Atualizado 23h22 Quarta, 21 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Deu no papel

Cartão substitui fiador no aluguel

1971 acessos - 1 comentários

Publicado em 21/12/2010 pelo(a) Wiki Repórter JBWiki!, Rio de Janeiro - RJ



DESTAQUES DE JORNAIS BRASILEIROS, TERÇA-FEIRA, 21 DE DEZEMBRO DE 2010.

Jornal do Brasil

Comércio festeja Natal farto
Vendas crescem 20% no Rio em relação a 2009 e até os negócios na web apresentam crescimento expressivo

Papai Noel está sendo generoso com os comerciantes em 2010. Segundo a Federação do Comércio do Rio, as vendas de fim de ano serão 20% maiores do que em 2009. Os shoppings estão sendo obrigados a estender o horário de funcionamento para atender a demanda, mas até em casa os brasileiros estão abrindo o bolso. O sistema de compras online prevê aumento nominal de 40% em relação ao ano passado, com faturamento total de R$ 2,2 bilhões. (Economia, 19 e 20)
Correios ainda ameaçam a 'noite feliz' (País, 2 a 4)
Para mais segurança na receita
Prontuário eletrônico vai ajudar a verificar possível interação entre remédios, evitando erros e mortes. (Págs. 25 e 26)

O Globo

Orçamento: relatora contraria Lula e corta R$ 3,3 bilhões do PAC
Presidente chegou a firmar que ’nenhum centavo’ seria retirado do programa

Quinze dias após o presidente Lula afirmar que "nenhum centavo" seria cortado das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a relatora-geral do Orçamento, senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), fechou seu parecer estabelecendo um corte de R$ 3,3 bilhões nas verbas do programa em 2011. O texto destina ao PAC R$ 40,15 bilhões, frente aos R$ 43,5 bilhões previstos na proposta orçamentária enviada pelo governo ao Congresso. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, tinha sido o primeiro a falar em redução no ritmo das obras do PAC. Mas o presidente Lula, mesmo estando a dias de deixar o cargo, entrara na discussão afirmando que “se tiver que mexer em alguma coisa vai ser em custeio e não em obras para investimento”. (Págs. 1 e 3)
Foto legenda: Samba na despedida do Rio
Lula com Zeca Pagodinho e Cabral no palco: depois de dizer que não descarta a volta em 2014, o presidente fez sua despedida do Rio. Conheceu o projeto da futura sede da UNE, e ganhou show no Sambódromo. (Págs. 1 e 9)
UPPs terão mais dinheiro em 2011
A Lei Orçamentária Anual, aprovada ontem na Assembleia Legislativa do Rio, prevê mais recursos para as Unidades de Polícia Pacificadora: R$ 34 milhões para criação de novas e manutenção das existentes (o projeto inicial era de R$ 27 milhões). A Segurança (R$ 4,9 bilhões) será o 2º maior gasto (o primeiro ficará com a Educação). (Págs. 1 e 12)
Blog oficial defende legado da 'Era lula'
O Palácio do Planalto reuniu ministros e secretários para escrever textos e alinhavar dados contestando informações contidas no caderno que O GLOBO publicou domingo sobre os oito anos do governo Lula. Segundo o "Blog do Planalto", o jornal fez análise parcial do governo. (Págs. 1 e 9)
Irmã de Chico no Ministério da Cultura
A cantora Ana de Hollanda, irmã de Chico Buarque, será a ministra da Cultura no governo de Dilma Rousseff. Outros seis nomes foram anunciados ontem, inclusive Orlando Silva, que fica nos Esportes. Dilma corre para definir o Ministério até a posse. (Págs. 1 e 4)
Gestor político vira ministro da Saúde
Responsável pelo relacionamento com o Congresso, Alexandre Padilha trocará o Palácio do Planalto pela Saúde. Médico e funcionário da Funasa, ganhou espaço como articulador político. (Págs. 1 e 4)
Brasil pediu a juízes por pilotos do Legacy
Os EUA se valeram de diplomatas brasileiros para pressionar o Judiciário a permitir que os pilotos americanos Joseph Lepore e Jan Paladino fossem liberados para voltar a seu país, segundo telegramas vazados pelo site WikiLeaks. (Págs. 1 e 33)

