Atualizado 21h35 Segunda, 19 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Deu no papel

Bento XVI, a camisinha e as prostitutas

732 acessos - 0 comentários

Publicado em 22/11/2010 pelo(a) Wiki Repórter BrasilWiki!, São Paulo - SP



DESTAQUES DE JORNAIS BRASILEIROS, SEGUNDA-FEIRA, 22 DE NOVEMBRO DE 2010.

Jornal do Brasil

Insegurança é a primeira lição no campus da UFRJ
Frequentadores da cidade universitária, onde circulam 65 mil pessoas por dia, se queixam da violência crescente na área. Responsável pela Ilha do Fundão, o prefeito Helio de Mattos Alves diz que o policiamento, feito por quatro viaturas e dois cavaleiros da PM, não é suficiente. “Não tem mensalidade, mas os assaltos são o preço que pagamos para estudar”, diz a aluna Camila Cabral. (Págs. 1 Rio, 7 e 8)

Papa Bento XVI aprova camisinha para evitar avanço de epidemia de Aids (Págs. 1 e Internacional 21)

Privilégios de parlamentares geram polêmica e dividem STF (Págs. 1 e País, 2 e 3)

O Globo

Gasto sobe, mas saúde e educação só levam 10%
Fatia maior ficou com Previdência. Especialistas cobram gestão eficiente

Uma radiografia das contas públicas nos últimos oito anos mostra que os gastos do governo federal subiram, mas áreas como saúde e educação ficaram com uma pequena fatia do bolo. De 2003 a 2010, as despesas de custeio cresceram de 15,04% para 17,51% do PIB. Mas, desse aumento, a saúde só leovu 2%, e a educação 8%. A Previdência e outras despesas vinculadas ao salário mínimo responderam por 55,4% do aumento. Outras despesas obrigatórias, com Legislativo, Judiciário e Ministério Público, cresceram mais de 30% no período. Para especialistas, é preciso aumentar o finaciamento público para saúde e educação e melhorar a qualidade dos gastos. (Págs. 1 e 3)

Pelo país, protestos contra o Enade, que avalia cursos superiores (Págs. 1 e 9)
Aids: para as Nações Unidas, Igreja avançou
Diretor de Programa da ONU diz que declaração de Bento XVI ajudará no combate à doença

O diretor executivo do Programa de Aids das Nações Unidas, Michel Sidibé, disse que as declarações do Papa Bento XVI admitindo o uso de preservativo em alguns casos para impedir a disseminação do vírus da Aids constituem um avanço significativo na prevenção da doença. O Vaticano anunciou que as afirmações não mudam a orientação da Igreja. (Págs. 1 e 25)

Guerrilha na Linha Vermelha
Bandidos incendeiam 2 carros e lançam granada contra veículo da Aeronáutica


Num ataque típico de ações de guerrilha, bandidos fortemente armados espalharam terror e pânico ao meio-dia de ontem na Linha Vermelha, na altura de Caxias. Em cinco minutos, incendiaram dois carros, saquearam motoristas, explodiram uma granada e dispararam tiros de fuzil contra um veículo da Aeronáutica ocupado. Motoristas apavorados fugiram de pé, e a via chegou a ser fechada pela polícia. Autoridades do estado evitaram comentar o episódio. A PM informou apenas, em nota, que o atendimento foi imediato. A ação ocorreu 13 horas depois de um motorista ser morto a tiros numa tentativa de assalto na BR-116 (Rio-0Magé). (Págs. 1, 10 a 13)


Foto Legenda: Um fuzileiro naval escolta o carro da Aeronáutica atacado por tiros e até granada ontem à tarde na Linha Vermelha
Uma refinaria que pouco faz combustível
Investigada por sonegação fiscal, a Refinaria de Manguinhos só mantém o registro por liminar da Justiça. Segundo a Procuradoria Geral do Estado, atas da empresa mostram que a refinaria nem produz combustível. (Págs. 1 e 4)

Folha de S. Paulo

Unifesp aluga imóveis por R$ 1,2 milhão e não usa
Ministério Público dá prazo para que universidade explique suposto desperdício

O Ministério Público Federal deu prazo de 20 dias para que a Unifesp (Universidade Federal de SP) explique um suposto desperdício de dinheiro público de R$ 1,2 milhão, informa Laura Capriglione.

