Atualizado 23h33 Sábado, 17 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Deu no papel

O dunguismo está morto. O futebol agradece

1058 acessos - 1 comentários

Publicado em 03/07/2010 pelo(a) Wiki Repórter BrasilWiki!, São Paulo - SP



DESTAQUES DE JORNAIS BRASILEIROS, SEXTA-FEIRA, DIA 3 DE JULHO DE 2010.

Jornal do Brasil

Agente laranja acaba com o sonho do hexa

Brasil fez péssimo segundo tempo e leva à virada da Holanda: 2 a 1
Brasil saiu ontem da Copa derrotado pela Holanda. E também pelo sistema nervoso e pela falta de opções no banco.

Robinho abriu o placar no primeiro tempo, quando a seleção foi bem. No 2º, Felipe Melo fez um gol contra e desestabilizou o time, que permitiu a virada. Melo ainda seria expulso. O Brasil lutou, foi valente, mas o sonho do hexa ficou para 2014. (Págs. 1 e Esportes D2 a D6)

Ficha Limpa: STF libera mais um

Liminar ignora a condenação

Condenada em 2008 por improbidade, por contratar funcionários fantasmas e reter o pagamento de assessores, a deputada estadual Isaura Lemos (PDT-GO) ganhou liminar no STF permitindo a participação na eleição deste ano. A decisão, do ministro Antônio Dias Toffoli, segue a brecha aberta para o senador Heráclito Fortes (DEM-PI) Toffoli questiona a constitucionalidade da nova lei. (Págs. 1 e País A4)

A poeira africana que fertiliza a Amazônia (Págs. 1 e Vida, Saúde & Ciência A16)

O Globo

O fim (definitivo) da era Dunga

Brasil só joga um tempo e, desequilibrado, dá um adeus melancólico ao sonho do hexa

A seleção brasileira deu adeus ontem de forma melancólica à Copa. A exemplo de 2006, foi eliminada nas quartas de final, ao perder para a Holanda por 2 a 1, em Port Elizabeth. Em seu melhor primeiro tempo do Mundial, abriu 1 a 0, com belo gol de Robinho, mas desperdiçou todas as chances de aumentar a vantagem e liquidar a partida. No segundo tempo, um gol contra de Felipe Melo, em falha com Júlio César, aos 8 minutos, mudou tudo. O time se desequilibrou, à imagem de seu comandante, Dunga, que esmurrava a armação de ferro do banco de reservas, em desespero. Símbolo do descontrole, Felipe Melo foi expulso ao pisar em Robben e acabou com qualquer chance de reação. O time pôs fim ao sonho do hexa colérico, sem brilho e sem representar o autêntico futebol brasileiro. Com a cara de Dunga.

E a volta de Felipão (o técnico que não tem medo de craque)

A volta de Luiz Felipe Scolari ao cargo de técnico da seleção para a Copa de 2014 é dada como favas contadas dentro da CBF. Treinador vitorioso, que sabe tirar o máximo dos craques, com rigor, mas também educação, Filipão é visto como a pessoa capaz de levar o Brasil ao hexa, por ser um meio termo entre a passividade de Parreira em 2006 e os impulsos ditatoriais de Dunga. "A Copa que não posso perder é a de 2014, no Brasil", já afirmou, algumas vezes, o presidente da entidade, Ricardo Teixeira, candidato à presidência da Fifa. (Pág. 1)

Folha de S. Paulo

Derrota encerra 2ª era Dunga

Brasil perde para a Holanda e, como em 2006, cai nas quartas. Autor do passe do 1º gol, Felipe Melo marca contra e acaba expulso. Dunga anuncia saída do comando da seleção

A segunda era Dunga na seleção, com o capitão da Copa de 1994 como técnico, terminou com o Brasil eliminado nas quartas, como em 2006. A vitória de 2 a 1, de virada, levou a Holanda à semifinal contra o Uruguai.

A seleção foi para o intervalo na frente, com o gol de Robinho após passe de Felipe Melo. Na segunda etapa, o volante marcou contra (falha dele e do goleiro Júlio César), assistiu à cabeçada de Sneijder no segundo gol holandês e foi expulso por dar um pisão em Robben. (Págs. 1 e Copa 2010)

FERNANDO DE BARROS E SILVA

Dunga: trauma e lição

SÃO PAULO - Em 1982, vivemos um trauma; em 2006, recebemos uma lição. O jogador Dunga é uma consequência histórica do trauma da seleção de 82. E o técnico Dunga parece ter sido o produto da lição de 2006. Não deu certo. O dunguismo está morto. E o futebol agradece.

