Atualizado 23h33 Sábado, 17 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Deu no papel

Vítimas da chuva no Nordeste disputam lixo

1296 acessos - 1 comentários

Publicado em 26/06/2010 pelo(a) Wiki Repórter BrasilWiki!, São Paulo - SP



DESTAQUES DE JORNAIS BRASILEIROS, SÁBADO, DIA 26 DE JUNHO DE 2010.


Jornal do Brasil


Chuvas atingem 158 mil


O número de pessoas atingidas pela tragédia das chuvas em Pernambuco e Alagoas já chega a 158 mil, entre desabrigados e desalojados. No primeiro estado, a infraestrutura foi muito castigada, com 2.300 km de estradas e pelo menos 26 pontes destruídas. O governo federal decretou moratória de impostos. (pág. 1 e Tema do dia, págs. A2 e A3)


Reforma financeira tem acordo nos EUA

Após 20 horas de reuniões, o Congresso americano alcançou um acordo para a mais ampla reforma financeira no país desde a década de 30. O texto, que será votado terça-feira, visa proteger os consumidores e a economia de crises como a de 2008. A oposição republicana criticou a reforma, estimada em US$ 22 bilhões. (pág. 1 e Economia, pág. A13)

Vice de Serra abre crise no DEM

A confirmação de Álvaro Dias como vice na chapa de José Serra deflagrou uma crise no DEM. O principal aliado do PSDB não abre mão de indicar o candidato a vice, mas os tucanos querem fortalecer a campanha no Paraná. (pág. 1 e País, pág. A4)


O Globo

Obama consegue apoio para reforma financeira

Pacote amplia regulação do mercado dois anos após crise

Depois de mais de 20 horas de negociações com senadores e deputados, o governo americano conseguiu um acordo para aprovar quase integralmente a reforma do sistema financeiro proposta pela Casa Branca. O pacote chega quase dois anos após a maior crise enfrentada pelo país desde a década de 30. Entre as medidas, estão maior proteção ao consumidor, regras para o mercado de derivativos e mais rigor na concessão de hipotecas e cartões de crédito. Regulamentar o setor financeiro e buscar o equilíbrio entre ajuste fiscal e crescimento econômico serão os temas do encontro do G-20, que começa hoje no Canadá. (págs. 1, 25 e 26)


Vice abre crise na campanha de José Serra

O PSDB escolheu o senador Álvaro Dias, do Paraná, para vice na chapa de José Serra, mas o DEM resiste à indicação. (págs. 1, 3, 4 e Merval Pereira)


Em desafio à lei, condenados vão às convenções

Diversos pré-candidatos já condenados pela Justiça se lançarão em convenções neste fim de semana e até quarta, desafiando a Lei da Ficha Limpa. (págs. 1 e 10)


Vítimas da chuva no NE disputam lixo

Desabrigados de Barreiros, em Pernambuco, se instalaram nas margens das rodovias e, no meio da lama podre, disputam comida e destroços. (págs. 1 e 12 a 14)

Charge Chico


Entreouvido entre torcedores

- Joguinho Dunga, não?


Folha de S. Paulo


Acordo nos EUA limita especulação bancária

Lei para conter crise, que tem de passar no Congresso, dá mais poder ao governo

Comissão do Congresso americano aprovou projeto que dará ao governo mais poder sobre os bancos,incluindo as possibilidades de assumir seu comando e dividir instituições cuja quebra poria o sistema em risco. A lei, que inclui restrições a investimentos arriscados e maior controle de agências de avaliação de risco, é um passo crucial para a mais ampla reforma financeira desde a década de 30. Ela ainda terá de voltar ao Congresso para ser aprovada. (págs. 1 e B4)

Análise

Acordo é vitória de Obama, que defenderá sua "exportação", avalia Marcos Antonio Cintra. (págs. 1 e B4)


DEM critica escolha do vice de José Serra

Maior partido da aliança em torno de José Serra (PSDB), o DEM se rebelou contra a indicação do tucano Álvaro Dias como vice. "Entendemos que, se não for o Aécio [Neves], o vice é nosso", afirmou o presidente do partido, Rodrigo Maia. A escolha de Serra pretendia desmontar o palanque que Dilma Rousseff (PT) tenta montar no Paraná com Osmar Dias (PDT) para o governo. (págs. 1, A4 e A10)

Análise

Para vice, Serra teve apenas plano A, de Aécio Neves, escreve Renata Lo Petre. (págs. 1 e A10)


Relatório do Planejamento admite falhas contra cheias

Relatório do Ministério do Planejamento aponta "desarticulação" das ações do governo federal contra inundações no país, relata Estelita Hass Carazzai. Entre as falhas, precariedade dos dados, equívocos na atuação da Defesa Civil e falta de planos de segurança de barragens. O texto apenas debate o assunto, afirma o ministério. (págs. 1 e C1)

