Atualizado 19h36 Segunda, 19 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Deu no papel

Burocracia da Justiça ajudou sequestradores

750 acessos - 0 comentários

Publicado em 23/10/2010 pelo(a) Wiki Repórter BrasilWiki!, São Paulo - SP



DESTAQUES DE JORNAIS BRASILEIROS, SÁBADO, 23 DE OUTUBRO DE 2010.

O Globo


Apesar dos protestos, França sobe idade de aposentadoria
Com recesso escolar, famílias saem de férias e manifestações diminuem

Por 177 a 153 votos, o Senado da França aprovou a reforma das aposentadorias. A principal alteração é o aumento da idade mínima para se aposentar, de 60 para 62 anos. Para ter benefício integral, o francês terá que trabalhar até os 67 anos, em vez dos 65 atuais. Vitorioso, embora desgastado, o presidente Sarkozy deve promulgar a nova lei na próxima semana. O governo espera arrecadar mais de € 4 bilhões ao ano com a reforma. Nas ruas, os protestos contra as mudanças, que vinham se alastrando pelo país, diminuíram devido ao início do recesso escolar de duas semanas. (Págs. 1, 27 e editorial "Na Europa, a hora é de pagar a conta")
Eleições 2010: ’O presidente sai menor do que entrou’
O senador eleito Aécio Neves (PSDB-MG) subiu o tom das críticas ao presidente Lula e disse que ele deixou de agir como chefe de Estado para se tornar cabo eleitoral de Dilma Rousseff (PT). "O presidente sai menor do que entrou nesta eleição", afirmou Aécio, comentando declarações de Lula ironizando a agressão ao candidato tucano José Serra. Aécio disse estar triste pelo comportamento de Lula, com quem, completou, sempre julgou manter "uma relação de amizade e de respeito". (Págs. 1, 10 e editorial "Impedir a violência na campanha")

Míriam Leitão

A grande questão não é o que acertou a cabeça de Serra, mas o que há na cabeça do presidente Lula. (Págs. 1 e 28)

Zuenir Ventura

Pela biografia, Lula devia estender a bandeira branca e não estimular a violência verbal, já literal, que ameaça a campanha. (Págs. 1 e 7)

Foto legenda: Infância. No Planalto, Lula brinca com um carrinho de plástico do presidente da Abrinq, Synésio Batista da Costa, em comemoração à marca de um bilhão de brinquedos produzidos no país. (Págs. 1 e 28)
Domingo no Rio terá Serra, Dilma e Lula
Na orla de Copacabana, amanhã, haverá atos de campanha do tucano José Serra e de militantes petistas, mas a PM não reforçará o policiamento. Lula e Dilma Rousseff (PT) percorrerão a Zona Oeste. (Págs. 1 e 11)
Datafolha: Dilma sobe e abre vantagem de 12 pontos (Págs. 1 e 14)
Presidente do STJ é acusado por estagiário
Um estagiário do STJ diz ter sido demitido pelo presidente do órgão por tentar usar o mesmo caixa eletrônico. Ele acusa Ari Pargendler de ter tido um ataque de fúria. (Págs. 1 e 15)

Haiti agora enfrenta surto de cólera
Doença transmitida por água e alimentos contaminados já matou 150 pessoas e infectou outras 1.500 no país, que ainda sofre as consequências do terremoto de Janeiro. (Págs. 1 e 36)
Sequestradores de Olivetto saem no Dia da Criança e não voltam
Dois dos sequestradores do publicitário Washington Olivetto fugiram da prisão após beneficiados com saída temporária para o Dia da Criança, mesmo sem ter mulher e filhos no Brasil. Os chilenos Marco Rodolfo Rodrigues Ortega e William Gaona Becerra cumpriam pena de 30 anos pelo crime, cometido em 2001. (Págs. 1 e 15)



Folha de S. Paulo

Assessor da campanha de Dilma hospedou repórter
Jorge Siqueira, prestador de serviço, atua na equipe do PT desde a pré-campanha

Jorge Luiz Siqueira, integrante da campanha de Dilma Rousseff (PT) como prestador de serviço, é o dono do flat em Brasília onde o jornalista Amaury Ribeiro Jr. se hospedou na época em que se reunia com o "grupo de inteligência" da candidata.