A controladoria-Geral da União constatou que 12 imóveis alugados pela Unifesp em São Paulo para fins educacionais ficaram grandes períodos com pouco ou nenhum uso ou foram utilizados por associação privada.

A instituição diz que trabalha para resolver as irregularidades e que, dos 17 imóveis alugados até 2008, 10 foram devolvidos, 4 entregues e 5 estão sob análise. (Págs. 1 e C1)
Decisão de sustar investigação de empreiteira é inédita, diz STJ
Dados do Superior Tribunal de Justiça mostram que a decisão que suspendeu investigação sobre empreiteiras contraria entendimentos da corte. O argumento do autor, ministro Cesar Asfor Rocha, foi que a operação Castelo de Areia, da PF, usou denúncia anônima.

De 33 casos, só o das empreiteiras foi paralisado. Rocha analisou 12, e em 11 dediciu diferente. (Págs. 1 e A4)
Governo discute hoje plano para evitar caos aéreo no final do ano
Empresas aéreas e governo se reúnem hoje no Rio para finalizar um plano que evite o caos nos aeroportos neste fim de ano, quando a demanda deve crescer cerca de 20% em relação a 2009.

Entre as medidas estão a criação de uma autoridade aeroportuária em Cumbica, unindo PF, Infraero, Receita e Vigilância Sanitária, e uso de terminal metálico provisório em Brasília. (Págs. 1 e C3)
UE e FMI darão à Irlanda ajuda financeira de até 90 bilhões
A União Europeia e o Fundo Monetário Internacional concordaram com o pedido de ajuda financeira feito ontem pela Irlanda para combater sua crise econômica. Ministros das Finanças dos países da UE creem que o auxílio dará estabilidade à zona do euro. Estima-se que a ajudan vá ficar entre 80 bilhões (de euros) e 90 bilhões (de euros). Este ano, a Grécia recebeu socorro de 110 bilhões (de euros). (Págs. 1 e A14)
 Fala do papa sobre uso de camisinha é bem recebida
Católicos liberais, ativistas e profissionais de saúde de todo o mundo receberam com satisfação a declaração do papa Bento 16 que considerou o uso da camisinha justificado em “alguns casos”. O Vaticano, porém, diz que a afirmação “nem reforma nem muda” os ensinamentos da igreja. (Págs. 1 e A13)
Editorial
Leia “Mudar, mas não agora”, acerca dos juros da dívida dos Estados; e “Comida perigosa”, sobre produtos presentes em alimentos industrializados. (Págs. 1 e A2)

O Estado de S. Paulo

Gabrielle deve ser mantido por mais 1 ano
Montagem do governo prossegue e Dilma planeja se reunir nesta semana com Meirelles, que deixará o BC


O presidente Lula pediu a Dilma Rousseff que mantenha José Sérgio Gabrielli no comando da Petrobrás pelo menos em 2011. Na avaliação de Lula, não é aconselhável mexer na cúpula da empresa no ano em que a disputa pela distribuição dos royalties do petróleo da camada pré-sal será um dos principais assuntos do Congresso.

Dilma já teve muitos embates com Gabrielli, mas deve aceitar a sugestão. A ideia é que Gabrielli deixe a estatal mais à frente para integrar o secretariado do governo da Bahia. O presidente da Petrobrás é, hoje, o nome mais citado no PT para a sucessão do governador Jaques Wagner, em 2014. (Págs. 1 e A4)

Tiririca também rende dinheiro

A votação que consagrou o deputado eleito valerá para seu partido, o PR, cerca de R$ 2,7 milhões por ano no rateio do Fundo Partidário (Págs. 1 e Nacional, A4)
Vaticano relativiza fala do papa sobre camisinha
Mas ONU vê "um passo significativo" para o combate à aids

Um dia após a divulgação de declarações do Papa Bento XVI afirmando que, em certos casos, o uso de preservativos é autorizado, o Vaticano esclareceu que não há "uma mudança revolucionária" na doutrina da Igreja, e sim uma "visão compreensiva" para conduzir a humanidade "rumo ao exercício responsável da sexualidade". Ainda assim, a ONU saudou o comentário do papa como "um passo significativo" na luta contra aids, informa de Genebra o correspondente Jamil Chade. (Págs. 1 e A18)
Companhias aéreas têm planos contra o apagão (Págs. 1 e b12)
Cólera esgota recursos de hospitais do Haiti (Págs. 1 e A15)
Notas e & Informações
Marco regulatório da radiodifusão não tem nada a ver com controle de conteúdo da Imprensa. (Págs. 1 e A3)

