Atualizado 14h17 Quarta, 21 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Deu no papel

Brasil ainda tem 11,2 milhões com fome - e 1 milhão de crianças

985 acessos - 0 comentários

Publicado em 27/11/2010 pelo(a) Wiki Repórter BrasilWiki!, São Paulo - SP



DESTAQUES DE JORNAIS BRASILEIROS, SÁBADO, 27 DE NOVEMBRO DE 2010.

Jornal do Brasil

Cerco ao Alemão
Com mais apoio do governo federal, tropas sufocam traficantes e aguardam o melhor momento para a invasão final. (Págs. 1 e Rio, 2 a 12)

Caos nos transportes tortura carioca (Págs.1, Rio 8 e 9)

Comércio perde por dia R$ 39 milhões (Págs. 1 e Rio 10)

Cancelamento em hotéis não passa de 5%. (Págs. 1 e Ana Ramalho,15)
Arrasado, o Haiti vai às urnas (Págs. 1 e Internacional, 36 a 38)
Desmatamento agora é no quintal alheio (Págs. 1 e Vida, 40 e 41)

O Globo

A guerra do Rio - Intenso tiroteio entre Exército e tráfico abre Batalha do Alemão
Primeiro confronto na área deixa nove feridos: três militares, um jornalista e cinco moradores

Um dia após a fuga em massa de bandidos expulsos pela Marinha e a ocupação da Vila Cruzeiro pelo Bope, o confronto, na Zona Norte do Rio, passou para o vizinho Complexo do A1emão, com a participação de tropas do Exército e de agentes da Polícia Federal. Um forte tiroteio marcou às 14h30m de ontem o início da Batalha do Alemão, que já deixou feridos três militares e seis civis entre eles uma, criança de 2 anos e um fotógrafo da Reuters. Dezenas de pessoas ficaram encurraladas. Muitas choravam temendo ser atingidas. Com apoio de três helicópteros e 45 viaturas - entre as quais cinco blindados Urutu -, os militares desembarcaram no Alemão para cumprir missão autorizada pelo presidente Lula, a pedido do governador Cabral. A função do Exército é vigiar os 44 acessos ao Alemão. Os militares foram aplaudidos. Os 800 paraquedistas - 60% com passagem pelo Haiti estão orientados a não atirar, a menos que seja em legítima defesa. Diminuiu o número de ataques incendiários na cidade. (Págs. 1, 14 a 34, Miriam Leitão, Ancelmo Gois, Merval Pereira, Arnaldo Bloch, editorial “Estado brasileiro contra o crime” e Dos leitores)

Cerco a parentes e advogados

O juiz Alexandre Abrahão Dias Teixeira, da 1ª Vara Criminal de Bangu, decretou as prisões preventivas de Beatriz da Silva Costa de Souza, que seria amante de Marcinho VP, e dos advogados Flávia Pinheiro Fróes e Luiz Fernando Costa. Eles são acusados de passar as ordens de Marcinho VP e de Elias Maluco para os ataques no Rio. A mulher de Marcinho, Márcia Nepomuceno, foi presa ontem. (Págs. 1 e 21)


Quando o tráfico passa ao terror

Cientistas sociais discutem se ataques na cidade podem ser considerados atos de terrorismo. (Págs. 1 e 32)

Número caiu, mas Brasil ainda tem 11 milhões com fome (Págs. 1 e 37 a 40)

Chefe da Central de Leitos do Rio é demitido (Págs. 1 e 35)
Pesquisadores pedem ampliação de acesso a documentos públicos no Brasil (Págs. 1 e Prosa & Verso)

Folha de S. Paulo

Exército cerca o morro e troca tiros com tráfico
Confronto no Rio: Tropa posicionada em um acesso do Complexo do Alemão é recebida a bala e revida