Amaury, pivô da quebra de sigilo de pessoas ligadas ao PSDB, disse à Polícia Federal que sua estadia havia sido custeada por alguém chamado Jorge, do PT.

Segundo o jornalista, foi nesse imóvel que o deputado estadual licenciado Rui Falcão (PT-SP) teria copiado o material de seu computador. O deputado nega.

Siqueira era gerente de despesas da Lanza - que foi desligada da campanha petista depois de revelada a atuação do grupo - e, com a saída, migrou para a nova contratada, a Pepper. Siqueira não foi localizado para comentar o caso. (Págs. 1 e A4)
Lula volta a afirmar que Serra simulou agressão
Em comício da candidata Dilma Rousseff (PT) em Uberlândia (MG), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a dizer que a agressão sofrida pelo tucano José Serra foi simulada.

"Até um papelzinho que foi jogado na cabeça leva o cidadão a fazer tomografia", afirmou o presidente.

Os objetos que atingiram Serra no Rio voltaram a ser tema dos programas eleitorais tucano e petista. O PT reforçou a acusação de Lula. O PSDB destacou "a agressividade". (Págs. 1 e A10)

Painel

"Achei que precisava dar um tranco no cara", disse Lula a assessores, referindo-se às acusações de simulação contra Serra. (Págs. 1 e A4)
SP já registrou 24 mortes de infectados por superbactéria (Págs. 1 e C8)
Site revela que EUA omitiram morte de 15 mil civis no Iraque
Novos documentos secretos obtidos pelo site WikiLeaks mostram número maior de vítimas civis na Guerra do Iraque do que o apontado oficialmente; mais de 15 mil morreram em incidentes antes ignorados.
Os papéis revelam que os EUA encobriram casos de tortura praticados por forças iraquianas. (Págs. 1 e Al4)
Estudante acusa presidente do STJ de agressão
O estudante Marco Paulo dos Santos prestou queixa contra o presidente do STJ, Ari Pargendler, acusando-o de agressão física e moral.


Segundo Santos, Pargendler o demitiu sem justa causa e arrancou seu crachá na fila de uma agência. O STJ diz que seu presidente só fala na segunda. (Págs. 1 e A11)
Editoriais
Leia "Colcha de retalhos", sobre a necessária reforma da legislação eleitoral; e "Descontrole aéreo", acerca da falta de controladores nos aeroportos. (Págs. 1 e A2)
O Estado de S. Paulo
Chefe de gabinete de Lula vira réu em caso de corrupção
Gilberto Carvalho e o PT são acusados em processo sobre propina em Santo André para financiar campanhas

O PT e Gilberto Carvalho, chefe de gabinete do presidente Lula, tornaram-se réus num processo em que são acusados de participar de quadrilha que cobrava propina de empresas de transporte na Prefeitura de Santo André, informam os repórteres Ana Paula Scinocca e Leandro Colon. O desvio dos cofres públicos, segundo a acusação, chegou a R$ 5,3 milhões, num esquema que seria o precursor do mensalão petista no governo federal. Segundo a ação, o hoje assessor de Lula transportava a propina para o comando do PT quando ocupava a Secretaria de Governo do então prefeito de Santo André, Celso Daniel, que era um dos principais coordenadores da campanha presidencial de Lula e foi assassinado em janeiro de 2002 - supostamente porque não aceitou que parte da propina enriquecesse os envolvidos. O dinheiro, aponta a investigação, serviu para financiar campanhas municipais, regionais e nacionais do PT. Por isso, o partido também responderá ao processo. O Ministério Público quer que o petista e os demais acusados devolvam os recursos desviados e sejam condenados à perda dos direitos políticos por até dez anos. (Págs. 1 e Nacional A4)

