Atualizado 00h00 Sábado, 01 de novembro de 2014   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Poesias

Zumbi, Rei dos Palmares

13229 acessos - 31 comentários

Publicado em 16/11/2008 pelo(a) Wiki Repórter Teka.Pinheiro, Valinhos - SP



Negro de pele brilhante e de idéias liberais; célebre por sua coragem e por sonhos divinais. Este é o rei. O Rei Zumbi dos Palmares. - Foto: web

Hoje, passado um século
Alegremente, venho exaltar
O rei negro, valente, indomável
Que viveu prá sua raça libertar

Quem ainda nunca ouviu falar do negro
Pare um pouco agora prá escutar
Como é linda a história deste anjo
Que resolvi, neste dia, lhes contar

Cansado de viver no cativeiro
E vendo sua gente só sofrer
Zumbi rompeu a rede da injustiça
E nas matas, com seu povo foi viver

Negro de pele brilhante e de idéias liberais
Célebre, por sua coragem e por sonhos divinais
Zumbi, fundou no Estado de Alagoas
O "Quilombo dos Palmares"

Na busca incessante, da paz tão sonhada
Fugindo dos açoites e dos ferros em brasa,
Do medo dos senhores e da aflição da senzala,
Na Serra da "Barriga" fizeram morada

Protegidos por florestas de palmeiras
E tendo o velho mestre na dianteira
Os filhos do infortúnio e da tortura
Esqueceram-se das algemas e das canseiras

Filhos das matas, dos rios e cascatas
Amigos dos bichos e da lua prateada
Ignoraram o grito de dor, que longo tempo suportaram
Respirando o ar puro das montanhas abençoadas

Subiram serras, ouvindo o sabiá
Pularam vales, atrás do uirapuru
Dormiram no seio da noite azul
Correram montes de Norte a Sul

Mas, um dia o terror lá no morro chegou
E o que era só felicidade, de repente sucumbiu
Os capitães do mato os encontrou
E uma enxurrada de sangue, desceu pelo triste rio

Só que o pai negro, gigante e justiceiro
Guardião da fortaleza e protetor dos infelizes
Que tinha no sangue a justa rebeldia
Driblou a todos com grandiosa maestria

Passado alguns anos, o nosso herói, tombou vencido
Traído cruelmente, por um antigo amigo
Seu povo finalmente, foi dominado e humilhado
E o "Quilombo de Zumbi", foi esquecido.

PS.: Em homenagem ao Centenário da "Abolição dos Escravos" (1888/1988)

Poesia de minha autoria Maria Teresa Pinheiro, publicada na IV Antologia de Poetas e Escritores do Brasil - Volume XI - 1989 (Selecionados pela Revista Brasília), organizada por Reis de Souza.

Nota: no dia 20 de Novembro, comemora-se o "Dia da Consciência Negra".       Portanto, com este meu poema, presto a minha mais sincera homenagem.



Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
Teka.Pinheiro
Valinhos - SP



Comentários
01
Reporte abuso
Karen Gisele
RJ 24/11/2011

Ameiiii o texto, vou usar para fazer umsoneto


 
02
Reporte abuso
samya
itapajé-ceará 18/11/2011

vcs são legaiss pois defendem o negro ñññ são racistas igual a vitoria carvalho


 
03
Reporte abuso
gabryelle luiza
maceio 19/09/2011

haaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.
que massa , o texto ta otimo como digo senpre.....
adooooogooo........
bjssssssss com amor e muito carinho da byby...
kkkkk.
te doro e doro o saite. Entro senpre que posso
thal


 
04
Reporte abuso
viviane maria castro alves
são paulo 11/04/2011

pena vc não estar vivo Zumbi. Todos iriam te agradecer por teres sacrificado tua vida27Reporte abuso
Italo
São Paulo

Parabens gostei muito da sua poesia, é magnífica e harmômica. Resalto que você em momento algum relacionou o negro com droga, rastafari, falta de higiene, falta de inteligência, prostituição. Lembro a nossa poetisa que a Rainha de Sabá era negra da Etiópia e ofereceu ao Rei Salomão valiosos presentes, o que significa que o reinado dela era próspero.
obrigado


 
05
Reporte abuso
Téka Pinheiro
Valinhos - SP. 07/11/2010

Gabriela e Viviane, agradeço o carinho apresentado em seus comentários. Quanto a você, Julie, fico grata em saber que o mesmo será apresentado como trabalho de pesquisa em sua escola. Saiba que isto será uma honra muito grande para mim. E creio que onde o Zumbi estiver, ele vai estar feliz. Beijos.


