios vão mal, as empresas esquecem a natureza (Págs. 1 e 12)

O Globo

Governo vai negociar IR em troca do salário mínimo
Proposta a centrais sindicais prevê reajustar tabela de 2011 em 6,46%

Em troca da manutenção do valor de R$ 545 do salário mínimo ou de, no máximo, aumentá-lo para R$ 550, a presidente Dilma Rousseff decidiu reajustar a tabela do Imposto de Renda de Pessoa Física em 2011 pelo índice de inflação de 2010 (6,46%). A proposta será feita às centrais sindicais, que defendem o valor de R$ 580 para o mínimo - descartado pelo governo. Dilma apresentará hoje a ideia, durante reunião com o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho. Encarregado das negociações, ele se encontrará com representantes das seis centrais sindicais na quarta-feira. O reajuste da tabela do IR repõe parte das perdas provocadas pela inflação na renda dos trabalhadores que prestam contas ao Fisco. (Págs. 1 e 3)
Cidades serranas serão remodeladas
Estado vai criar planos diretores e instalar agências de fomento nos municípios atingidos

O vice-governador Luiz Fernando Pezão já está articulando, com autoridades, novos planos diretores para as cidades castigadas pelas enxurradas na Região Serrana. Os projetos determinarão as áreas a serem ocupadas e as que não poderão mais ser habitadas. Esta semana, o estado começa a instalar agências de fomento na região, para agilizar a concessão de empréstimos a empresas. Doações de roupas estão sendo recusadas: a prioridade agora são alimentos. (Págs. 1 e 9 a 11)
MEC antecipa lista do Sisu
Com um dia de antecedência, o MEC divulgou ontem o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O sistema, marcado por falhas e reclamações de estudantes, selecionou 82.949 candidatos, para 83 instituições públicas de nível superior. (Págs. 1 e 4)
Documento expõe crise em Furnas
Na mira da presidente Dilma Rousseff, Furnas enfrenta denúncias de prejuízos financeiros, causados pelo aparelhamento da atual gestão. Documento apresentado por gerentes mostra a influência do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na estatal. Dilma quer tirar o PMDB do comando de Furnas. (Págs. 1 e 3)
Segundo caderno
Novo presidente da Biblioteca Nacional quer livros mais baratos e fala até em livrarias populares. (Pág. 1)

Folha de S. Paulo

Superpassaporte vai ter regra mais transparente
Nova norma prevê que concessão do documento seja publicada no "Diário Oficial"

A emissão de passaportes diplomáticos em caráter excepcional, como os concedidos a filhos e netos do ex-presidente Lula, só poderá ser feita com a publicação do nome do beneficiado no "Diário Oficial da União".

Essa é a principal mudança nas regras que devem ser encaminhadas hoje a presidente Dilma Rousseff. O governo decidiu mudar as normas para os superpassaportes após a Folha ter revelado o caso da família de Lula.

A nova regulamentação prevê que os passaportes diplomáticos concedidos a pessoas a serviço do governo em viagem internacional tenham um prazo de validade. A sua duração seria restrita ao período da missão.

A publicação da justificativa no "Diário Oficial" visa dar mais transparência às decisões do Ministério das Relações Exteriores. As novas regras devem ser implantadas por meio de decreto presidencial. (Págs. 1 e A4)
Foto legenda: Força contra as águas
Homens puxam carro na avenida Braz Leme, zona norte paulistana; chuva isolou mais de cem pessoas, água chegou a altura do peito na zona leste e bombeiros atenderam a pelo menos 60 chamados (Págs. 1 e C5)
Petrobras quer reduzir compras feitas no país
A Petrobras quer reduzir de 65% para 35% a meta de uso de produtos e serviços nacionais na exploração das novas reservas do pré-sal. A alegação da empresa estatal é que a indústria brasileira não tem capacidade nem preços competitivos.