Carvalho nega tudo

O chefe de gabinete do presidente Lula, Gilberto Carvalho, disse que já falou sobre o caso várias vezes e que está "com a consciência absolutamente tranquila". (Págs. 1 e Nacional A4)
Documentos secretos sobre Iraque detalham ações ilegais
A organização independente WikiLeaks divulgou 391.832 documentos secretos sobre a Guerra do Iraque, o maior vazamento da história militar dos EUA. Os papéis detalham como o Irã armou milícias xiitas iraquianas, dizem que 109 mil iraquianos morreram na guerra e mostram que houve tortura sistemática contra prisioneiros. O governo americano criticou o vazamento, dizendo que coloca em risco a vida de americanos. (Págs. 1 e Internacional A25)
PT agora quer segurar ímpeto dos militantes
Os coordenadores da campanha de Dilma Rousseff (PT) acreditam que a tarefa de mobilizar a militância no segundo turno para convencer indecisos e ocupar as ruas cumpriu seu papel. Agora, tentam controlar o ímpeto, por acreditar que novos episódios de tumulto, como o do Rio, em que objetos foram atirados no adversário José Serra (PSDB), podem tirar votos da candidata. (Págs. 1 e Nacional A8)
Proposta global dos EUA tem resistências no G-20
A proposta dos EUA de fixar limites aos saldos comerciais dos países, para tentar conter o risco de guerra cambial, encontrou resistência entre ministros do G-20, o grupo das maiores economias do mundo. A oposição não veio só da China, alvo dos EUA, mas de países como Alemanha e Japão, que têm vantagem em seu comércio internacional e obtêm nas exportações parte significativa de seu crescimento. (Págs. 1 e Economia B1)


Burocracia da Justiça ajudou sequestradores
Dezesseis dias antes de o colombiano William Ganoa Becerra e de o chileno Marco Rodolfo Ortega - sequestradores do publicitário Washington Olivetto e foragidos da Justiça - deixarem a penitenciária de Itaí (SP) no indulto do Dia das Crianças, a Justiça havia cassado esse direito. O comunicado não chegou a tempo ao presídio. Os sequestradores saíram e não voltaram. (Págs. 1 e Cidades C8)



Notas & Informações
Tudo azul

O cenário no mercado de trabalho é ótimo, mas poderá se tornar fonte de pressão inflacionária. (Págs. 1 e A3)
Jornal do Brasil
Governadores se dividem na reta final
Petista tem maioria e tucano, os maiores estados

Se nas pesquisas para o segundo turno Dilma Rousseff (PT) está levando vantagem sobre José Serra (PSDB) - o Datafolha de ontem deu 50% a 40% para a petista - quando o assunto é o apoio dos governadores, a disputa fica mais equilibrada, ainda que com apertada vantagem para a candidata do presidente Lula. Dos 18 eleitos no primeiro turno, dez apoiam Dilma e oito, Serra, que tem os dois maiores colégios eleitorais. Nos estados em que a disputa será decidida dia 31, quatro líderes de pesquisa estão com Serra e quatro, com Dilma, que leva também o Distrito Federal. (Págs. 1 e País, 2)
Brasil perde R$ 4 bilhões por ano em furtos no setor do comércio (Págs. 1 e Economia, 13)
Anna Ramalho
Aécio Neves foi ovacionado quinta no Sushi Leblon. Amanhã, ele caminha com Serra pela orla de Copacabana. (Págs. 1 e Rio, 10)
Correio Braziliense
Anvisa lança pacote contra superbactéria
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária determinou um conjunto de medidas para combater a bactéria Kleksiella pneumoniae carbapenemase (KPC). Todos os hospitais e postos de atendimento, públicos ou privados, terão de instalar potes de álcool nas salas onde há contato entre pacientes e profissionais da área médica. As unidades de saúde têm 30 dias para atender à resolução. O governo também vai controlar a venda de antibióticos. A partir de quarta-feira, as farmácias só poderão fornecer o medicamento mediante retenção de receita. Na avaliação das autoridades sanitárias, o uso indiscriminado desses remédios contribui para a ocorrência de micro-organismos super-resistentes. No Distrito Federal, a KPC matou 18 pessoas e contaminou outras 183. A Secretaria de Saúde gastou, em caráter emergencial, R$ 7,9 milhões na compra de medicamentos e insumos hospitalares para erradicar a bactéria. (Págs. 1 e 45)
Papelão eleitoral
Partidos admitem que agressividade predominará na campanha presidencial, com "agenda negativa" e poucas discussões propositivas. Na internet, ataques virulentos vão continuar (Págs. 1, 2 e 3)
UnB reabre inscrições
Estudantes têm até o dia 27 para se candidatar a uma vaga na universidade pelo PAS ou pelo vestibular. (Págs. 1 e 46)
França muda aposentadoria
Senadores aprovam idade mínima de 62 anos para ser integrado à Previdência. Sindicatos anunciam protestos. (Págs. 1 e 18)
Crédito mais caro
Taxa do cheque especial vai a 9,11% ao mês em setembro. Especialistas recomendam empréstimos com juros menores. (Págs. 1 e 21)
Estado de Minas
Prefeitura abre guerra aos flanelinhas ilegais
Fiscais do município e PMs fizeram operação contra guardadores de carro clandestinos na Região Centro-Sul. Logo pela manhã, nove foram presos por exercício irregular da profissão e multados em R$ 1,2 mil. Na regional há 1,4 mil flanelinhas legalizados e um número incerto de ilegais. Contra eles são feitas em média 30 denúncias de extorsão e outros crimes por mês. A operação seria retomada à noite e na madrugada de hoje. A prefeitura garante que o combate a esses flanelinhas será permanente em cumprimento ao Código de Posturas. (Págs. 1 e 19)