Folha de S. Paulo

Governo usa taxa de telefones para financiar déficit
Tesouro retém R$ 43 bilhões que deveriam ser empregados para oferecer serviços telefônicos à população de baixa renda

O governo usou para financiar o seu déficit R$ 43 bilhões do setor de telecomunicações que deveriam custear fiscalização, pesquisas e oferta de serviço telefônico em locais remotos e para a população de baixa renda, informa Elvira Lobato.
Segundo o próprio governo, desde 1997 foram arrecadados R$ 48 bilhões em três fundos públicos do setor. Só R$ 4,9 bilhões (cerca de 10%) tiveram o destino previsto; os outros 90% estão retidos no Tesouro para financiar contas públicas.
De acordo com as teles, as taxas de contribuição para os fundos são repassadas ao consumidor. Quem tem celular ativo paga R$ 13 por ano para o Fistel, o maior dos fundos, que deve chegar ao final de 2010 com saldo de R$ 36 bilhões. (Págs. 1 e B1)
Irmã de Chico Buarque será ministra da Cultura
A presidente eleita, Dilma Rousseff, convidou a cantora e atriz Ana de Hollanda, irmã do compositor Chico Buarque, para o comando do Ministério da Cultura.
Ana aceitou a oferta, formalizada ontem. O nome da artista, ex-diretora de Musica da Funarte, havia sido sugerido pelo PT do Rio.
Outros seis nomes foram confirmados para o governo; Alexandre Padilha (Saúde), Orlando Silva (Esporte), Tereza Campelo (Desenvolvimento Social), Luiza Bairros (Igualdade Racial), Mario Negromonte (Cidades) e Luis Inácio Adams (Advocacia-Geral da União). Faltam sete indicações. (Págs. 1 e A4)
Assessor de ex-ministro das Comunicações ganha rádio (Págs. 1 e A8)
Avó de Sean diz não saber se o neto está vivo ou morto
Silvana Bianchi, avó de Sean Goldman, 10, diz não falar com o neto desde junho e não saber se ele está vivo ou morto. Há um ano, o STF ordenou que o menino, trazido ao Brasil em 2004, fosse entregue ao pai, o americano David Goldman.

David, que prepara livro sobre o tema, tem se recusado a falar à mídia. Site sobre o caso Sean afirma que o menino está bem. (Págs. 1 e C1)
Cartão da Caixa substitui fiador e também pode pagar aluguel
A Caixa Econômica Federal lançou o Cartão Aluguel, que deve funcionar como alternativa à necessidade de fiador, de depósito caução e de seguro-fiança. A anuidade do produto será de R$ 96.

O cartão terá dois limites, um exclusivo para o aluguel e outro para compras no varejo. Os contratos novos de locação tiveram alta recorde de 12,9% em São Paulo nos últimos 12 meses. (Págs. 1 e B3)

Em 2011, fast food vai ter de exibir tabela nutricional
Mais de 60 redes de lanchonetes e restaurantes, por acordo com o governo, divulgarão informações nutricionais dos alimentos a partir de 2011. Cardápios e embalagens trarão dados como quantidade de sódio. (Págs. 1 e Saúde)
Desinformação nutre caos
No caos aéreo europeu, a informação é a primeira vítima. É o que se vê no maior aeroporto do continente, relata Vaguinaldo Marinheiro, de Londres.
Voos foram confirmados, mas poucos embarcaram. Heathrow trabalhou com um terço da capacidade. A previsão? Mais frio. (Págs. 1 e A20)
Editoriais
Leia "Ranking universitário", sobre o ensino superior no país; e "A nostalgia de Lula", acerca da possibilidade de o mandatário disputar nova eleição. (Págs. 1 e A2)

O Estado de S. Paulo

Mais sete ministros de Dilma são anunciados e Ciro fica fora da lista
Segundo seu partido, deputado recusou a Integração porque queria a Saúde

