Atualizado 20h00 Segunda, 19 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Deu no papel

Preconceito na rede: 20 mil sites

1047 acessos - 0 comentários

Publicado em 21/11/2010 pelo(a) Wiki Repórter BrasilWiki!, São Paulo - SP



DESTAQUES DE JORNAIS E REVISTAS BRASILEIROS, DOMINGO, DIA 21 DE NOVEMBRO DE 2010.

Jornal do Brasil

Brasil tem 20 mil sites que promovem discriminação
Crime avança no Facebook e no Twitter

Negros, homossexuais, religiosos e estrangeiros são alvo de preconceito crescente na internet, e em vários idiomas. A proliferação de lan houses, assim como a falta de leis para investigação e punição dos criminosos, são apontados, por especialistas, como uma das grandes causas do problema, que levou a mais de 52 mil denúncias ano passado. (País, 2 e 3)

O Globo

Parlamentar do Rio chefia fraude de R$ 850 milhões
Inquérito no STF apura evasão na venda de combustíveis

Uma investigação iniciada pela Polícia Civil e que está sob responsabilidade do Supremo Tribunal Federal concluiu que um parlamentar fluminense chefia um esquema de fraude na venda de combustíveis no estado, revela Chico Otávio e Maiá Menezes. Segundo levantamento feito em CPI na Assembleia Legislativa, o esquema de evasão fiscal já causou um prejuízo de pelo menos R$ 850 milhões. Escutas autorizadas pela Justiça comprovaram que "um deputado federal ou senador da República", segundo os investigadores, usava uma linha telefônica da Rádio Melodia para tratar da fraude com o empresário Ricardo Magro, do grupo que controla a Refinaria de Manguinhos, base operacional do esquema, que ainda envolveria um ministro. (Págs. 3 e 4)
Aeroportos terão plano contra caos
Governo e companhias aéreas montaram um plano de emergência para evitar atrasos e filas no Natal e no Ano Novo. Entre as medidas, aviões reservas e reforço nos balcões de check-in e embarque. (Pág. 41)
Lula não tem onde guardar presentes
Quando deixar o cargo, em janeiro, o presidente Lula terá que achar um destino para tudo o que ganhou em oito anos, incluindo presentes de chefes de Estado. O material enche 11 caminhões. (Pág. 13)
Áreas de milícias ainda têm eleitos
Mesmo após a prisão de vários chefes e até cassações, as áreas de milícia mantém seus currais eleitorais. Essas regiões garantiram votos para ao menos dez políticos, três deles indiciados em CPI. (Pág. 30)

Folha de S. Paulo

Erro de cálculo ameaça 13º em Estados e municípios
Governo federal refaz as contas e prevê que os repasses ficarão R$ 8,6 bilhões abaixo do orçamento

Um erro de cálculo ameaça o caixa de Estados e municípios no fim de ano e traz risco para o 13º do funcionalismo, relatam Fernando Canzian e Gustavo Patu.
Após refazer as contas cinco vezes, o governo prevê que os repasses da União ficarão R$ 8,6 bilhões abaixo do cálculo de agosto de 2009 – base de orçamentos de governadores e prefeitos.
A queda afeta mais Norte e Nordeste, mais dependentes de verbas federais, e cerca de 75% dos municípios.
O problema ocorreu porque o aumento da receita do Imposto de Renda e do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), que têm arrecadação repartida, ficaram longe do imaginado.
O Tesouro não quis comentar, mas afirmou que o repasse até outubro foi 7,1% superior ao do mesmo período em 2009. (Pág. A4)
Lula pretende pedir dinheiro no exterior para futuro instituto
Após deixar o poder, o presidente Lula pretende pedir verba a órgãos internacionais, como o Banco Mundial, para ações do seu futuro instituto na África e na América Latina, relata Bernardo Mello Franco.
Lula tem dito que deseja envolver a ONG em projetos de infraestrutura. (Pág. A11)
Melchiades Filho
Pós-Lula, sobrou para Dilma debater ’papel’ da mídia. (Pág. A2)
Brasil deveria condenar Irã por violações, afirma ativista
Ex-prisioneira política no Irã, a americana-iraniana Roxana Siberi, diz em entrevista que a relação do Brasil com o país persa deveria incluir a condenação a violações de direitos humanos.
Para ela, que faz campanha pela libertação dos 500 presos políticos iranianos, "os governos devem atuar multilateralmente" em relação ao Irã. (Pág. A21)
Marcelo Neri
Pobres não devem ser protegidos dos mercados. (Pág. B11)
Cotidiano
Polícia Federal apura a fórmula para fazer uísque falsificado. (Pág. C5)
Editoriais
Leia "Correção de rumos", sobre a crise econômica e seus efeitos no Brasil; e "PPP para a saúde", que comenta a construção de hospitais em SP. (Pág. A2)
Boa notícia - Empregos
Crescem vagas temporárias para quem tem faculdade.