A companhia pediu para rever as metas de nacionalização, compromisso de campanha de Dilma Rousseff. Oficialmente, a Petrobras nega o pedido. Nas campanhas, Lula atacou tucanos por não priorizarem compras no país. (Págs. 1 e Mercado)
Filha de político do fim do século 19 recebe pensão
Hercília Catharina da Luz, 89, filha de Hercílio Luz, que governou Santa Catarina por três mandatos na República Velha (1889-1930), recebe R$ 15 mil por mês. Desde 1992, ela é beneficiada por lei complementar do Estado que garante a pensão para viúvas e filhos de ex-governadores. (Págs. 1 e A6)
Sistema do MEC deixa 176 vagas sem interessados
O Ministério da Educação antecipou a primeira chamada do Sisu e divulgou ontem a lista dos 82.949 candidatos aprovados para vagas em universidades públicas.

Não houve interessados para 176 vagas. Seu preenchimento será definido pelas próprias escolas. (Págs. 1 e C3)
Via internet, onda de inovação vem para sacudir TV
Por ora, a boa e velha televisão vai muito bem. Mas vem aí uma onda de inovação, puxada pela internet, que promete sacudir o barco.

Simpáticas caixinhas querem trazer a internet para o centro da sala e tomar o lugar de redes de TV e empresas a cabo. (Págs. 1 e Folhateen, pág. 3)
Com furo único, nova cirurgia corrige próstata (Págs. 1 e C10)
Antigo bonde vira biblioteca pública no PR (Págs. 1 e C2)
Separação do sul do Sudão recebe o aval de 99%
Cerca de 99% dos sudaneses do sul votaram pela secessão, aponta a apuração oficial do referendo.

Os números finais são esperados para o dia 7 de fevereiro. Se a separação se confirmar, o novo país que será criado a partir de 9 de julho será um dos mais pobres do mundo. Os nomes cogitados para a nação são Sudao do Sul ou Kush. (Págs. 1 e A11)
WikiLeaks revela concessões feitas pelos palestinos
Negociadores palestinos concordaram em segredo em permitir que Israel anexasse quase todos os assentamentos erguidos em Jerusalém Oriental. É uma das concessões mais amplas já feitas em relação à cidade. A oferta palestina, revelada em documentos vazados pelo site WikiLeaks, foi rejeitada por Israel, que a julgou insuficiente. (Págs. 1 e A9)
Editoriais
Leia "Lei ambiental", sobre as mudanças no código florestal e a tragédia no Rio de Janeiro; e "O valor da doação", acerca da filantropia no Brasil. (Págs. 1 e A2)

O Estado de S. Paulo

Por superávit, Dilma terá de economizar R$ 60 bilhões
Economistas preveem esforço fiscal 'monstruoso', se governo quiser cumprir meta de 3,1 % do PIB

O governo Dilma Rousseff vai precisar economizar cerca de R$ 60 bilhões para cumprir a promessa de fazer um superávit primário de 3,1% do Produto Interno Bruto (PIB), informa a repórter Raquel Landim. A estimativa de economistas ouvidos pelo Estado é superior as apostas do mercado, que variam de R$ 40 bilhões a R$ 50 bilhões. O superávit primário é obtido quando o governo gasta menos que arrecada, descontado o pagamento dos juros da dívida. Um superávit "cheio e limpo” - como prometido por Dilma - significa cumprir a meta, sem descontar os investimentos ou utilizar “manobras criativas". “O esforço fiscal do governo Dilma precisa ser monstruoso. Como 2010 foi um ano muito ruim para as contas públicas, o arrasto para 2011 é excepcional", diz o economista Fernando Montero. (Págs. 1 e Economia B1 e B3)