O deputado Ciro Gomes (PSB-SP) decidiu não entrar no ministério de Dilma Rousseff. No PSB, comenta-se que Ciro queria a pasta da Saúde, mas, como ela já estava reservada, ele não aceitou a Integração Nacional, que lhe foi oferecida. Com isso, a cota de poder do PSB, que reivindicava três ministérios, ficou fixada em dois: Integração e o novo Portos e Aeroportos. A equipe de transição da presidente eleita anunciou mais sete ministros. O atual titular das Relações Institucionais, Alexandre Padilha (PT), foi confirmado na Saúde, solução para a impossibilidade de indicar um técnico, como queria Dilma. (Págs. 1 e Nacional A4)

Irmã de Chico na Cultura

A produtora cultural Ana de Hollanda, irmã do cantor e compositor Chico Buarque, será ministra da Cultura. Dilma já confirmou oito mulheres na equipe. (Págs. 1 e Nacional A4)
Regulação da mídia é prioridade, diz Lula
Na última reunião do ano com a Executiva Nacional do PT, o presidente Lula pediu ao partido que, no primeiro ano do governo Dilma Rousseff, dedique-se ao marco regulatório dos meios de comunicação. O projeto ainda não foi enviado ao Congresso, mas desperta desconfianças sobre o interesse do governo em relação ao controle social da mídia - o presidente negou que se trate de censura. As outras prioridades, segundo Lula, são reforma política e programas para a juventude. (Págs. 1 e Nacional A8)
Empréstimo ao BNDES inclui subsídio de R$ 21 bi
Os contribuintes vão gastar quase R$ 21 bilhões ao ano com os subsídios embutidos nos empréstimos do Tesouro para o BNDES. Esse subsídio serve para pagar a diferença entre o juro que o Tesouro paga para captar os recursos (até 12,5% ao ano) e o que cobra para emprestar ao BNDES (6%). (Págs. 1 e Economia B1)

R$ 236 bi

É o total de repasses do Tesouro ao BNDES desde 2008. (Pág. 1)
OMC condena barreira a suco de laranja do Brasil nos EUA
O Brasil conseguiu ontem a condenação, na Organização Mundial do Comércio, das barreiras ao suco de laranja nacional impostas pelos EUA. O tema é antigo ponto de discórdia entre os dois países - os produtores da Flórida são os principais concorrentes do Brasil, que é o maior exportador do produto. O Itamaraty espera que a disputa não apenas traga alívio aos produtores no Brasil, mas também contribua para frear a prática americana de impor barreiras em outros setores. (Págs. 1 e Economia B12)


Christian Lohbauer
Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos

"É o fim de uma grande insegurança nesse comércio". (pág.1)
Brasil, alvo em Honduras
A embaixada do Brasil em Honduras foi alvo de ameaça de atentado na crise do golpe contra o presidente Manuel Zelaya, abrigado no local. É o que mostram documentos diplomáticos dos EUA vazados pelo WikiLeaks. Os textos afirmam que o Brasil não tinha estratégia para o caso, que estava "perdido" e que esperava ação americana mais efetiva. (Págs. 1 e Internacional A14)
Agaciel vira réu por atos secretos no Senado (Págs. 1 e Nacional A9)
Cai oferta de vagas para adultos no ensino básico (Págs. 1 e Vida A21)
Cartão substituirá fiador de aluguel
A Caixa Econômica Federal lançou projeto piloto de cartão que substitui fiador, fiança ou caução como garantia para aluguel. (Págs. 1 e Economia B7)
Paul Krugman: Quando os zumbis vencem
Quando os historiadores olharem para o período 2008-10, o que mais os intrigará, acredito, é o estranho triunfo de ideias erradas. (Págs. 1 e Economia B9)
Tutty Vasques: A marolinha da nevasca
O Brasil ensaia culpar o inverno europeu pelo inferno nos aeroportos daqui. A Infraero devia até baixar a temperatura do ar-condicionado. (Págs. 1 e Cidades C4)
Notas & Informações: 'A gente nunca pode dizer não'
Lula, que ensinou como um presidente não tem que se portar, prepara o terreno para 2014. (Págs. 1 e A3)