Invasores aceitam deixar ’Torre Gêmea’

As 76 famílias acampadas em frente ao prédio interditado depois de incêndio vão receber bolsa-moradia de R$ 300 mensais da prefeitura. (Págs. 1 e 21)

Defesa Civil lança plano para as chuvas

Órgão estadual terá 10 equipes para socorrer municípios, mas exige criação de grupos especializados que hoje só existem em 200 cidades. (Págs. 1 e 20)
Eleições 2010:
Dilma promete mais dinheiro a prefeitos

Candidata do PT apresenta pacote de bondades em reunião com 432 chefes de Executivo em BH. Entre as promessas, estão mais dinheiro para o FPM e inclusão de pequenos e médios municípios no PAC 2. (Págs. 1 e 3)

Serra cobra ação do TSE sobre agressão

O candidato do PSDB, que fez campanha em Porto Alegre ontem, usou seu programa na TV para mandar recado a Dilma Rousseff. "Não vamos nos intimidar", disse, em referência ao incidente no Rio. (Págs. 1 e 5)
Padrão de vida: Renda cresce e leva 3,4 milhões para a classe B
Contingente migrou entre 2003 e 2009 da faixa de rendimento familiar de R$ 1.126 a R$ 4.854 para a de R$ 4.854 a R$ 6.329, segundo estudo da FGV. Só no ano passado, foram 443 mil. (Págs. 1 e 11)
França: Senado aprova a reforma da previdência
Elevação da idade mínima para a aposentadoria de 60 para 62 anos foi aprovada em meio a greves e protestos. Mudança ainda precisa passar em duas comissões, antes de ir à sanção de Sarkozy. (Págs. 1 e 16)
Zero Hora (RS)
Saúde reforça ações contra superbactéria
A KPC, que atinge DF, São Paulo, Paraná e Espírito Santo e determinou medidas da Anvisa, já havia tido quatro casos registrados em Porto Alegre desde 2008. (Págs. 1 e 45)
Foto legenda: Serra em entrevista à RBS
"Não tem nada pior do que obra parada"

Em exclusiva para jornalistas do Grupo RBS, o candidato reduziu o PAC a uma "lista de obras", cujo resultado foi "não acelerar nada". (Págs. 1, 4, 5, 14, Rosane de Oliveira, 10 e Editorial, 22)

Polêmica da bolinha dita nível da campanha. (Págs. 1, 4, 5, 14, Rosane de Oliveira, 10 e Editorial, 22)
Expostos abusos das tropas dos EUA no Iraque (Págs. 1 e 41)

Fontes: Radiobras - BrasilWiki!


Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
BrasilWiki!
São Paulo - SP



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br