Atualizado 23h33 Sábado, 17 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Deu no papel

Uma mulher é morta a cada 2 horas no Brasil

705 acessos - 0 comentários

Publicado em 11/07/2010 pelo(a) Wiki Repórter BrasilWiki!, São Paulo - SP



DESTAQUES DE JORNAIS E REVISTAS BRASILEIROS, 10 DE JULHO DE 2010.


Jornal do Brasil



Novo sócio no clube dos campeões do mundo

Vai sobrar emoção no duelo do pragmatismo contra a arte

É hoje o dia de o mundo do futebol conhecer seu novo campeão. Novo mesmo, já que nem Holanda nem Espanha tiveram ainda o gostinho de erguer a mais cobiçada de todas as taças. A partir das 15h30 (de Brasília), no Soccer City, em Joanesburgo, as duas seleções europeias param o mundo na decisão que coloca estilos distintos. Um é a pragmática Holanda, seleção mais objetiva, que venceu todos os jogos da Eliminatória e do Mundial, comandada por Sneijder, o craque da modernidade. O outro é a Espanha, que traz de volta um estilo clássico, de toque de bola, que parecia banido do futebol. (Esportes D2 a D5)

Um gênio em fazer política

Mauro Santayana entrevista Marco Maciel

Um gênio em fazer política

Discreto

- Maciel sempre brilhou sem fazer alarde. (Tema do dia A2 a A4)

A hora certa para o etanol brilhar

A sangria de petróleo no Golfo do México ajuda o etanol brasileiro a se firmar como a grande fonte de energia renovável e um forte item na pauta de exportações. O entrave é a disputa com os EUA, cuja capacidade produtiva, de 4.700 litros por hectare, é 2.300 litros menor. O Brasil cobra o fim da sobretaxa à importação e do subsídio de US$ 5 bilhões por ano aos americanos. (Economia E4)

O Globo

Principais obras da Copa ainda não saíram do papel

A um ano do 1º evento, aeroportos não têm padrão exigido.

A Copa da África do Sul acaba hoje, e o Brasil começa a correr para deixar em condições estádios e aeroportos das 12 cidades-sede para 2014. Mas muito pouco foi feito e ainda há muito o que fazer, a um ano do primeiro evento, o sorteio para as eliminatórias em julho de 2011. Em Recife e São Paulo, por exemplo, as áreas para a construção de novos estádios não passam de matagais. No Rio, local do jogo final e, possivelmente, da abertura, as obras ainda estão em processo de licitação. A situação dos aeroportos é ainda mais grave, sendo esta a principal preocupação do presidente da CBF, Ricardo Teixeira. O terminal do Tom Jobim/Galeão está passando por mais uma maquiagem, um exemplo do embate que se arrasta há cinco anos no governo Lula, que impede a concessão dos terminais à iniciativa privada.

Absoluto no Rio, PMDB tem apoio de 91 dos 92 prefeitos

Dividido no país, o PMDB se tornou absoluto no Rio: controla o governo do estado, a Assembleia, a prefeitura e a Câmara da Capital. Na eleição, nada menos que 91 dos 92 prefeitos dizem que vão apoiar a candidatura do governador Sérgio Cabral à reeleição. Para historiadores, é uma hegemonia sem precedentes na história política recente ao estado. (Pág. 12)

Estado investe pouco em universidades

Em meio ao debate sobre criação de universidades, dados do MEC mostram que o investimento público no ensino superior, por aluno, cai. Na UFRJ, a situação é de penúria. (Págs. 3 e 4)


Uma mulher é morta a cada 2 horas

Uma mulher é assassinada a cada duas horas no Brasil, que está em 12º lugar no ranking mundial de homicídios de mulheres. As denúncias de violência contra mulheres cresceram 65% no primeiro trimestre de 2010, em relação a 2009. (Pág. 16)

(...) A maioria das vítimas é morta por parentes, maridos, namorados, ex-companheiros ou homens que foram rejeitados por elas. Segundo o Mapa da Violência 2010, do Instituto Sangari, 40% dessas mulheres têm entre 18 e 30 anos, a mesma faixa de idade de Eliza Samudio, 25 anos, que teria sido morta a mando do goleiro Bruno. Dados do Disque-Denúncia, do governo federal, mostram que a violência ocorre na frente dos filhos (...), revela reportagem de Tatiana Farah na edição deste domingo do jornal O GLOBO.

Em dez anos (de 1997 a 2007), 41.532 meninas e adultas foram assassinadas, segundo o Mapa da Violência 2010, estudo dos homicídios feito com base nos dados do SUS. A média brasileira é de 3,9 mortes por 100 mil habitantes; e o estado mais violento para as mulheres é o Espírito Santo, com um índice de 10,3 mortes. No Rio, o 8°   mais violento, a taxa é de 5,1 mortes. Em São Paulo (...) a taxa é de 2,8.