O Exército entrou no conflito com os traficantes do Rio. A tropa de 800 homens cercou o Complexo do Alemão (zona norte), grupo de favelas onde se refugiaram os fugitivos da vizinha Vila Cruzeiro. Recebida a bala, revidou, num tiroteio que durou duas horas e levou pânico a população local.
A polícia estima que haja 600 traficantes na área. Segundo moradores, os bandidos circulam armados, com os rostos pintados, gritando ameaças de novos ataques.
A participação das Forças Armadas no conflito foi definida pelo governador Sérgio Cabral e o ministro Nelson Jobim (Defesa), que então relatou a decisão aos comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica.
Para evitar problemas entre as corporações, o Exército se limitará a vigiar acessos, enquanto as incursões nas favelas continuarão a cargo da polícia. (Págs. 1 e Cotidiano 2)

Leia mais - Cotidiano 2

Ação usa tática de guerra contra insurgentes (Págs. 1 e 6)

Três advogados de traficante têm prisão decretada (Págs. 1 e 7)
Com apenas um consórcio, leilão do trem-bala fica para abril
Com apenas um concorrente disposto a participar, o governo decidiu adiar o leilão do trem-bala ligando Campinas, São Paulo e Rio. A entrega das propostas, que seria na segunda-feira, passou para 11 de abril.
Segundo o governo, o leilão só foi adiado porque quatro grupos empresariais informaram que apresentariam proposta se houvesse extensão do prazo. (Págs. 1 e B1)

País ainda tem 11,2 milhões com fome, diz IBGE
No ano passado, 11,2 milhões de pessoas - 5,8% da população - passaram fome em algum momento por não ter dinheiro para comprar comida, mostra o IBGE.
Segundo o instituto, 1 milhão de crianças de até quatro anos estavam nessa situação. Em 2004, 8,2% do país passou fome. (Págs. 1 e Poder 2)

Ar-condicionado funciona mal nos aeroportos de SP
Mais cheios no final de ano, Congonhas e Cumbica, têm problemas no ar-condicionado. No primeiro, falta ar fresco no saguão e no desembarque; no segundo, a refrigeração é ruim em lojas longe do sistema central. A Infraero nega problemas em Cumbica e promete melhorar Congonhas. (Págs. 1 e Cotidiano 2)
Poder
Ex-reitor da UnB e inocentado de acusação de improbidade (Págs. 1 e A15)
Fernando de Barros e Silva
Mídia quer fazer a realidade virar um 'Tropa de Elite 3'. (Págs. 1 e A2)
Editoriais
Leia "Tropa de elite", sobre a política de segurança pública no Rio e no Brasil; e "Regras para o cartão", acerca de nova regulação. (Págs. 1 e A2)

O Estado de S. Paulo

Traficantes reagem a cerco no Rio
Após fugirem de favela, bandidos exibem armas e atiram contra soldados no Complexo do Alemão. Cinco civis são feridos, entre eles uma menina de 3 anos e duas mulheres. Polícia calcula que haja 500 criminosos no local

Tiroteios e exibição do poderio bélico dos traficantes marcaram o primeiro dia do cerco do Exército e das Polícias Federal, Militar e Civil ao conjunto de 18 favelas do Alemão, na zona norte do Rio. Na Favela da Grota, os agentes ficaram a menos de cem metros de uma casamata que serviu de abrigo aos traficantes, que abriram fogo contra helicópteros do Exército. Depois que cerca de 200 traficantes fugiram da Vila Cruzeiro para o Alemão, anteontem, a polícia calcula que haja ao menos 500 bandidos no local. Os criminosos provocaram os policiais aos gritos. Quando viam que eram filmados, eles debochavam, levantando as armas. "Queremos deixá-los com medo”, disse um oficial da PM. O Exército montou cerco na área - dos 44 acessos do complexo, o tráfego de veículos será permitido em apenas quatro. Os confrontos deixaram pelo menos cinco civis baleados, entre eles uma menina de 3 anos, duas mulheres e um jornalista que trabalhava na cobertura da operação. (Págs. 1 e Cidades C1 e C3 a C8)
Experiência - Comandante e parte da tropa atuaram no Haiti
Dos 800 militares do Exército que ocupam desde ontem o entorno da Vila Cruzeiro e do Complexo do Alemão, 60% integraram a missão de paz da ONU no Haiti. Seu comandante é o general Fernando Sardenberg, que esteve à frente por sete meses da missão de paz brasileira no Haiti. Ele evitou comparações entre os dois casos. (Págs. 1 e C4)
Rastros - Na Vila Cruzeiro, 300 motos abandonadas
Após a ocupação da Vila Cruzeiro, policiais encontraram espalhadas pelas ruas mais de 300 motocicletas abandonadas pelos bandidos em fuga. Numa casa, havia uma espécie de pronto-socorro para traficantes. Foram apreendidos 100 quilos de drogas. (Págs. 1 e C8)