Voltemos no tempo, porque as comparações esclarecem: a derrota da seleção de Telê, Sócrates, Zico e Falcão, que fascinou o mundo, pertence à ordem da fatalidade -e por isso foi traumática. O destino daquele time marca o fim de uma era do futebol brasileiro. A derrota em 82 acelerou a escalada mundial do futebol-força, feio e pragmático, que, para nós, desembocou na seleção de Parreira, tão bem simbolizada na figura do capitão zangado.

Lembre-se, porém, que em 94 a pátria foi salva por Romário, o gênio arredio, convocado sob pressão na última hora. Naquele time "chatocrático", a ovelha negra fez arte e ganhou a Copa praticamente só.

Em 2006, é o caso de falar menos em fatalidade do que em desleixo. A cena de Roberto Carlos ajeitando a meia enquanto o atacante francês selava nosso destino passou à história como síntese autoexplicativa de um fiasco anunciado. O time galáctico e deslumbrado de 2006 se dissolveu na própria fama -virou éter; o de agora desmoronou na própria fragilidade -virou pó.

Dunga, o treinador, quis se mirar no espelho do capitão vitorioso de 1994. Acabou criando um time à sua semelhança -esforçado, aguerrido, humilde, sem "estrelismos", mas sobretudo um time medíocre e um tanto destemperado.

O discurso patriótico serviu para justificar o espírito punitivo do técnico e os hábitos restritivos e escolares de uma seleção cujos atletas lembram, talvez, mais escoteiros, infantilizados, do que os "guerreiros" da propaganda na TV.

É simbólico que Felipe Melo, o dunguinha versão 2010, termine a Copa no papel de carrasco, como Roberto Carlos quatro anos atrás.

Dunga exagerou na dose. O remédio se transformou em veneno.

Governo Lula duplica gastos de publicidade

A média mensal de gastos com publicidade do governo federal duplicou no primeiro semestre na comparação com iguais períodos de 2007, 2008 e 2009.
O incremento desses gastos é uma manobra para fazer frente às restrições do ano eleitoral, relata Rubens Valente. Houve um movimento similar em 2006. (Págs. 1 e A8)

FAB devolve peças do Legacy sem justiça autorizar

Material do Legacy envolvido no acidente com o avião da Gol que deixou 154 mortos voltou à dona do jato sem a Justiça autorizar. A devolução prejudica eventuais novas perícias. (Págs. 1 e C1)

Projeto afrouxa fiscalização de obras da Copa

O texto da Lei de Diretrizes Orçamentárias tira obras da Copa- 2014, das Olimpíadas de 2016 e da Petrobrás de controles do Tribunal de Contas da União. O Congresso vai avaliar o projeto. (Págs. 1 e A10)

Editoriais

Leia "Perigo à mesa", sobre regras da Anvisa para a propaganda de alimentos; e "Lições da Copa", acerca da derrota da seleção brasileira na África do Sul. (Págs. 1 e A2)

O Estado de S. Paulo

Brasil de Dunga é eliminado

Seleção perde de virada para a Holanda por 2 a 1, mostra descontrole emocional e procura para 2014

A seleção brasileira foi eliminada da Copa ao ser derrotada pela Holanda, de virada, por 2 a 1. O time fez um bom primeiro tempo, mas mostrou desequilíbrio emocional no segundo - cujo ápice foi a expulsão de Felipe Melo, jogador que melhor representava os "guerreiros" da equipe do técnico Dunga. Foi de Melo, ainda, o primeiro gol holandês, em falha grosseira dele e do goleiro Julio Cesar. "Como comandante, eu acho que a culpa é de todos nós. Eu assumo a maior parte", disse Dunga, que deixou a seleção - Mano Menezes é o preferido da CBF para substituí-lo. Restou ao treinador celebrar o que chamou de resgate do "amor à camisa" na seleção. (Págs. 1, E1 e E12)

