Atualizado 21h10 Segunda, 19 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Deu no papel

Gays vão às ruas para criminalizar homofobia

831 acessos - 0 comentários

Publicado em 14/11/2010 pelo(a) Wiki Repórter BrasilWiki!, São Paulo - SP



DESTAQUES DE JORNAIS E REVISTAS BRASILEIROS, DOMINGO, 14 DE NOVEMBRO DE 2010. 


Jornal do Brasil



Gays vão às ruas para criminalizar homofobia
Parada do Orgulho LGBT deve receber 1,3 milhão em Copacabana


Os 15 anos da Parada do Orgulho LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, transgêneros e simpatizantes) no Rio são comemorados hoje com uma festa de debutantes em plena Praia de Copacabana. O principal objetivo dos organizadores é lutar pela criminalização da homofobia no Brasil. Este ano, quase 200 homossexuais foram mortos no país. (Págs. 1 e Rio 9)


Magistrados e Conselho Nacional de Justiça brigam no Supremo (Págs. 1 e País 2 e 3) 


O Globo


Choque de ordem terá regra de ocupação, como as UPPs
Projeto piloto será lançado na Tijuca, com guardas durante 24 horas

A política de combate à desordem na cidade vai se inspirar no projeto de pacificação de favelas. O prefeito Eduardo Paes anuncia para março de 2011 o início do Choque de Ordem 2, que vai substituir ações pontuais por ocupações permanentes, informa Selma Schmidt. Assim como as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), a prefeitura criará as Unidades de Ordem Pública (UOPs), formadas por novos guardas municipais, que terão treinamento especial. O projeto piloto será lançado no miolo da Tijuca, que tem 26 mil habitantes e por onde circulam até cem mil pessoas diariamente. Os cem guardas da primeira UOP vão atuar em turnos durante 24 horas por dia. Paes disse estar atento às queixas feitas ao Twitter do @ILE-GALEeDAI, do Globo, e que vai se empenhar para que elas sejam resolvidas. Ele diz que não vai permitir o "e daí". (Págs. 1, 17 e 28)
Fazendeiro ocupa 90% de reserva indígena
Fazendas de gado e de soja ocupam ilegalmente a reserva indígena dos xavantes no Norte de Mato Grosso, levando um clima de guerra à região. Isolados numa área correspondente a cerca de 10% da reserva delimitada pelo governo, os índios sofrem com o desmatamento da mata nativa e doenças, mostra reportagem de Liana Melo. Até o prefeito da cidade mais próxima, São Félix do Araguaia, é acusado de ocupação irregular. (Págs. 1, 38 e 39)
Laboratórios tentam barrar genéricos
Na tentativa de barrar uma nova onda de genéricos, a indústria farmacêutica usa o Judiciário para esticar artificialmente suas patentes e impedir o lançamento de remédios mais baratos. Para o Ministério da Saúde, isso significa um custo extra de R$ 800 milhões por ano. (Págs. 1 e 3)
Karla Maia
A juíza do Enem odeia publicidade. Deu bronca no filho quando ele levou celular para o exame. (Págs. 1 e 13)
Sérgio Guerra
O presidente do PSDB diz que o partido passa a impressão de ser de um pequeno grupo. (Págs. 1 e 12)


Folha de S. Paulo


PanAmericano pagou juros de R$ 120 milhões a cliente
BC suspeita que artifício serviu para camuflar saída de recurso; é o primeiro sinal concreto de desvio

Um cliente pessoa física recebeu mais de R$ 120 milhões de rendimento por ano em aplicação de R$ 400 milhões no Banco PanAmericano, a taxas três vezes superiores às de mercado, informam Leonardo Souza e Mario Cesar Carvalho.

É o primeiro indício concreto de desvio no banco do Grupo Sílvio Santos, segundo o Banco Central.

A suspeita é que os juros tenham sido inflados para camuflar o desvio de recursos do banco. O investidor é Adalberto Salgado, empresário de Juiz de Fora (MG).

Ele tinha R$ 400 milhões aplicados em CDB (Certificado de Depósito Bancário), que costuma render na faixa de 10% ao ano para pessoas físicas. Sua remuneração, porém, era superior a 30%.