Correio Braziliense
Crime da 113 Sul: OAB entra na crise da Polícia Civil
O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - seccional DF, Francisco Caputo, vai pedir hoje ao Ministério Público do DF que apure a conduta de integrantes da Coordenação de Crimes contra a Vida (Corvida) e da 8ª Delegacia de Polícia envolvidos na investigação do caso Vilela. "Essa história está tomando contornos dramáticos. Em vez de elucidar o crime, descobrir se teve a participação de uma terceira pessoa, se houve ou não um mandante, fica um tentando desqualificar o outro", ponderou Caputo. O governador Rogério Rosso convocará a cúpula da corporação para uma reunião, possivelmente hoje. (Págs. 1 e 17, e 18)

Foto legenda: "Esperamos que as autoridades permitam que o crime seja esclarecido". Adriana Vilela, filha do casal assassinado, apontada pela Corvida como autora do crime (Págs. 1)
Dilma escala governadores no seu time
Para negociar com o Congresso, a presidente eleita terá a ajuda dos aliados nos estados, além de sua equipe de ministros. (Págs. 1 e 2)
Infraestrutura: Alerta contra a volta do apagão aéreo
Das 20 obras em 13 aeroportos brasileiros visando a Copa do Mundo de 2014, apenas cinco foram iniciadas efetivamente. Mas o risco de um novo caos pode acontecer já no fim do ano, o que preocupa a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). (Págs. 1 e 10)
Combate à corrupção na gaveta
Sem interesse dos políticos, projetos contra desvio de dinheiro público adormecem no Legislativo. (Págs. 1 e 4)
Enade tranquilo, apesar de protestos (Págs. 1 e 7)
Economia: Tesouro fica com o risco do PanAmericano
Para especialistas do mercado, qualquer problema detectado no banco de Sílvio Santos passa a ser responsabilidade também da Caixa, que assumiu o controle da instituição. Até agora, ninguém admitiu a culpa pelo rombo. (Págs. 1 e 8)
Expectativa em torno de Agnelo
Pesquisa encomendada pelo Correio destaca que quase 80% dos brasilienses acreditam que o petista fará um governo bom ou ótimo. (Págs. 1 e 22)
Valor Econômico
Argentina ameaça Brasil com mais protecionismo
Irritado com o que qualifica de dumping de empresas brasileiras e desconfortável com o crescente superávit comercial do Brasil, o governo argentino ameaça criar barreiras informais contra os produtos do país. A ameaça provocou uma crise diplomática entre as duas nações, que até agora foi mantida em sigilo. Ela foi transmitida, em tom agressivo, ao embaixador do Brasil em Buenos Aires, Ênio Cordeiro, pelo polêmico secretário de Comércio argentino, Guillermo Moreno, conhecido pelo estilo truculento com que trata empresários e funcionários do governo local.

Na semana passada, a intimidação foi motivo de queixa do governo brasileiro, em reunião do secretário-geral de Relações Exteriores, Antônio Patriota, com o vice-ministro de Relações Exteriores argentino, Alberto Pedro D’Alotto. (Págs. 1 e A4)
Teles Pires opõe Furnas à Eletrobras
A concessão da usina hidrelétrica Teles Pires, em Mato Grosso, criou forte disputa dentro da Eletrobras. Furnas, comandada pelo PMDB, ignorou o processo deslanchado pela Eletronorte, outra subsidiária, para a composição de consórcios que vão disputar o leilão da usina e abriu, por conta própria, uma chamada pública para interessados em formar parceria. Por meio de sua assessoria, a direção de Furnas informou que caberá apenas a ela a decisão de com quem irá ao leilão, previsto para 17 de dezembro.