O Estado de S. Paulo

Anac teme caos aéreo e faz reunião urgente com empresas
Principal preocupação da agência é com a venda de passagens para voos extras ainda não autorizados.

A Anac convocou para amanhã uma reunião urgente com os presidentes das principais companhias aéreas, além de representantes de Infraero, Polícia Federal, Receita Federal e Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea). A agência está preocupada com o risco de problemas nos aeroportos em dezembro, durante as festas de fim de ano. Chama a atenção, em particular, a prática de venda de passagens para voos extras ainda não autorizados. Apenas uma grande companhia já teria vendido cerca de 10 mil passagens acima da capacidade dos voos programados no período. (Págs. Economia/B1)
Concessões a quilombolas viram desafio para Dilma
O presidente Lula entregará amanhã o título de propriedade da terra aos moradores da comunidade Ivaporunduva, no interior de São Paulo. O evento passará ao largo das crescentes tensões que envolvem a demarcação de terras quilombolas – uma herança espinhosa para Dilma Rousseff. Estimativa mostra que, se todas as comunidades identificadas forem atendidas, o governo terá de titular 8,5 milhões de hectares – quase duas vezes o Estado do Rio. (Nacional/Pág. A4)
Caixa perde R$ 320 milhões com crise do Panamericano
A Caixa Econômica Federal perdeu mais de R$ 320 milhões com o derretimento do valor de mercado, de R$ 2,1 bilhões para R$ 1,2 bilhão, do Banco Panamericano. Há um ano, a Caixa adquiriu do banco uma participação de 35,5%, por R$ 740 milhões. (Economia/Pág. B12)
Marinha trabalha para ter submarinos atômicos (Nacional/Pág. A18)
Dora Kramer: O papel de Lula
Ninguém de bom senso pode imaginar que Dilma possa se tornar independente de Lula de uma hora para outra. Essas coisas levam tempo. (Nacional/Pág. A8)
MT libera 156 mil km² de terras para pecuária (Vida/Pág. A29)
João Ubaldo Ribeiro: O direito à busca da felicidade
Sem querer ser espírito de porco, não posso deixar de lembrar que iniciativas para ditar nossa conduta estão ficando cada vez mais comuns. (Caderno 2/Pág. D4)
Um crime dentro de outro
O júri acolheu convicção do Ministério Público de que Daniel não foi vítima de crime comum. (Pág. A3)

Correio Braziliense

Caso Villela expõe briga de egos na polícia civil
Crise interna na corporação, que ficou evidente com a apuração do assassinato de José Guilherme Villela, Maria Carvalho Villela e da governante Francisca Nascimento da silva, é agravada pela entrada da 8ª DP na investigação. "Há uma disputa violenta a ponto de desestabilizar a estrutura da polícia", avalia um delegado. (Págs. 29 a 32)
Economia: Dilma avisa que é ela quem manda
Presidente eleita dará a palavra final sobre assuntos ligados ao Ministério da Fazenda e ao Banco Central. Mercado teme que essa centralização possa alimentar a inflação. A preocupação maior é em relação às eventuais interferências na política do BC. (Pág. 15)
Transição: guerra aberta por DAS na Esplanada
A gula dos partidos aliados pelos 21.623 cargos de livre nomeação faz esquentar a disputa dentro do governo, e quem paga a conta de quase R$ 1 bilhão em salários ao ano é o contribuinte. Essa peleja vai durar até meados de dezembro, quando serão anunciados os novos ministros. (Pág. 2)
Enem desgastado é alvo de críticas
Falhas nas últimas provas colocam em xeque o modelo atual do Exame Nacional do Ensino Médio. No olho do furacão está o Ministério da Educação. (Pág. 12)
Trabalho também é lugar para a fé
Na entrevista de emprego é importante o candidato explicar sua crença. Mas, atenção: não existem leis que liberem o funcionário das atividades profissionais por motivos religiosos. (Trabalho&Formação Profissional, Capa)