Correio Braziliense

PT contra PT no governo Agnelo
O Partido dos Trabalhadores está engalfinhado em brigas internas em razão da montagem do governo de Agnelo Queiroz. Os petistas anunciados até o momento — Paulo Tadeu na Secretaria de Governo e Arlete Sampaio na Ação Social — fazem parte da corrente adversária à Articulação, que sustentou Agnelo nas instâncias partidárias e na campanha eleitoral. “O PT foi alijado do poder”, disparou Chico Vigilante. Apesar da insatisfação dos partidos, a equipe de Agnelo Queiroz revela um perfil técnico. Pastas importantes, como Saúde e Segurança, serão comandadas por profissionais com formação na área. A partir de 1º de janeiro, passam a integrar o GDF: Regina Vinhaes (Educação), Rafael Barbosa (Saúde), Daniel Lorenz (Segurança), Valdir Moyses (Fazenda), Eduardo Brandão (Meio Ambiente), Luis Otávio Neves (Turismo), Samanta Sallum (Comunicação) e Edmilson Gama da Silva (presidência do BRB). (Págs. 1, 25 e 26)
Ciro está fora
PSB fará última tentativa de convencer deputado cearense a assumir um cargo. Dilma anuncia mais sete ministros, entre eles Ana de Hollanda, irmã de Chico Buarque (Págs. 1, 2 e 3)
Aeroportos têm outro dia de caos (Págs. 1 e 12)
O fracasso do desarmamento
O Brasil tem mais de 16 milhões de armas, a maioria ilegal. Em quase todos os estados, as campanhas de recolhimento são ineficientes. O DF é uma exceção. (Págs. 1, 8 e 9)

Prepare o bolso para o aluguel
Os contratos que vencem em janeiro devem ser reajustados em até 12% devido à disparada dos índices de inflação. É a maior alta registrada desde 2004. (Págs. 1 e 14)

Mais polêmica e UTIs vazias
Mesmo com a determinação da Justiça, os hospitais privados ficaram sem pacientes da rede pública ontem. A Secretaria de Saúde diz que não achou vagas. (Págs. 1 e 27)