Na dúvida, boa parte das empresas interessadas se cadastrou tanto na Eletronorte quanto em Furnas. Teles Pires atrai os investidores por não ter grandes problemas ambientais e pelo bom preço-teto, de R$ 87 o MWh. (Págs. 1 e B1)
Foto Legenda: Um recorde atrás do outro
A MWM, filial da americana Navistar, bateu recorde na produção de motores em 2010, com 143 mil unidades, e deve superá-lo em 2011. Ela investe para em 2012 retomar a montagem de motores para terceiros, após contrato com duas montadoras, conta José Eduardo Luzzi, presidente. (Págs. 1 e B8)
Ajuda à Irlanda pode chegar a Us$120 bilhões
Encurralada por fuga de depósitos dos seus principais bancos, por um déficit público de 32% do Produto Interno Bruto e pela generalizada desconfiança dos mercados, a Irlanda formalizou ontem pedido de ajuda financeira à União Europeia e Fundo Monetário Internacional. O pedido foi aceito e fontes da UE calculam que o pacote de apoio será inferior ao recebido pela Grécia em maio (US$ 150 bilhões) e deverá ficar entre US$ 100 bilhões e US$ 120 bilhões. Brian Lenihan, ministro das Finanças irlandês, disse que seu país pediu recursos para um fundo de contingência ao qual os bancos nacionais possam recorrer em caso de necessidade. A ajuda, segundo comunicado dos ministros da UE, dependerá da negociação de um "forte" programa que enfrente de "maneira decisiva" os problemas fiscais da Irlanda. (Págs. 1 e A9)
Agrotóxico torna-se um vilão menor do ambiente
Uma nova geração de defensivos que chega ao mercado pretende vencer o desafio de proteger as culturas, aumentar a produtividade da lavoura e reduzir o impacto sobre o ambiente. Eles trazem avanço em três frentes: reduzem o volume de doses aplicadas, solucionam o problema da resistência e fazem combinações para proteção de lavouras contra duas pragas, usando um só produto.

"Estamos retirando do mercado os mais antigos e substituindo por outros que combinem características e ações", afirma Oswaldo Marques, gerente de marketing para cultivos extensivos da alemã Basf. Monsanto, Syngenta e DuPont adotam estratégias semelhantes.
(Pàgs. 1 e B12)
’Gestão afetiva’ de Sílvio é abalada
O jeito Sílvio Santos de lidar com recursos humanos é peculiar - a contratação de empregados quase sempre seguiu exclusivamente seu próprio faro. Por mais amador que isso possa parecer, foi por meio do próprio instinto que ele construiu seu império. As histórias de sua "gestão afetiva" explicam, de alguma forma, por que a descoberta do gigantesco rombo no banco PanAmericano deixou o apresentador perplexo.

Sílvio Santos sempre demonstrou excesso de zelo em relação aos empregados. Cartões personalizados de cumprimentos para os funcionários são uma marca do empresário. Os textos são especiais, dizem. Também passou a ser um ritual dentro da empresa a troca de bilhetes. Os funcionários mais próximos mandam pedaços de papel ao patrão, dando ou pedindo conselhos. Sílvio manda a resposta no mesmo pedaço de papel. "Os bilhetes são uma marca na família", diz a esposa, Íris, que na semana passada lançou um livro com o nome de "Recados disfarçados". (Pàgs. 1 e C8)
Petrobras corta custos e poupa capital próprio
Com R$ 47 bilhões em caixa, o que a coloca como a sexta empresa mais líquida das Américas, rivalizando com o Google, a Petrobras promete usar o dinheiro com eficiência e parcimônia. A estatal, segundo seu diretor financeiro, Almir Barbassa, quer cortar custos tanto dos projetos de exploração e produção quanto das obras. Vai também lançar mão de estratégias financeiras que reduzam a alocação de capital próprio em alguns investimentos. Uma delas será usada com as 28 sondas que vai contratar. A dona dos equipamentos será uma holding, em fase de constituição, em que a Petrobras terá de 5% a 10% do capital - o restante das ações será de investidores financeiros estrangeiros e locais. (Págs. 1, D1 e D4)
Fundos de pensão movem suas carteiras para os ativos reais (Págs. 1 e C1)
Novos negócios na telefonia
A aprovação pela Anatel, do regulamento das "operações virtuais" - empresas como bancos e varegistas que usarão as redes das teles para oferecer telefonia móvel - traz boa perspetiva de negócios para consultorias e empresas de tecnologias. (Págs. 1 e B2)
Consumidor se sofistica
O aumento da renda das classes C e D está mundando o perfil do mercado de bebidas. Esse consumidor está trocando a cachaça por outras bebidas, como uísque e vodca, com preferência pelas importadas. (Págs. 1 e B4)
Especial/Mineração
A criação de uma agência reguladora, a modernização do Código Mineral e o reajuste dos royalties são os três grandes temas da área de mineração presentes na agenda do governo da presidente Dilma Rousseff, diz Paulo Camilo Penna, presidente do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram). (Pág. 1)
Gargalo portuário
Somados, os navios de carga que escalam o Brasil esperaram o equivalente a 3 mil horas, ou 8,2 anos, para atracar nos portos nacionais de janeiro e setembro, 20% mais que em igual período de 2009. Sozinho, Santos responde por metade desse tempo. (Págs. 1 e B8)
Menos crédito na praça
Desde que o rombo do PanAmericano foi divulgado, o mercado de cessão de carteiras de crétido está praticamente parado. Com isso, a oferta de crédito neste fim de ano pode ficar restrita aos grandes bancos. (Págs. 1 e C3)
De volta ao topo
O setor de petróleo e a Petrobras, em particular, voltarão a ter os maiores pesos dentro do Ibovespa a partir de janeiro. As empresas ligadas ao consumo interno também deverão ter importância crescente no índice. (Págs. 1 e D2)
Ideias
Sérgio Leo