1,5% do PIB foi o superávit real em 2010, segundo cálculos do mercado
Decisão da AGU pode restringir novos genéricos
Parecer da Advocacia-Geral da União restringe o poder da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na análise dos pedidos de direito de propriedade intelectual sobre remédios. Integrantes de ONGs veem na medida uma ameaça à aprovação de novos medicamentos genéricos. Com a decisão, ganha autoridade o Instituto Nacional de Propriedade Industrial. (Págs. 1 e Vida A12)
Fundo de quintal: Espião por conta própria
Afastado da CIA há quatro anos, Duane R. Clarridge continua controlando uma rede de espiões de sua casa, perto de San Diego. Já enviou agentes para o Paquistão e o Afeganistão. Aos 78 anos, Clarridge é descrito como alguém convencido de que Washington está inchado de diplomatas e advogados que impedem as tropas de combater os inimigos. (Págs. 1 e Internacional A8)
MEC antecipa lista de aprovados no Sisu (Págs. 1 e Vida A13)
Região serrana ainda tem áreas submersas (Págs. 1 e Cidades C3)
FHC: 'País retrocedeu nos direitos humanos' (Págs. 1 e Nacional A6)
Carlos A. Sardenberg: Verso reverso
O BC agiu certo ao iniciar um ciclo de alta da taxa de juros e de contenção de crédito para evitar a inflação. Mas por que houve esse surto? (Págs. 1 e Economia B2)
Notas & Informações: O peso do investimento direto
Pela 1ª vez, o Brasil figurou na lista dos 10 principais destinos de investimento estrangeiro direto. (Págs. 1 e A3)

Correio Braziliense

Após a humilhação, o abandono
Moradores que formalizaram denúncias de abusos policiais durante ocupação do Complexo do Alemão, no Rio, continuam sem receber resposta do Estado. Ronai de Almeida, que teve mais de R$ 31 mil roubados, conta à repórter Renata Mariz que fez rifa para recuperar a perda. (Pág. 1)
Vestibular: MEC antecipa divulgação de aprovados no Sisu
Lista de selecionados no vestibular unificado está disponível no site do ministério desde ontem. Foram aprovados 82.949 candidatos em 83 instituições de ensino superior. Quem não conseguiu uma vaga pode se inscrever até amanhã no Prouni, que distribuirá 123 mil bolsas em universidades privadas. (Págs. 1 e 9)
O grande salto das pequenas empresas
Para aproveitar o bom momento da economia e crescer, micro e médios empresários planejam investimentos em seus negócios para 2011. Construção civil, comércio e serviços são os setores mais otimistas. (Págs. 1 e 10)
Haiti
Sem perspectivas, haitianos fazem do comércio informal meio de sobrevivência. Nas ruas de Porto Príncipe, são vendidos desde roupas usadas até remédios (Págs. 1 e 16)
Centro-oeste: Sudeco é prioridade na integração nacional, afirma secretário (Págs. 1 e 21)

Valor Econômico

BG investe US$ 10 bilhões para ser a 2ª em petróleo no país
A britânica BG, companhia estrangeira com maior presença na exploração de petróleo no Brasil, adotou um plano agressivo para o país. Principal sócia da Petrobras na bacia de Santos, ela definiu um programa estratégico de investimentos de US$ 10 bilhões para os próximos dez anos. O novo presidente da BG Brasil, Nelson Silva, ex-executivo da Vale, disse que o objetivo da petroleira é fincar de vez sua marca no Brasil, onde montou seu primeiro escritório 16 anos atrás.