Valor Econômico

Eike negocia participação no trem-bala com coreanos
O trem-bala entrou no radar do empresário Eike Batista, controlador do grupo EBX. O Valor apurou que executivos que representam seus negócios já analisam propostas de consórcios para se engajar na disputa pela obra de R$ 33,1 bilhões. Embora ainda não haja acordo formalizado, a equipe de Eike tem mantido relação próxima com o consórcio coreano, o único pronto para apresentar uma proposta comercial no leilão que ocorreria dia 16, mas que foi adiado para 29 de abril de 2011.
O peso que Eike Batista pode adicionar à disputa do trem-bala não é pequeno. Os movimentos recentes do empresário aproximam seus interesses aos dos coreanos. Em setembro, ele surpreendeu o mercado ao anunciar a venda de 11% de sua mineradora MMX para o conglomerado coreano SK Networks, numa transação de US$ 700 milhões. Na lista das 22 empresas que hoje compõem o consórcio coreano para a disputa do trem-bala, um dos principais parceiros é a SK C&C, divisão do conglomerado sócio da MMX. (Pág. 1)
Ações do Rural penhoradas na Justiça
A Justiça de São Paulo determinou a penhora de todas as cotas de propriedade de Kátia Rabello no Banco Rural. Ela é a principal acionista da instituição. A penhora foi decidida pelo juiz Beethoven Giffoni Ferreira, da 18ª Vara, atinge as cinco empresas do Grupo Rural. Nos documentos entregues pela Justiça aos representantes das companhias (quatro já foram citados), há ordem expressa para que proventos e dividendos gerados pelas cotas de Kátia Rabello sejam direcionados à massa falida da empresa Petroforte, que move ação contra o banco. Procurado pelo Valor, o Banco Rural informou não poder se manifestar porque o processo tramita em segredo de Justiça. A reportagem, porém, constatou que o segredo foi derrubado. (Págs. 1, C1 e C3)
GM reforça a produção com linha em Mogi
A forte demanda por automóveis levou a General Motors a reformular a linha de produção em sua unidade de Mogi das Cruzes (SP), inaugurada em 1999. Voltada à fabricação de peças estampadas de reposição para carros que saíram de linha, como o Monza e o Chevette, passou a fabricar portas, capôs e para-lamas também para veículos em produção. É um exemplo de como montadoras desenvolveram métodos para aumentar o ritmo de produção antes de investir em ampliação industrial. A maior vantagem de usar as instalações de Mogi das Cruzes para ajudar no processo de montagem de outras fábricas é sua localização - ela fica entre duas importantes unidades da GM, em São José dos Campos e São Caetano do Sul, no ABC. (Págs. 1 e B1)
OAB paulista exige período de 'quarentena'
O Tribunal de Ética da seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil proibiu ex-sócios de escritórios de advocacia de levar clientes consigo. Isso só é possível se houver autorização expressa da sociedade. O advogado que não cumprir a norma poderá responder por concorrência desleal e ser advertido. Em caso de reincidência, a punição é a suspensão da inscrição profissional.
A decisão, apresentada em resposta a uma consulta, foi baseada em resolução de 1998 da OAB, que apesar de vigente não vinha sendo aplicada. O entendimento do tribunal, no entanto, causou surpresa entre advogados, principalmente aos que atuam em departamentos jurídicos de grandes empresas. (Págs. 1 e E1)
Frio e neve ameaçam o Natal europeu
A uma semana do Natal, as vendas do varejo na Europa estão ameaçadas pelas nevascas que atingem o continente. Sistemas de entregas de mercadorias estão comprometidos por paralisações de estradas, ferrovias e aeroportos, e muitas lojas recebem menos clientes do que esperado para esse período do ano. Grã-bretanha, França, Alemanha e Holanda são as regiões mais atingidas.
Só no Reino Unido, a estimativa é que o conjunto da economia esteja perdendo mais de 1 bilhão de libras (equivalentes a US$ 1,6 bilhão) por dia. O chamado de "supersábado", por ser o último antes do Natal, foi uma frustração para o comércio, e as ações das grandes redes de varejo recuaram ontem na bolsa de Londres. (Pág. A13)
Uso do 'smartphone' para comparar preços sacode o varejo (Pág. B9)
Diebold fará projetor para escolas
A Diebold venceu licitação do Ministério da Educação para fornecer cem mil projetores a escolas públicas do país, dentro do Programa Nacional de Tecnologia Educacional. O valor do contrato é de R$ 146,9 milhões. (Pág. B2)
Varejo tenta reduzir perdas
O varejo tenta reduzir perdas, que crescem nesta época do ano. No ano passado, ultrapassaram R$ 11 bilhões, sendo R$ 4,6 bilhões relativos a furtos de funcionários e de consumidores. (Pág. B4)
Ebulição em medicamentos
As aquisições na indústria farmacêutica movimentaram cerca de R$ 5 bilhões neste ano no Brasil. A Hypermarcas foi destaque nesse mercado, ao fechar negócios que somam mais da metade desse valor. (Pág. B6)
Lopes mantém expansão
Uma semana após assumir o controle da Local, uma das maiores imobiliárias de São Paulo, a Lopes comprou a Ducati, de Porto Alegre, sua sétima aquisição no ano. (Pág. B7)
Prosperitas assume a Cipasa
A Prosperitas, gestora de fundos imobiliários, anuncia amanhã a compra de 78% da Cipasa, uma das maiores empresas de loteamento do país. O investimento total é de aproximadamente R$ 200 milhões. (Pág. B7)
ANTT arbitra tarifa para MRS
Após dois anos de conflito, a Agência Nacional de Transportes Terrestres reduziu a tarifa cobrada pela MRS no transporte de minério de ferro da Arcelor entre Serra Azul (MG) e Itaguaí (RJ). A ferrovia vai recorrer. (Pág. B8)
Carona na inflação
Aumento das pressões inflacionárias fez crescer o interesse do investidor por fundos que seguem índices de preços. Patrimônio dessas carteiras dobrou neste ano. (Pág. D1)
Bolsa menos óbvia
Expectativa de aperto monetário no mercado interno e persistência da crise nos países ricos tornam apostas em ações de empresas de consumo e commodities menos óbvias e exigem maior critério do investidor. (Pág. D2)
STF derruba piso para precatórios
Com liminar concedida ao Estado do Pará, o Supremo Tribunal Federal desobriga Estados e municípios de depositarem anualmente ao menos o valor pago em 2008 para quitação de precatórios. (Pág. E1)
Ideias
Antonio Delfim Netto