O bom funcionamento da Unasul, por seu caráter multilateral, pode facilitar a política extena de Dilma para a região. (Págs. 1 e A2
Ideias
Edmar Bacha

É preciso um mecanismo financeiro que dê aos países emergentes acesso imediato a reservas em caso de crises. (Págs. 1 e A11)
Estado de Minas
Trânsito de BH volta ao ritmo das carroças
Quem passa todos os dias pela Rua Niquelina, no Bairro Santa Efigênia, na Região Leste, encara um verdadeiro teste de paciência. A velocidade média do tráfego no horário de pico da manhã é de 13,42km/h. Trata-se do percurso mais lento da cidade, segundo levantamento da BHTrans em 17 corredores importantes da capital. A situação é crítica até em pistas construídas para liberar o trânsito rapidamente, como a Via Expressa, que corta as regiões Oeste e Noroeste, onde os carros se movem a 24,5km/h. De acordo com a empresa municipal, a lentidão cresce a cada ano, resultado do aumento da frota de veículos e da necessidade de investimentos em transporte público. (Págs. 1, 17 e 18)

Foto legenda: Constrangimentos fazem parte da rotina de motoristas que trafegam pela rua Niquelina, no sentido bairro-Centro. É a via mais lenta da capital
Foto Legenda: No embalo da fé
Ao som de tambores, pandeiros e chocalhos, encontro de congadeiros reúne cerca de 1,5 mil pessoas em área verde da Região do Barreiro, em BH, para marcar o mês da consciência negra. (Págs. 1 e 20)
Igreja ameniza defesa do uso de camisinha
Vaticano esclarece que declarações do papa Bento XVI a favor do preservativo no combate à Aids não representam “uma mudança revolucionária”. (Págs. 1 e 15)
Transição: Governadores reeleitos no pelotão de Dilma (Pags. 1 e 3)
Jornal do Commercio (PE)
Listão de seriado da UPE só sai em janeiro (Pág. 1)
Zero Hora (RS)
Descontrole nas cadeias: Apreensão de mais de 2 mil celulares em 18 meses alarma Justiça
Ao revelar levantamento sobre os principais presídios, juiz alerta para o desafio do Estado de retirar o poder das quadrilhas nas prisões. (Págs. 1 e 46)
Drama no Haiti: Os gaúchos no front da cólera
Sargento a serviço em Porto Príncipe e parentes de outros militares contam como estão lidando com a epidemia que já matou mais de 1,2 mil. (Págs. 4 e 5)
Voos concorridos: Plano da Anac tenta evitar caos no final de ano
Medidas com empresas aéreas serão definidas hoje. (Págs. 1 e 18)
Revisão na Igreja: Papa polemiza ao tolerar uso de preservativo
Assessores do Vaticano relativizam declarações de Bento XVI.
(Págs. 1 e 29)

Fontes: Radiobras – BrasilWiki!

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
BrasilWiki!
São Paulo - SP



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br