O PanAmericano deveria ter informado ao BC que uma pessoa física aplicara um valor inusual. (Págs. 1 e B1)
Para erradicar pobreza, Brasil teria de gastar mais R$ 21,3 bilhões
Para acabar com a pobreza no Brasil seria necessário gastar R$ 21,3 bilhões a mais por ano, além dos R$ 13,4 bilhões do Bolsa Família, segundo cálculos do Centro de Políticas Sociais da FGV.

Para especialistas, a alternativa é expansão contínua do emprego no país.

O que mais pode contribuir é permitir às mulheres trabalhar, analisa Lena Lavinas. (Págs. 1, A14 e A15)
Petrobras fecha 43 contratos com marido de diretora indicada por Dilma (Págs. 1 e A4)

Editoriais
Leia "O caso PanAmericano", acerca dos problemas do banco; e "Lobby dos remédios", sobre a relação entre os médicos e a indústria farmacêutica. (Págs. 1 e A2)


O Estado de S. Paulo


Estados vão pressionar Dilma por mais dinheiro
Lei Kandir, royalties do petróleo, reforma tributária e Fundo de Participação serão os principais focos

A briga dos Estados e municípios por mais dinheiro atingirá níveis inéditos em 2011. Quatro temas na agenda legislativa que envolvem mudanças na distribuição dos royalties do petróleo, reforma tributária, Lei Kandir e revisão dos índices do Fundo de Participação. Se o governo tiver sucesso em suas ambições, Estados e municípios mais pobres terão mais recursos para sem que as áreas mais desenvolvidas percam. É certo, porém, que haverá mais pressões sobre o cofre federal, para contrariedade da presidente eleita, Dilma Rousseff, que gostaria de elevar os investimentos. O tema mais imediato é articulação dos governadores por R$ 7,2 bilhões referentes à Lei Kandir, que trouxe perdas para aos Estados ao desonerar exportações de produtos básicos e semielaborados. Para estrategistas do governo, porém, a Lei Kandir é tema menor na agenda de relacionamento com os Estados em 2011. O grande trunfo é a distribuição dos royalties do petróleo, bolo estimado em R$ 50 bilhões. (Págs. 1 e Nacional A4)

Rio quer fatia da capitalização

O governador do Rio, Sérgio Cabral Filho (PMDB), entrou com Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal para exigir o pagamento de participação na capitalização da Petrobrás. (Págs. 1 e Nacional A4)
"Liquidar o Panamericano seria danoso aos bancos"
O presidente do Conselho do Fundo Garantidor de Crédito, Gabriel Jorge Ferreira, disse não ter razão para duvidar da situação das empresas do Grupo Sílvio Santos dadas em garantia do empréstimo para cobrir o rombo no Banco Panamericano. Em entrevista ao Estado, ele afirmou acreditar que a solução encontrada tenha sido a melhor, porque a liquidação "seria altamente danosa ao sistema financeiro". (Págs. 1 e Economia B1)
Crise no Enem abala emocional de vestibulando (Págs. 1 e Vida A27)
Alías,

Um olhar sobre a educação, a partir dos erros do Enem (Págs. 1 e Caderno 2 Domingo)
Mianmar liberta ativista e Nobel da Paz (Págs. 1 e Internacional A23)
João Ubaldo Ribeiro
A República de Itaparica

Não queremos desmerecer ninguém, mas esse negócio de independência no grito é mole, na ilha foi que o pessoal teve de sair no braço (Págs. 1, Caderno 2 Domingo D4)
Mac Margolis
A trincheira paraguaia

Quem diria que legisladores paraguaios conseguiram frustrar o avanço do espaçoso Chávez e se tornar o firewall da democracia continental?(Págs. 1 e Internacional A18)
Dora Kramer
Insegurança legislativa

Pela primeira vez, uma legislatura será iniciada sem que se saiba realmente quem são os deputados eleitos nem o tamanho de cada partido. (Págs. 1 e Nacional A8)
Notas & Informações
As credenciais de cada um

No torneio do Conselho de Segurança da ONU, o Brasil não é cabeça de chave. (Págs. 1 e A3)


Correio Braziliense


Fraude no Shopping Popular dá cadeia
Polícia Civil prende cinco acusados de venda ilegal de boxes