Com esse pacote de investimento, a companhia inglesa, que no Brasil também é dona da Comgás, fará sua contrapartida na encomenda de 13 plataformas previstas para o início de produção do pré-sal de Santos. Serão cinco plataformas flutuantes de armazenagem e transferência afretadas para os projetos piloto dos campos de Lula, Guará, Lula Nordeste, Guará Norte e Cernambi. Além disso, serão adquiridos oito cascos de futuras plataformas construídos no estaleiro Rio Grande, no Sul, por US$ 3,5 bilhões. Nesse caso, a parte correspondente à BG é de US$ 911 milhões. (Págs. 1 e B1)
Investimentos mudam mapa dos portos
Projetos de infraestrutura vão mudar a importância dos portos do Norte e Nordeste na movimentação de cargas do país. Por Suape (PE) passam hoje 9,3 milhões de toneladas, mas já em 2013 serão 30 milhões, com o início das operações da refinaria Abreu de Lima e o escoamento da produção trazida pela ferrovia Transnordestina. A Ferrovia Norte-Sul ampliará os serviços do porto maranhense de Itaqui e de Vila do Conde, no Pará, que também planeja abrir, a partir do rio Tocantins, uma hidrovia com mais de 400 km de extensão, ligando o Sul do Estado até Barcarena, no litoral. Levantamento do Valor no período de 2005 a 2009 mostra que o movimento de 18 portos do Norte e Nordeste ultrapassaram os da região Sul, com média anual de 26% do total nacional. (Págs. 1 e A3)
Ganhos baixos na previdência complementar
O ano de 2010 foi de contrastes para os fundos de previdência aberta (PGBL e VGBL). Do lado dos bancos e seguradoras, sobraram motivos para comemoração, já que o patrimônio do setor atingiu R$ 181,9 bilhões, um crescimento de 24,89%. Já os investidores não têm muito o que comemorar. A rentabilidade média dos fundos de renda fixa foi magrinha, em média 8,47%, perdendo do CDI, de 9,75%. Descontada a inflação do IPCA, o ganho real do investidor cai para cerca de 2,5% no ano.

Os retorno para os investidores, sobretudo pelo efeito da taxa de administração, têm sido muito baixos, ressalta Marcelo Nazareth, sócio-diretor da consultoria NetQuant, que compilou os dados de 567 fundos de previdência aberta. "Isso em algum momento terá que ser ajustado, senão as pessoas vão chegar ao fim de 5, 10 anos, insatisfeitas com o resultado", afirma. (Págs. 1 e D1)
Foto legenda: A vez dos caprinos
Com 17 milhões de ovinos, o Nordeste importou até 2009 carne de cordeiro do Uruguai. Isso mudou porque o rebanho regional deu um salto de qualidade. "É aí que entra a genética", diz Luiz Felipe Brennand, dono de fazendas especializadas em reprodutores caprinos e ovinos. (Págs. 1 e B12)
Air France põe em xeque sua segurança
A Air France-KLM, num esforço para ser mais transparente, deve divulgar hoje os resultados de uma investigação independente que critica amplamente algumas de suas práticas e regras internas de segurança. A investigação foi iniciada no fim de 2009 pelo então presidente do conselho, Jean-Cyril Spinetta, seis meses depois da queda de um Airbus A330 da Air France que voava do Rio de Janeiro para Paris, que matou todas as 228 pessoas a bordo.

O estudo deve questionar, entre outras coisas, certos programas de treinamento de pilotos da empresa, ressaltando lapsos de disciplina na cabine de comando no decorrer de vários anos e a importância de treinar melhor as tripulações a lidar com falhas nos sistemas automatizados. Em geral, o relatório identificou várias deficiências na cultura de segurança da segunda maior companhia aérea da Europa. O resultado é a recomendação de várias mudanças nos procedimentos e na supervisão interna, em parte para garantir que detalhes sobre incidentes e ameaças à segurança sejam analisados e comunicados rapidamente pela companhia. (Págs. 1 e B3)

O "mundo de Marlboro" contra o Uruguai
O mercado uruguaio é minúsculo para a Philip Morris, uma gigante com receita anual de US$ 25 bilhões fora dos EUA. Mas é no Uruguai, onde estão menos de 0,1% dos fumantes do planeta, que o "mundo de Marlboro" joga uma cartada decisiva para seu futuro.

Em ação inédita, a empresa levou o governo do Uruguai ao tribunal de solução de controvérsias do Banco Mundial. A denúncia é de violação do tratado bilateral de proteção de investimentos firmado entre o Uruguai e a Suíça, onde fica a sede da divisão internacional da PM. A empresa contesta políticas antitabagistas do ex-presidente Tabaré Vásquez, entre elas o fim das diversas embalagens.