A ação dos bancos centrais, por ter custos sociais, deve ser transparente e monitorada pela sociedade. (Pág. A2)
Ideias
Raymundo Costa

O espectro de Severino Cavalcanti rondou o Planalto na disputa pelo indicado do PT para presidir a Câmara. (Pág. A10)

Estado de Minas

Cartão substitui fiador no aluguel
Caixa Econômica Federal lança cartão que eliminará a necessidade do avalista, presente em 95% dos contratos de locação em BH. O projeto piloto está em andamento em São Paulo e Goiânia. Em fevereiro, chega ao restante do país. Trata-se de um cartão de crédito com anuidade de R$ 96. Para ativar o seguro, o inquilino também pagará mensalmente o equivalente a 6,67% do valor do aluguel. Assim, o locador passa a contar com a garantia da Caixa de quitação de até 12 mensalidades.(Págs. 1, 13 e o Editorial ’Em lugar do fiador', na 10)

Saúde: Demissão de terceirizados ameaça HC
O atendimento pode ficar comprometido nos hospitais da UFMG e das federais de Juiz de Fora, Triângulo Mineiro, em Uberaba, e Uberlândia, obrigados a demitir funcionários terceirizados até 31 de dezembro. Só no HC/UFMG, são 1.060, 40% do total. (Págs. 1 e 23)
Voos atrasam
Mesmo com aperto da Anac sobre as empresas, em média 14,6% das decolagens atrasaram. Em São Paulo, foram 25,6%. (Págs. 1 e 14)
Irmã de Chico Buarque será ministra da Cultura
Além de Ana Buarque de Hollanda, Dilma chamou Alexandre Padilha para a Saúde e anunciou mais cinco ministros. (Págs. 1, 3 e 4)
Anastasia tem nomes para mais três pastas
Danilo de Castro, Carlos Melles e Ana Lúcia Gazzola devem ser confirmados no secretariado. (Págs. 1 e 6)

Jornal do Commercio (PE)

Quase metade das armas do país é ilegal
Pesquisa mostra que existem hoje cerca de 16 milhões de armas de fogo no Brasil e 47,6% estão na ilegalidade, nas mãos de civis ou bandidos. Eles tornam o País campeão mundial de homicídios, com 34,3 mil mortes violentas por ano. (Pág. 1)
Dilma confirma mais sete nomes para o Ministério (Pág. 1)
Mais rigor para postos de combustível (Pág. 1)
Pesquisa traçará perfil de consumidor de crack no Recife (pág. 1)

Zero Hora (PE)

Quadrilhas clonavam viaturas policiais para assaltar casas e bancos
Operação da Polícia Civil desarticula dois grupos que montaram uma fábrica de veículos clonados com o objetivo de driblar barreiras após ataques. (Págs. 1 e 45)
Foto legenda: O primeiro teste da hidrovia
Estado autoriza empresa a operar transporte de passageiros em barco entre Porto Alegre e Guaíba. (Págs. 1, 30 e Rosane de Oliveira (10))
Assembleia - Maioria dos líderes aponta reajuste acima de 60%
O comando de seis entre 10 bancadas consultadas apoia que o salário dos deputados passe a ser de no mínimo R$ 18,7 mil. (Págs. 1 e 6)
Transtornos na neve
Dramas gaúchos nos aeroportos europeus (Págs. 1 e 26)
Fontes: Radiobras – JBWiki!

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
JBWiki!
Rio de Janeiro - RJ



Comentários
01
Reporte abuso
WALDINEY NUNES SOUSA
CEILANDIA - DF 21/12/2010

EU SEMPRE FALEI PARA AS MILHAS FILHAS QUE UM DOS POUCOS POLITICOS QUE NUNCA SE VENDERIA POR INTERESSES PESSOAIS SERIA PAULO TADEU. FORAM MUITOS ANOS ACREDITANDO NISSO E ENGANANDO MINHAS PEQUENAS FILHAS. AGORA ELE DEIXA DE REPRESENTAR AQUELES QUE VOTARAM NELE PARA DEPUTADO E SE ENTREGA COMO TODOS OS OUTROS. PAULO, ESTOU MUITO TRISTE.


Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br