Análise
Nelson Motta

O capitão Nascimento tinha razão. (Págs. 1 e C8)

Fome ronda 11,2 milhões no Brasil, diz IBGE
Pelo menos 11,2 milhões de brasileiros passam fome ou estão sob risco iminente de não poder comer por falta de dinheiro, aponta o IBGE em estudo com dados até 2009. Na primeira pesquisa, em 2004, o número era de 14,9 milhões. (Págs. 1 e Nacional A12)

Garcia seguirá como assessor
A presidente eleita Dilma Rousseff decidiu manter no cargo o assessor especial internacional do presidente Lula, Marco Aurélio Garcia. A decisão é sinal de continuidade da política de bom relacionamento com países vizinhos, como a Venezuela. O sucessor de Celso Amorim no Itamaraty não está definido. O mais cotado é o atual secretário-geral, Antonio Patriota. (Págs. 1 e Nacional A4)

Orgulho na despedida

Com críticas aos EUA e aos governantes da região nos anos 80 e 90, o presidente Lula deixou seu "testamento" para a União das Nações Sul-americanas (Unasul). Para ele, o bloco tornou-se ator global e deixou de receber receituários econômicos. (Págs. 1 e Nacional A4)
Câncer de pulmão cresce entre mulheres (Págs. 1 e A29)
Antibiótico só será vendido com receita (Págs. 1 e Vida A40)
Governo adia leilão do trem-bala para abril de 2011
O governo cedeu às pressões dos investidores e anunciou ontem o adiamento do leilão do trem-bala para abril de 2011. Havia o risco de apenas um concorrente entrar na disputa pelo projeto de R$ 33 bilhões, marcada inicialmente para segunda-feira. (Págs. 1 e Economia B1)
Marco Aurélio Nogueira
Zumbis da política

Precisamos de um pacto contra a mediocridade. Se os partidos fizerem algo nessa direção, mostrarão que podem voltar a ter vida plena. (Págs. 1 e Espaço Aberto, A2)
Notas & Informações
A tomada da Vila Cruzeiro

Há muito a comemorar pela competente operação do governo do Rio contra os atos terroristas. (Págs. 1 e A3)

Correio Braziliense

A audácia do inimigo
Traficantes desafiam forças de segurança no Rio. Batalha nas favelas deixa pelo menos cinco feridos

A megaoperação contra o tráfico de drogas no Rio de Janeiro se aproxima cada vez mais do conflito aberto. Após as Forças Armadas cercarem o conjunto de favelas da Penha e o Complexo do Alemão, bandidos atiravam contra a polícia e os militares, e exibiam armas.
Pelo menos cinco pessoas ficaram feridas no tiroteio: quatro civis, entre os quais uma criança, e um soldado do Exército. Tanto o presidente Lula, em viagem pela Guiana, como o ministro do Defesa, Nelson Jobim, reafirmaram o apoio irrestrito do governo federal à ação conduzida pelo estado do Rio de Janeiro. O combate não se restringe à ação bélica. Ontem, os advogados e a namorada do traficante Marcinho VP, chefe do crime organizado que cumpre pena em presídio de segurança máxima, tiveram a prisão decretada pela Justiça. Eles são acusados de repassar ordens do bandido para a facção que domina o tráfico nas regiões de conflito. (Págs. 1, 12 a 18 e Visão do Correio, 30)


O desmonte da fortaleza criminosa
Enviados especiais Renata Mariz e Iano Andrade relatam a operação de varredura na Vila Cruzeiro um dia após a ocupação. À noite, fotógrafo do Correio flagra morador atingido no tiroteio entre os bandidos e as forças de segurança em um dos acessos ao Morro do Alemão. (Págs. 1, 12 a 18 e Visão do Correio, 30)