O Correio acompanhou com exclusividade a ação policial que apertou o cerco a uma quadilha acusada de manter um esquema para a negociação de espaços comerciais. Entre os suspeitos está o presidente da Associação dos Vendedores Ambulantes do Shopping Popular (Asshop), Caio Alves Donato, preso em sua casa no Cruzeiro, e dois ex-servidores do GDF. "Se eu vendi alguma coisa ou não, depois vocês vão ver. Vamos aguardar os fatos", disse, assim que foi algemado. As investigações começaram há quatro meses, após denúncia de ambulantes. Segundo eles, o shopping era usado como um empreendimento particular. Reportagem publicada há uma semana mostrou que o camelódromo se tornou uma vitrine de irregularidades - boxes cedidos pelo governo eram negociados até mesmo para empresários. Os policiais descobriram que uma mesma pessoa possuía até 12 bancas e, para se instalar no shopping, era obrigada a pagar de R$ 6 mil a R$ 80 mil à associação. (Págs. 1, 27 e 29)
Depois do susto
Dilma Rousseff e Lula vistaram José Alencar, que se recupera de enfarte. De acordo com boletim médico, quadro do vice é "estável". (Págs. 1 e 4)
Agências cobiçadas
Presidente eleita prometeu mudar aparelhamento político dos órgãos reguladores, mas poucos acreditam. Vagas serão disputadas a tapa pela base aliada. (Págs. 14 e 15)
Laudo mostra falhas no Hras (Páginas 32 e 33)


Estado de Minas


Quem bancou a eleição dos deputados estaduais
Construtoras, indústria automobilística, mineradoras e siderúrgicas, setor de combustíveis e bancos doaram R$ 15,2 milhões (25% do total arrecadado) às campanhas dos 77 parlamentares eleitos (Págs. 1, 3 , 4 e Editorial 12)
Estado de saúde de Alencar é estável
O vice-presidente José Alencar recebeu a visita do presidente Lula e de sua sucessora, Dilma Rousseff. Eles desembarcaram no aeroporto de Congonhas, de volta da Coreia do Sul, e seguiram de helicóptero para o Hospital Sírio- Libanês, em São Paulo. Alencar se recupera de infarto e tem quadro de saúde estável, segundo boletim médico. (Págs. 1 e 5)

Zero Hora (RS)
Os 10 desafios da segurança no RS
A falta de 12 mil vagas nos presídios está no topo dos problemas para o próximo governo atacar, apontam especialistas. (Págs. 1, 4 e 5)

 

REVISTAS SEMANAIS - DATAS DE CAPA.


Veja, 17/11/2010.



Sílvio Santos
Ele revela a Veja seu plano para escapar da ruína


Época, 15/11/2010.


Quem quer dinheiro?
Como Sílvio Santos levantou a mão para pedir ajuda ao governo


ISTOÉ, 17/11/2010.


As donas da casa de Dilma
Conheça a mãe e a tia que a presidente levará para morar com ela no Palácio


ISTOÉ Dinheiro, 17/11/2010.


Sílvio Santos
A luta pra salvar um império

Numa atitude inédita, o empresário entrega todos os seus bens para evitar a quebra de seu banco, o PanAmericano. Saiba como ele chegou a essa situação, porque ele tomou uma decisão tão dramática e o que o levou a recorrer a um empréstimo de R$ 2,5 bilhões
G20: A estreia de Dilma no coração da guerra cambial
A presidente eleita estreia na cena internacional numa das reuniões mais quentes do G20 e sinaliza que tomará medidas contra o real forte


CartaCapital, 17/11/2010.


Esta chuva dá medo
Os EUA inundam o planeta de dólares e "exportam" sua crise
Diamantino (MT)
A peleja do coronel Gilmar Mendes contra o prefeito
Enem
Há ainda como salvar o exame nacional?


EXAME, 17/11/2010 (Quinzenal)


Vinte anos para ficar rico
O amadurecimento em massa da população abre espaço para que o Brasil dê um salto inédito de desenvolvimento. Mas atenção - a janela para as oportunidades tem data fechar
Economia - Dilma terá de lidar com o lado maldito da herança de Lula
O lado maldito da herança

Gastos em alta, déficit externo crescente, reformas na gaveta - é assim o lado sombrio da política econômica recebida por Dilma Rousseff. Sem uma correção de rota, não seremos um país normal


Fontes: Radiobras - BrasilWiki!


Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
BrasilWiki!
São Paulo - SP



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br