Lula diz que necessidade de monitorar as ações anticheias no Nordeste impede ida ao G-20 no Canadá. (pág. 1 e Poder 2)


Nova partilha do petróleo poupa 141 municípios

A emenda do Congresso que divide os recursos da exploração do petróleo de forma igualitária beneficia 141 cidades, que continuarão com os mesmos pagamentos que recebem hoje. Entre elas, há 20 municípios do RS, Estado dos autores da proposta. (págs. 1 e B10)

Judiciário tem greves em 21 Estados e no DF

Diversas greves nas Justiças Federal, Trabalhista ou Eleitoral envolvem 21 Estados e o Distrito Federal, segundo a federação nacional de trabalhadores do setor. Em pelo menos quatro regiões - SP, MT, CE e PB -, também há paralisação na Justiça estadual. (págs. 1 e A12)


Programa eleva alfabetização

Projeto no Ceará elevou de 15% para 56% o total de alunos que leem e escrevem no 2º ano, afirma o governo. Criado em 2007, o programa pode se expandir para o país, segundo o Ministério da Educação. (pág. 1 e Cotidiano 2)

USP e Unicamp não vão usar o Enem em seus vestibulares

Os vestibulares 2011 da USP, realizado pela Fuvest, e da Unicamp não utilizarão o Exame Nacional do Ensino Médio como parte da nota, informa Fabiana Rewald e Patrícia Gomes. Segundo as universidades, o Enem será realizado muito tarde (em 6 e 7 de novembro) e não haverá tempo para computar sua nota. A Unicamp cogita usar o Enem num eventual programa de inclusão para alunos da rede pública. (pág. 1 e Cotidiano, pág. 2)


Fernando Veloso


Ensino infantil faz desigualdade social diminuir. (págs. 1 e B11)


Obras raras de Goethe mofam em sala do governo

Mais de 6.000 volumes ligados a Goethe (1749-1832), o maior nome da literatura alemã, estão em uma sala da biblioteca do Ministério da Justiça sem climatização nem sistema anti-incêndio. O governo nega que os livros estejam em local inadequado, mas diz que vai restaurar tudo até 2011. (págs. 1 e E3)


Pedágio sobe em rodovia estadual paulista nesta 5ª

Os pedágios nas rodovias paulistas serão reajustados nesta quinta e poderão ter tarifas "quebradas" em R$ 0,05. No trecho oeste do Rodoanel, o motorista deverá pagar R$ 1,35 (hoje é R$ 1,30). Para concessionárias, o troco ficará mais difícil. O governo nega. (pág. 1 e Cotidiano 2)


Editoriais


Leia "Rotina do desastre", sobre enchentes no NE e omissões do poder público; e "Segurança e direitos", acerca da instalação de escutas em presídios. (págs. 1 e A2)

 


Rotina do desastre

Nas enchentes do Nordeste, o que há de imprevisto em toda catástrofe natural não esconde as conhecidas omissões do poder público.

Cenas dramáticas, que sem grande exagero poderiam ter-se verificado na recente catástrofe do Haiti, ocorrem em Pernambuco e Alagoas, depois das chuvas das últimas semanas. Em Palmares, a 129 km de Recife, dezenas de pessoas reviram o lodo em busca de comida. A cidade, de 59 mil habitantes, só conta com um ponto de abastecimento de água potável.


Em União dos Palmares, a 80 km de Maceió, as ruínas são saqueadas durante a noite; disputa-se fisicamente a posse de coisas como um simples botijão de gás.
Totalmente destruída, a cidade de Branquinha (AL) haverá de simplesmente ser refundada em lugar mais alto, se vingarem os planos da prefeitura local. Pertences dos desabrigados de Pernambuco e Alagoas, de computadores a álbuns de família, são encontrados nas praias da Paraíba. Há 154 mil desabrigados.

Catástrofes naturais ocorrem em toda parte, e não há como prever de modo absolutamente confiável o seu grau de violência.

Nem tudo era imprevisível, todavia, na tragédia nordestina. Quebrangulo, Moreno, Escada, Primavera: desde 2003, essas cidades sofrem pela terceira vez com as enchentes do inverno. Trinta por cento das cidades agora afetadas já enfrentaram o mesmo problema nos últimos sete anos.

Mesmo assim, pelo menos 15 das cidades alagoanas atingidas pelas chuvas não contavam com órgãos de defesa civil.

O Estado de Pernambuco não dispõe de radar meteorológico, tornando-se impossível identificar com antecedência o local preciso de uma tempestade. Foi, em todo caso, pelo aviso dos sinos de uma igreja que os habitantes de Barreiros (PE) puderam refugiar-se, horas antes do desastre.