Confrontos chegam à zona sul
Bandidos incendeiam carros e ônibus em Ipanema e na Barra da Tijuca, bairros nobres do Rio de Janeiro, e no centro da cidade. Desde domingo, 98 veículos foram destruídos. No Complexo do Alemão, o traficante Thiaguinho G3, carregado por militares, morreu após ser baleado. (Págs. 1, 12 a 18 e Visão do Correio, 30)
Pizza marca um ano de Pandora
Câmara arquiva processos contra cinco distritais citados no inquérito. Poucos envolvidos na operação respondem na Justiça. (Págs. 1 e 37 a 41)
Reconstituição do crime levará acusados à 113 sul (Págs. 1, 42 e 43)
Em 2011: Prepare o bolso para reajustes
Gasolina, transporte, telefone, luz e mensalidades escolares são alguns dos produtos e serviços que terão seus preços aumentados no próximo ano. O índice médio deve chegar a 6%. (Págs. 1 e 20)

Estado de Minas

Guerra leva mineiros a cancelar viagens ao Rio
Mortos, feridos e carros queimados no cerco a favelas da Penha e Alemão

As cenas de violência no Rio de Janeiro estão afugentando os mineiros. “Vendíamos,em média, 30 passagens para o Rio por dia. Mas nos dois últimos dias não vendemos nenhuma”, conta a gerente de uma agência de turismo. O diretor de outra agência diz que cerca de 20 clientes trocaram pacotes de réveillon na Cidade Maravilhosa por destinos como Nova York e Miami. Ontem, militares do Exército, Marinha e Aeronáutica engrossaram o contingente de 21 mil agentes na guerra ao tráfico. No Complexo do Alemão, onde estima-se haver cerca de 500 bandidos entrincheirados, todos os 44 acessos foram cercados.(Págs. 1, de 10 a 12 e Editorial)
Chuva assusta e deixa Belo Horizonte em alerta
Capital volta a sofrer com inundações em vários pontos, queda de energia e interdição da Avenida Cristiano Machado por 10 minutos. Os transtornos foram menores que na terça-feira, mas aumentam o temor de tragédias. (Págs. 1, 21 e 23)
Alencar: Vice enfrenta a 16ª cirurgia
O vice-presidente José Alencar será operado hoje para retirada de um tumor que está causando obstrução intestinal. (Págs. 1 e 7)
Saúde: Mutirão faz exames para prevenir câncer de pele (págs. 1 e 24)
Ministério: petista de BH é cotado para a pasta da Saúde (Págs. 1 e 5)
Nova equipe: Anastasia deve dar secretaria do Trabalho a suplente do PDT
Luiz Carlos Miranda, primeiro suplente do partido na Assembleia Legislativa, deverá ser convidado para a nova pasta do Trabalho e Renda, a ser desmembrada da secretaria do Desenvolvimento Social. Veja quem está na disputa pelos principais postos do governo. (Págs. 1 e 6 )

IBGE: Fome assombra 5% das casas no país e desafia governo Dilma
Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios da Segurança Alimentar revela que 11 milhões de brasileiros ficaram um dia sem comer em três meses. Números reforçam preocupação da presidente eleita, Dilma Rousseff, em priorizar erradicação da miséria. (Págs. 1 e 3)

Jornal do Commercio (PE)

Traficantes cercados
Após ocupar a Vila Cruzeiro, polícia chegou ao Complexo do Alemão, para onde fugiram cerca de 200 bandidos. Mulher de Marcinho VP foi presa e advogados tiveram prisão decretada por repassar ordens de ataques. (Pág.1)

Zero Hora (RS)

Tropas cercam o tráfico no Rio
Forças Armadas e polícia travam batalha com bandidos sitiados no Complexo do Alemão.

Polícias do RS enviam reforços.

ZH percorre cenário de confronto. (Págs. 1, 4 a 6, 10, 12, 16, Cláudia Laitano, 2, Rosane de Oliveira, 20 e Editorial, 24)
Piratini - Como disputa por cargos tensionou o PDT. (Págs. 1 e 18)

Fontes: Radiobras – BrasilWiki!

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
BrasilWiki!
São Paulo - SP



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br