O sociólogo Julio Jacobo Waselfisz, responsável pelo levantamento do Mapa da Violência, criou um ranking das cidades com maior incidência de homicídio feminino em relação à população de mulheres. Dezenove cidades têm incidência de assassinatos maior que o país mais violento do mundo para as mulheres, El Salvador, com 12,7 mortes por 100 mil habitantes. Em Alto Alegre (Roraima) e Silva Jardim (Rio), a taxa chega a ser 80% maior. Nos últimos cinco anos, o índice foi de 22 e 18,8 mortes, respectivamente. (...)

Folha de S. Paulo

Dobra peso de produto básico nas exportações

Com demanda chinesa, matérias-primas respondem por 43% das vendas ao exterior; analistas veem risco

O peso das matérias-primas nas exportações do Brasil praticamente dobrou na última década, saltando de 22,8% no primeiro semestre de 2000 para o recorde de 43,4% (US$ 38,7 bilhões) em igual período deste ano, relata Érica Fraga.

O aumento é atribuído à forte demanda da China por commodities como ferro e soja, que juntas representam 25% de todas as vendas brasileiras ao exterior. Em contrapartida, a participação dos bens industrializados nas exportações diminuiu de 74,4% para 54,4%.

Para economistas, a alta nas exportações de produtos básicos contribuiu para que o país acumulasse US$ 255 bilhões em reservas.

A concentração das vendas em poucos produtos primários, porém, é vista com preocupação. Segundo analistas, a eventual redução da demanda chinesa causará forte impacto negativo se a competitividade da indústria não melhorar. (Pág. B4)

Ficha limpa vai vingar já, afirma presidente do TSE

Em entrevista a Valdo Cruz e Felipe Seligman, o presidente o Tribunal Superior Eleitoral, Ricardo Lewandowski, diz que os fichas-sujas que conseguiram liminares para disputar a eleição estão com as campanhas em risco. (Pág. A4)

BOA NOTÍCIA

Cresce crédito não tradicional. (Negócios)

MÔNICA BERGAMO

Netinho se lança ao Senado e diz que ’comunismo brasileiro’ é meta. (Pág. E2)

EDITORIAIS (Pág. A2)

Leia "A vez do Brasil", sobre a preparação para a Copa de 2014; e "Cuba sob pressão", acerca da libertação de prisioneiros políticos pelo regime castrista. (Pág. A2)

O Estado de S. Paulo

Carga tributária deve bater recorde de 2008 a atingir 34,7% do PIB

Retomada da atividade econômica e fim da desoneração explicam aumento

A carga tributária brasileira deverá bater o recorde de 2008, após ter recuado em 2009. Neste ano, a soma de todos os impostos, taxas e contribuições pagos pelas empresas e cidadãos aos três níveis de governo (federal, estadual e municipal) deverá representar 34,7% do PIB, com alta de 1 ponto porcentual em relação ao ano passado (33,7%). Em 2008, a carga foi de 34,4%. O aumento neste ano pode ser explicado, basicamente, pelo crescimento da economia, que faz ampliar a base de tributação, diz o consultor Amir Kahir, autor do estudo. Além disso, a desoneração concedida para estimular o consumo no período de crise, no ano passado, foi reduzida. (Economia - Pág. B1)

Serra e Dilma elegem alvos para financiar campanha

Os coordenadores das campanhas de José Serra e Dilma Rousseff à Presidência elegeram seus alvos preferenciais para obter fundos. Além dos bancos, tradicionais doadores do PSDB, o tucano apelará para exportadores, que criticam a política cambial que Serra promete mudar. Já os petistas acham que os ricos estão tão satisfeitos com Lula quanto os pobres e que o grosso dos recursos deve vir da indústria naval e dos setores financeiros e da construção. (Nacional, Pág. A4)

Uma usina de conflitos

Operários trabalham na construção da Hidrelétrica de Santo Antônio, em Rondônia: desde junho, a obra vem sendo marcada por episódios de greve, depredações e até conflito entre funcionários e policiais, relata a enviada especial a Porto Velho, Renée Pereira. (Economia, Pág.B 10)

João Bosco Rabello

STF explora omissão do MP

A preservação de Leonardo Bandara no cargo de procurador-geral do MP foi a senha para o STF arquivar o pedido de intervenção em Brasília. (Nacional, Pág. A10)

Regras para o Orçamento

O orçamento inicial do próximo governo será sobrecarregado no gasto previdenciário. (Pág. A3)

A moda (perigosa) do analgésico ’específico’

Farmácias vendem um para cada tipo de dor. Como a maioria, Isabella Barreto toma sem prescrição médica. (Pág. A 19)

Correio Braziliense

Servidores são os que mais querem mandato

De olho numa das 24 vagas na Câmara Legislativa, 102 funcionários públicos apostam suas fichas e popularidade nas eleições de outubro. Para entrar na campanha, um benefício: eles tem direito a 3 meses de licença remunerada. Empresários e comerciantes também dominam o grupo de postulantes. Na atual legislativa, a cada 4 parlamentares, um tem sua própria empresa. Perfil dos 802 candidatos a deputado distrital, traçado pelo Correio destaca ainda que a maior parte dos que sonham com um mandato é homem (75%), tem aproximadamente 45 anos, cursou a universidade e nasceu no Distrito Federal. (Pág. 25 e 27)

Você sabe, o que é inflação?