Seria excessivo acusar de demagogia eleitoral a visita feita pelo presidente Lula aos municípios atingidos. Liberam-se verbas, agora, com máxima urgência para os Estados de Pernambuco e Alagoas; não poderia ser outro o comportamento das autoridades.

Poderia ter sido outra, contudo, a atitude do governo federal quando decidiu alocar em um único Estado, a Bahia, quase metade das verbas destinadas a prevenir catástrofes desse tipo.

À frente do ministério responsável pela decisão estava o peemedebista Geddel Vieira Lima, candidato ao governo baiano nas próximas eleições. De 2003 a 2009, a Bahia registrou 431 casos de emergência devidos a circunstâncias climáticas. Foram 542 em Pernambuco -que recebeu, em 2009, menos de 4% dos recursos federais de prevenção, contra os mais de 48% destinados à Bahia. Alagoas nada recebeu. Já não era muito, em todo caso: R$ 70 milhões estavam reservados para situações desse tipo no orçamento.

Entre lágrimas e vivas, o presidente Lula agora anuncia R$ 550 milhões para a recuperação das cidades devastadas. De normas para a preservação ambiental a planos racionais de ocupação urbana, é entretanto incalculável o quanto há a ser feito, em qualquer Estado do país, para que o imprevisível não faça parte, como hoje, da mais cruel rotina.


O Estado de S. Paulo


Álvaro Dias é escolhido vice de Serra e irrita DEM


Após longo impasse, PSDB anuncia tucano para a chapa presidencial, mas principal aliado faz ameaça

O PSDB anunciou, ontem, após longo impasse, a indicação do senador tucano Álvaro Dias (PR) para vice na chapa de José Serra à Presidência, ainda sob o impacto da pesquisa CNI/Ibope que mostrou a candidatura do partido em queda. Dirigentes do PSDB consideram a indicação de Dias "irreversível", apesar de o principal aliado dos tucanos, o DEM, recusar a chapa puro-sangue e insistir em ocupar o posto - Rodrigo Maia, presidente do DEM, disse que os tucanos têm até o dia 30, data da convenção dos democratas, para mudar de ideia. Já o PPS e o PTB aprovaram a decisão. A escolha tucana foi uma solução política para evitar que um curto-circuito no Paraná ameace sua liderança na única região em que bate a petista Dilma Rousseff. Com isso, o PSDB abandonou a possibilidade de escalar Patrícia Amorim, presidente do Flamengo, que seria uma novidade de apelo popular. (pág. 1 e Nacional, pág. A4)

Reação

Rodrigo Maia (presidente do DEM)

"Se querem um acordo no Paraná, o PSDB que se sacrifique. Não podem pedir para o DEM abrir mão."


Após chuvas, Nordeste corre risco de epidemias


O começo de um surto de diarreia em Maraial, na Zona da Mata Sul, a 50 km de Palmares (PE), serviu de alerta para autoridades de saúde que monitoram os municípios afetados pelas enchentes em Pernambuco e Alagoas. Elas temem uma onda de epidemias, como leptospirose e cólera, cujos sintomas levam pelo menos uma semana para se manifestar. O alerta é reforçado pelo fato de que a cólera é endêmica na região. (pág. 1 e Cidades, págs. C1 e C3)


BNDES dobra sua fatia em empresas

O BNDES dobrou nos últimos seis anos sua carteira de fundos de investimento, por meio dos quais participa de empresas. Já são 170, a maioria em desenvolvimento. (pág. 1 e Economia, pág. B3)

Sanção dos EUA inclui etanol


A lei de sanções contra o Irã aprovada pelo Congresso americano ontem inclui pela primeira vez restrições contra venda de etanol a Teerã, em claro recado ao Brasil. Isso significa que, se a Petrobrás decidir vender etanol aos iranianos, poderá ser alvo de retaliação americana. A estatal informou que não tem planos de exportar o combustível ao Irã. (pág. 1 e Internacional, pág. A16)


Brasil deve dar primeiro passo para banir amianto (pág. 1 e Vida, pág. A26)

Verba do Ministério da Pesca cresce 73 vezes (pág. 1 e Economia, pág. B7)


Celso Ming: Os bancos sob mira


A reunião do G-20 tem uma sólida comissão de frente favorável à taxação dos bancos que, até agora, o governo brasileiro rejeitou. (pág. 1 e Economia, pág. B2)

Maria Rita Kehl: Tristes trópicos

O projeto de revisão do Código Florestal proposto por Aldo Rebelo é escandaloso. Defende os que querem agarrar tudo o que puderem, já. (pág. 1 e C2+Música, pág. D18)

Notas & Informações: Saneamento e eleição

Com sensibilidade eleitoral, Lula fez da assinatura de lei de saneamento uma festa política. (págs. 1 e A3)