Em três anos, as medidas levaram 115 mil pessoas a abandonar o fumo e reduziram em 17% o número de infartos. Elas também levantaram uma discussão: o Estado pode abrir mão do dever constitucional de proteger a saúde dos cidadãos para respeitar direitos legítimos de investidores estrangeiros? É a primeira vez que a acuada indústria do cigarro recorre a acordos econômicos ou comerciais contra um país. O resultado dessa disputa pode mudar o rumos das políticas públicas contra o fumo. (Págs. 1 e B5)

Preços do aço podem subir até 66% ao longo do ano
Os preços do aço ao longo do ano poderão dar seu segundo maior salto desde os anos 1940. Eles devem aumentar 66%, segundo preveem seis executivos-chefes da indústria e 10 analistas. A projeção média para a elevação do preço no fim de 2011 é de 32%, o que levaria o aço a custar US$ 970 a tonelada em dezembro, segundo a Meps, uma consultoria britânica do setor.

A maior alta até agora, de acordo com a Meps, foi de 70% em 2004, quando a demanda por aço subiu rapidamente como reflexo do vigoroso crescimento da economia mundial.

Executivos-chefes que concordaram em participar da pesquisa e que estão à frente de três grandes indústrias indianas, B. Muthuraman, da Tata Steel; Malay Mukherjee, da Essar e Sajjan Jindal, da JSW, disseram que as cotações subirão pelos menos 25% durante o ano. Wolfgang Eder, da Voestalpine, afirmou que os preços médios globais do aço podem aumentar somente 13% no período. Michael Shillacker, analista do Credit Suisse, prevê um aumento de 41% até o fim do ano. Nos últimos dois meses, os preços básicos do aço subiram 33%, após grandes aumentos no minério de ferro e carvão. (Págs. 1 e B8)
Banda larga em celular cresce 138%
A banda larga móvel está em franca expansão no país. O Brasil encerrou 2010 com 20,7 milhões de linhas capazes de se conectar à internet em banda larga por meio das redes de telefonia móvel. O número ainda é pequeno - um décimo dos celulares habilitados no mercado -, mas representa um aumento de 138% em relação a 2009. Os celulares 3G foram os principais responsáveis pelo crescimento. As vendas mensais desses aparelhos quase dobraram entre novembro de 2009 e igual mês de 2010. (Págs. 1 e B3)
Caem os preços do seguro para crédito às exportações (Págs. 1, C1 e C5)
Investimento em alta
Os investimentos da União e das estatais federais subiram pelo sétimo ano seguido em 2010 e atingiram perto de 3,5% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo o Ministério da Fazenda. (Págs. 1 e A4)
Comando feminino
Andrea Alvares será a nova presidente para a divisão de bebidas da PepsiCo e a primeira mulher a assumir o comando de uma área de negócios da empresa norte-americana no Brasil. (Págs. 1 e B4)
Avanço da classe C
A classe C já supera as classes A e B na soma total de gastos no setor de higiene e cuidados pessoais. Dos R$ 43,4 bilhões gastos em 2010, R$ 19,8 bilhões saíram do bolso dessa nova classe média. (Págs. 1 e B4)
Defensivos importados
A enxurrada de defensivos agrícolas asiáticos no Brasil nos últimos dez anos começa a preocupar as indústrias do setor. A importação de matéria-prima no período cresceu mais de 200%. (Págs. 1 e B11)
Roubo de crédito de carbono
Ladrões cibernéticos roubaram até € 30 milhões em concessões de carbono do sistema de negociação de emissões da União Europeia. As bolsas suspenderam os negócios. (Págs. 1 e C3)
Mercado de bônus reflui
A expansão do mercado global de bônus está perdendo ritmo pela primeira vez desde 2005, na medida em que os governos retiram seus estímulos e as condições de crédito melhoram. (Págs. 1 e C8)
BM&F Bovespa reduz custódia
As aplicações de até R$ 300 mil em papéis privados ficarão isentas da taxa de custódia na BM&F Bovespa, em um pacote que reduz, em geral, o custo dos serviços para todos os investidores. (Págs. 1 e D2)
Estragos do estresse
Pesquisa da consultoria Booz & Co. mostra que o estresse está fazendo estragos. O período médio no cargo de um executivo-chefe global caiu de 8,1 anos para 6,3 anos na última década. (Págs. 1 e D10)
Ideias
Luiz Werneck Vianna