Estado de Minas

Sacoleiras de BH trocam o Paraguai pelos EUA
Real valorizado e voos diretos para Miami facilitam a vida de quem quer ganhar dinheiro com produtos trazidos da terra do Tio Sam. Desafio é driblar a fiscalização.
(Págs. 17 e 18)
Vale a pena comprar dólares agora?
Não, respondem especialistas em finanças. Com tanta incerteza em relação ao futuro da moeda americana mundo afora, investimento é considerado de alto risco. A recomendação de compra vale somente se for para bancar despesas de viagens. (Pág. 19)
Derrota na urna, alívio na Justiça
Réus em processos criminais, 54 deputados federais que não se reelegeram perdem foro privilegiado e podem se beneficiar da lentidão da Justiça. (Págs. 3 e 4)
Alencar passa bem após transfusão e recene alta (Pág. 10)
Disputa por cargos abala aliança entre PT e PMDB (Pág. 13)

Jornal do Commercio (PE)

Suape: Os caminhos do emprego
Em poucos anos, o polo industrial e portuário já terá contratado 28 mil pessoas. O JC faz o mapa das vagas e mostra o que deve ser feito para conquistá-las, como capacitação e cadastro de currículo.
Consciência Negra
À espera da criminalização da homofobia

Zero Hora

Chegadas e partidas
Num aeroporto, os pequenos e grandes dramas humanos se desenrolam a todo isntante. Inspirada em um livro que mostra esse universo, ZH registra a vida que circula pelo saguão do Salgado Filho.
Editorial
A partilha do poder alerta para riscos da troca de cargos por apoio político no âmbito do futuro governo federal. (Pág. 16)
Em teste: É dia de Enade para alunos da área de saúde e tecnologia
Cerca de 450 mil estudantes fazem prova em todo o país neste domingo. (Pág. 34)

REVISTAS SEMANAIS – DATAS DE CAPA.

Veja, 24/11/2010.

As regras boas (e viáveis) da nutrição sadia
Orgânicos: Em que eles são melhores.

Ração Humana: A busca pela dieta mágica. (Pág. 149)
Dilma e a economia: Os 5 maiores desafios para o novo governo
Convidado a permanecer no cargo e fazer parte do governo Dilma, o ministro da Fazenda precisará agora efetuar ajustes na política econômica para incentivar o aumento dos investimentos e preservar os ventos que sopram a favor do país. (Pág. 124)

Época, 22/11/2010.

Ganhei 1 milhão na internet
Quem são as estrelas da nova geração de brasileiros que está enriquecendo com negócios no mundo digital. (Pág. 74)
Meirelles fica?
A dúvida sobre o presidente do BC no governo Dilma. (Pág. 44)

ISTOÉ, 24/11/2010.

Três grandes segredos para viver mais
A ciência mostra como a sua personalidade, a quantidade de alimentos que você consome e o ritmo do seu relógio biológico determinam uma vida longa e saudável. (Capa)

ISTOÉ Dinheiro, 24/11/2010.

Nas asas da Red Bull
O bilionário austríaco Dietrich Mateschitz, dono da Red Bull e campeão da Formula 1, revela à "Dinheiro" o segredo do seu sucesso. Ele também conta como transformou a bebida energética em um fenômeno de marketing e revolucionou o automobilismo ao rejeitar a vitória a qualquer preço. (Pág. 112)

Auditoria: Sílvio Santos vai para cima da Deloitte
O dono do PanAmericano decide cancelar o pagamento de R$ 1,6 milhão aos auditores porque o serviço não foi prestado. A decisão pode até abrir um precedente positivo para moralizar as relações entre bancos e quem avaliza balanços.

CartaCapital, 24/11/2010.

Mantega confirmado, Palocci no bastidor
Enquanto isso, na bolsa de apostas: Alexandre Tombini no BC e Mercadante no Desenvolvimento.

Guido Mantega fica na Fazenda e ganha poder. Palocci deve cuidar da articulação política. (Pág 24)
Competição: Os bancos nacionais se expandem no exterior
Tidos como alvo fácil dos estrangeiros nos anos 90, os bancos nacionais ganham corpo, expandem as operações no exterior e avançam em novos mercados. (Pág. 36)
The Economist: Como tirar os EUA e a União Europeia da crise?
Uma reportagem especial sobre a economia mundial. (Pág. 39)

FONTES: RADIOBRAS-BRASILWIKI!

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
BrasilWiki!
São Paulo - SP



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br