Serra e Dilma aparecem empatados

Pesquisa Datafolha realizada entre 30 de junho e 1.º de julho indica empate técnico entre o tucano José Serra, com 39% das intenções de voto, e a petista Dilma Rousseff, com 38%. O resultado trouxe alívio ao PSDB e surpresa ao PT. Dois levantamentos divulgados nos últimos dias apontaram 5 pontos de vantagem para Dilma Rousseff (40% a 35%). (Págs. 1 e Nacional A4)

Chávez quer tomar ações de TV opositora

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, ameaçou "recuperar" as ações da TV opositora Globovisión cujos donos, Nelson Mezerhane e Guilhermo Zuloaga, estão foragidos. Chávez afirmou que intervirá em empresas de Mezerhane para recuperar o dinheiro que ele teria levado de banco de sua propriedade e que sofreu intervenção. (Págs. 1 e Internacional A14)

País perde R$ 7 bilhões em acordos para liderar AL (Págs. 1 e Economia B1)

Nova liminar contra Ficha Limpa põe lei em dúvida (Págs. 1 e Nacional A8)

Notas & Informações: Bondades em gestação de Itaipu

A revisão do tratado recairá no bolso do cidadão brasileiro. (Págs. 1 e A3)

Correio Braziliense

 Chega

De Dunga, de Felipe Melo, de jogo feio, de destempero, de Jabulani, de vuvuzela, de sofrer e de não ser Brasil. (Pág. 1 e Super Esportes, págs. 4 a 19)

PF leva Arruda à força para depor

O ex-governador estava em casa, no Park Way, quando policiais bateram à porta para conduzi-lo à Procuradoria Regional da República, no Setor de Autarquias Sul. Após ter se negado a depor por duas vezes, Arruda prestou informações, na condição de testemunha, sobre o envolvimento da promotora Deborah Guerner em crime de corrupção. De acordo com o procurador Alexandre Camanho, o ex-governador colaborou bastante. (Págs. 1 e 31)

Governo confirma 6.655 aprovados

Na última semana para a homologação das seleções, conforme a exigência da legislação eleitoral, 20 órgãos públicos garantiram a nomeação de novos servidores. Há possibilidade de novas publicações hoje. No DF, o Cespe divulgou ontem o resultado final do certame para a Polícia Militar, com 1,5 mil vagas. (Págs. 1, 21 e 22)

Menos taxas

Detran está proibido de cobrar para aceitar as vistorias feitas por empresas privadas. Já a CEB terá que devolver o PIS e a Cofins cobrados na conta de luz. (Págs. 1, 33 e 39)

E a Ficha Limpa?

Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral deflagra investida contra liminares do STF favoráveis a candidatos condenados pela Justiça. Decisões do Supremo têm interpretações distintas. (Págs. 1, 2 e 3)

Caneta solta                                    

Na véspera do período oficial das eleições, governo promove a farra do empenho no Orçamento para obras com repercussão. Em apenas um dia, foi reservado R$ 1,29 bilhão. (Págs. 1 e 6)

Jornal do Commercio (PE)

Mais quatro anos...

Depois de um primeiro tempo empolgante, em que até pareceu classificado, o Brasil foi eliminado da Copa com derrota para a Holanda por 2x1. Agora, só resta esperar por 2014. Dunga vai deixar a equipe. Uruguai garantiu a outra vaga de ontem para as semifinais. (Pág. 1)

Ajuda não chega para os "invisíveis" da Mata Sul (Pág. 1)

Zero Hora

Pane na África

Depois de início promissor, Brasil de Dunga se desequilibra no segundo tempo, sofre virada de 2 a 1 da Holanda e faz o país refletir, de novo, sobre um modelo de seleção, desta vez para uma Copa em casa. (Pág. 1, Jornal da Copa, págs. 4 e 5 e Editorial, pág. 20)


Fontes: Radiobras-BrasilWiki!



Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
BrasilWiki!
São Paulo - SP



Comentários
01
Reporte abuso
Don Becerra
Praia Grande/SP. 03/07/2010

Brasil 1x0: 30’ e a Holanda aperta, e olhamos p / banco e não vemos ninguém: substitutos? Nada. Técnico? Nada. Ccomandante? Nada. O QUE ESSES TURISTAS FORAM FAZER NA ÁFRICA? Nada, nada.. Apenas nos envergonhar novamente. Para nosso deleite, Cardelon e os Hermanos vieram juntos. Foi só diferença de horas...


Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br