Centrais sindicais estão declarando em alto e bom som que, ou são reinstaladas no governo, ou vão fazer política nas ruas. (Págs. 1 e A8)
Ideias
Otaviano Canuto

Disparada de preços dos ativos é ameaça na transição do motor da economia mundial para os países em desenvolvimento. (Págs. 1 e A13)

Estado de Minas

Nem 5% dos últimos convocados pela UFMG comparecem
Entre candidatos oficialmente aprovados para o vestibular, desistência foi o dobro de 2010

Mais de 95% dos estudantes que conseguiram na Justiça o direito de participar da segunda etapa do vestibular da Universidade Federal de Minas Gerais não fizeram provas ontem. Liminar deferida a menos de 20 horas do início dos testes colocou na disputa 3.326 candidatos com nota zerada no Enem. A convocação só começou a ser feita depois das 22h de sábado, o que deve ter contribuído para o alto índice de desistência. Foi a queixa de Juliana Ramos, concorrente de medicina, que gerou a ação coletiva favorecendo os demais alunos. “O que tinha para estudar, eu estudei. Minha chance é igual à de todo mundo”, disse. Apesar do tumulto com as mudanças de última hora, o primeiro dia de exames foi tranquilo. (Págs. 1, 17 e 18)
Hora de se matricular no Sisu
MEC antecipa lista de aprovados no Sistema de Seleção Unificada. São 82.949 estudantes que devem se cadastrar nas universidades escolhidas nos dias 27, 28 e 31. Se depois disso ainda houver vagas disponíveis, serão feitas duas outras chamadas. A primeira está marcada para 4 de fevereiro. (Págs. 1 e 19)
População define R$ 40 mi do orçamento
Ampliação do programa de saneamento do semiárido mineiro e estruturação de sedes da defensoria pública no interior estão entre projetos incluídos no orçamento do estado a pedido de representantes da sociedade civil. Propostas saíram de audiências em cidades polo. (Págs. 1 e 5)
Mão de obra importada
De janeiro a setembro de 2010, 1.582 estrangeiros receberam visto para trabalhar em Minas, 8,5% a mais que o total de autorizações concedidas em 2009. (Págs. 1 e 11)
Suplentes
Incertezas a uma semana da posse de parlamentares (Págs. 1 e 4)
Haiti
Baby Doc enfrentará a Justiça, diz presidente (Págs. 1 e 14)
Ciência
Pesquisadores questionam vacina contra febre amarela (Págs. 1 e 16)

Jornal do Commercio (PE)

Sport cai no Sertão e deixa a zona do G-4 (Pág. 1)
MEC libera lista de aprovados no Sisu (Pág. 1)
Concursos vão oferecer 12 mil vagas (Pág. 1)

Zero Hora (RS)

Safra do Norte gaúcho compensa seca no Sul
Em contraste com a estiagem da Metade Sul, região onde está maioria das lavouras de grãos tem chuva constante, o que dá boa perspectiva para a colheita. (Págs. 1 e 16)
Foto legenda: Santa Catarina: Chuvarada, medo e mortes
Imagem de carro de turista italiana arrastado pelas águas, em Florianópolis, é o emblema de uma semana de temporais, deslizamentos, rodovias bloqueadas e cinco vítimas fatais. (Págs. 1, 4 e 5)

Fontes: Radiobras – JBWiki!

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
BrasilWiki!
São Paulo - SP



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br