Correio Braziliens


Horário de servidor fica mais flexível

Uma decisão do Tribunal de Contas da União abre um precedente polêmico no funcionalismo federal: a flexibilização da jornada de trabalho. A Secretaria de Fiscalização de Pessoal do TCU considera legal e legítima a adoção do horário corrido porque estaria de acordo com os conceitos de gestão pública voltada para resultados e melhoria da eficiência. Esse regime, defendido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), já recebe adesões dos servidores da Anvisa e da Anac. O Ministério do Planejamento é contra a medida e deve recorrer ao plenário do TCU. (págs. 1 e 16)


S.O.S. Nordeste


O socorro às vítimas das enchentes vai além da entrega de mantimentos. A maior preocupação em Alagoas são as doenças decorrentes da chuva, como leptospirose e diarreia. Pernambuco cria as embaixadas da esperança. (págs. 1 e 12 a 14)


Eleições - Serra escolhe o vice e DEM quer cair fora


Os tucanos estremeceram a aliança com o Democratas ao escolher o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) como vice na chapa à Presidência de José Serra. "Não tem sentido colocar um peso morto na campanha e ainda afrontar o maior aliado", esbravejou o deputado federal Ronaldo Caiado (DEM-GO). (págs. 1 e 2)

Trânsito - Lei seca pega 276 carteiras por mês no DF

Nos quatro primeiros meses do ano, seis em cada 10 carteiras de habilitação recolhidas pelo Detran são de motoristas sob efeito de álcool. Mais de 700 processos tramitam na Justiça referentes a condutores que estavam com índice de alcoolemia considerado infração criminal. (págs. 1 e 36)

Estado de Minas


Descaso assassino

Em 72 horas, 17 mortes na BR-381. E a prometida duplicação da rodovia não sai do papel

Só ontem foram 9 mortos, depois que um caminhão com 30 toneladas de fios de aço tombou e esmagou um Gol e uma Parati, em Caeté. Entre as vítimas, uma grávida e duas crianças. Em 72 horas, morreram 17 pessoas no trecho conhecido como Rodovia da Morte, entre a capital e Governador Valadares. No ano passado, foram 138 mortos. Construída na década de 1950 para um fluxo médio de 500 veículos/dia, a estrada já recebe 63 mil. E a situação tende a piorar. A duplicação, adiada inúmeras vezes, agora tem conclusão prevista para 2015. (págs. 1, 19 e 20)


PSDB indica Álvaro Dias para vice de Serra

Escolha do senador tucano abre crise com o Democratas, que ameaça deixar a coligação. (págs. 1 e 3)


Aprovado em 1º turno reajuste da Educação

Projeto que fixa os subsídios de professores e servidores do estado tem de passar por 2ª votação na Assembleia, para vigorar em janeiro. (págs. 1 e 21)


Jaíba começa a exportar banana-prata

Parceria do governo do estado, Banco Mundial e produtores viabilizará os primeiros embarques em janeiro, para Europa e Oriente Médio. (págs. 1 e 11)


Jornal do Commercio (PE)


Chile não assusta

Brasil foi apático contra Portugal e o goleiro Júlio César garantiu empate por 0x0 com defesa milagrosa (abaixo). Agora, nas oitavas, seleção vai para cima dos chilenos, velhos fregueses em Copas. Portugueses pegam a Espanha. (pág. 1)


Resistência na escuridão


Vítimas de Palmares vigiam o que escapou da chuva com lanternas. Governo descentraliza ajuda. (pág. 1)


Manobra de piloto evita o que poderia ter sido uma tragédia (pág. 1)

Planos de saúde (pág. 1)


Zero Hora


PSDB escolhe tucano para vice de Serra e DEM reage

Divulgação do nome de Álvaro Dias (PSDB-PR), pelo presidente do PTB, Roberto Jefferson, conturbou a campanha, ao despertar queixas de partido coligado. (págs. 1 e 8)


Serviço público: Prova da CEEE reúne 20 mil em Porto Alegre

Seleção vai preencher 261 postos com salários de até R$ 2,9 mil. (págs. 1 e 18)


Chamado: Dia de se unir para enfrentar o crack


Voluntários convocam os gaúchos a participar. (págs. 1, 4, 5 e 17 Artigo)


Fontes: Radiobras-BrasilWiki!


Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
BrasilWiki!
São Paulo - SP



Comentários
01
Reporte abuso
vera bokel martins costa
brasilia 26/06/2010

Procura-se com enorme dificuldade como ajudar vitimas do Nordeste brasileiro, onde entregar esses mantimentos, pois quando foi para o Sul toda hora saía na TV. Isso é temor só pq o Lula é do local? Estou desolada com o descaso dos meios de comunicação, sei que estamos vivenciando a Copa, isso não é motivo.


Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br