Metade da população, jovens de até 24 anos, nunca conviveram com o descontrole dos preços e desequilíbrio de nossa moeda. Isso é coisa do passado, ou melhor, dos anos 1980, quando os reajustes dos preços chegaram a 2.000% em apenas 12 meses. Hoje em dia é de apenas 5%. (Pág. 13)

Roriz encara "traidores" e Agnelo

Candidato do PSC diz não estar preocupado com a ameaça de ver sua chapa impugnada pela Justiça: "Eu conheço esse filme. Estou preparadíssimo". Sobre corrupção, é enfático ao afirmar que "em política, negócio não existe. Entrou com negócio ou negociata, eu não entro. Não faço". (Pág. 26 e 29)

MPU - A revolta dos concurseiros

Candidatos reclamam das disciplinas que serão cobradas nas provas do Ministério Público da União. (Trabalho e Formação Profissional - capa)

Zero Hora

50 anos depois - Do inferno ao desenvolvimento

Um ano após asfaltamento de trecho de 129 quilômetros entre Tavares e São José do Norte, rodovia muda a vida da região. (Pág. 28 a 30)

Pesquisa

Ibope mostra corrida eleitoral no Rio Grande (Pág. 8 a 10)

REVISTAS SEMANAIS - DATAS DE CAPA

Veja, 14/7/2010.

O monstro do radicalismo

A fera petista que Lula domou, agora desafia a candidata Dilma.

O programa de governo do PT traz de volta a ameaça de censura à imprensa e reacende um debate: Dilma Rousseff conseguirá controlar os radicais de seu partido e domar o monstro do autoritarismo? (Pág. 65)

Época, 12/7/2010.

Indefensável

As novas confissões e os detalhes macabros do crime que chocou o Brasil e levou um ídolo do futebol para a cadeia

Dilma - qual é seu programa verdadeiro?

Uma trapalhada na campanha revela contradições na aliança governista e expõe dificuldade da candidata em dizer o que vai fazer se for eleita. (Pág. 33)

ISTOÉ, 14/7/2010.

Exercícios sob medida

A ciência do esporte identifica como as diferenças entre homem e mulher interferem na performance de cada um e acaba de elaborar novas fórmulas de treinamento para ele e para ela. Saiba o que mudou e aplique no seu dia a dia. (Pág. 88)

ELEIÇÃO - O patrimônio real dos candidatos à Presidência.

Bens declarados ao TSE pelos candidatos são uma peça de ficção. Há subavaliação de até 300% nos imóveis de alguns deles. Sérgio Pardellas e Luiza Villaméa. (Pág. 41)

ISTOÉ Dinheiro, 14/7/2010.

O livro digital da Positivo

A maior fabricante de computadores do Brasil lança Alfa, um e-book para concorrer com o Kindle, da Amazon, e promete revolucionar o mercado editorial do País. (Pág. 44)

BMB: POR QUE A CVM INVESTIGA ESSE BANCO

O Banco Mercantil do Brasil é pouco conhecido fora de Minas Gerais. É uma instituição familiar, de pequeno porte e concentrada em crédito. É considerado um enigma por suas características. Ocupa a 26ª posição em ativos, mas tem a nona maior rede de agências. Rende pouco: em 2009, os acionistas ganharam 7,4% mais do que a poupança, mas menos que os juros de mercado. Também é um banco com sua dose de conflitos: um grupo de acionistas controladores do Mercantil está sendo objeto de um procedimento interno sigiloso da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). (Pág. 92)

Filho de Donald Trump conta como vai investir por aqui

Donald Trump Jr., filho do magnata americano dos imóveis, desembarcou no Brasil e contou à DINHEIRO seu plano de negócios que pode render US$ 4 bilhões. Em 2003, o clã fracassou por aqui. Será que desta vez é diferente? (Pág. 52)

CartaCapital

Um leão sem critérios

Ao contrário do que diz o senso comum, o Brasil não paga impostos demais. O problema é um sistema kafkiano que alimenta a desigualdade, pune quem produz e inibe o emprego (Pág. 22)

Eleições também nos estados, a força da continuidade

Eleições - Como na sucessão nacional, os candidatos da situação nos estados levam vantagem na disputa. (Por Leandro Fortes) (Pág. 28)


FONTES: RADIOBRAS-BRASILWIKI!


Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
BrasilWiki!
São Paulo - SP



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br