 
06
Reporte abuso
julie
ME MAN SP 04/11/2010

ESSE POEMA É LINDO EU VOU APRESENTAR ELE NA ESCOLA


 
07
Reporte abuso
viviane
fortaleza 04/11/2010

e lindo esta homenagem a zumbi dos palmares


 
08
Reporte abuso
viviane
fotaleza 04/11/2010

é um texto muito legal homenagiando zumbi dos palmares


 
09
Reporte abuso
Gabriela Coletti Sperancin
Campinas 09/03/2010

Téka!!! Admirei seu poema, está de parabéns!!! uma excelente escritora!!Beijão.


 
10
Reporte abuso
Téka Pinheiro
Valinhos - SP. 01/03/2010

Aline, de São João de Meriti, e Carla, de São Paulo: minhas queridas e aplicadas leitoras, desculpe-me a demora em retornar seus comentários. Mas, creia-me, fiquei lisonjeada e feliz, por contribuír em suas pesquisas e estudos. Vocês tiveram sensibilidade para captar a essência do poema. Parabéns! Beijos


 
11
Reporte abuso
carla
sao paulo 25/11/2009

CARA, essa poesia muito linda. Olha, pegei e apresentei lá na minha escola. Minha professora adorou.


 
12
Reporte abuso
aline
sao joao de meriti 23/11/2009

Eu amei. Tinha quer fazer um trabalho da escola com poesias sobre negro e essa me ajudou bastante. Parabéns!!!


 
13
Reporte abuso
TÉKA PINHEIRO
VALINHOS - SP. 14/05/2009

Caro leitor Wagner Ribeiro, fiquei muito feliz e orgulhosa em saber que a minha poesia, de alguma forma, poderá ajudar em sua monografia sobre filosofia e cultura negra. Saiba que é uma honra para mim que a mesma faça parte de tão importantes escritos, e mais gratificante ainda, é poder reavivar a memória de tão ilustre herói, principalmente em se tratando de Zumbi, que pagou com seu próprio sangue para impor seus ideais. Boa sorte e muito sucesso em sua vida futura. Um abraço carinhoso!!!


 
14
Reporte abuso
Wagner Ribeiro
São Paulo 13/05/2009

Obrigado pela poesia, a citarei em minha monografia sobre filosofia e cultura negra.


 
15
Reporte abuso
nois é nois
nois-ansioso por cultura!! 22/11/2008

Téka, nossa amiga e companheira, obrigado pelas explicações, clareou e muito. Hoje em dia, recebemos informações diversas e acabamos ficando órfão da verdade. valeu grande poetisa, toda atenção a mim dispensada vai ficar gravada na minha memória. Arigatô gozai imachita-konintchua-sayonára --FUI!!-- N.B. Tradução bem exdrúxula do linguajar nipônico-muito obrigado-boa tarde-adeus!!hahahha!!


 
16
Reporte abuso
TÉKA PINHEIRO
VALINHOS - SP. 22/11/2008

Meus agradecimentos à todos os leitores, e àqueles que fizeram comentários sobre este poema.


 
17
Reporte abuso
TÉKA PINHEIRO
VALINHOS - SP. 22/11/2008

Sayonara, cheguei... Caro amigo Wikirepórter nois é nois - nois, pela consideração que tenho por você, e pelo conhecimento que tenho sobre a vida de Zumbi, vou tentar colocar uma luz neste túnel mal iluminado. Fazendo um resumo, após uma violenta batalha de 22 dias, no quilombo dos Palmares, ao ataque das armas de fogo, os negros respondem lançando água fervente ou laçando e enforcando os inimigos que ousam aproximar-se. O combate será decisivo: dos mil negros que defendiam a posição, duzentos caem no abismo, centenas tombam mortos ou feridos, e uns poucos fogem como podem. Entre eles, apesar de ter sido baleado por duas vezes, está Zumbi. O rei negro só morrerá um ano depois. Traído por um antigo companheiro, é localizado e morto juntamente com um punhado de homens, que permaneceram lutando até o fim, leais a seu chefe. Sua cabeça é decepada e exposta no centro de Olinda, para que sirva de exemplo. Mais que a morte de um herói, o episódio representa uma importante etapa na história da luta pela emancipação do negro no Brasil. O quilombo dos Palmares, cujo último líder foi Zumbi, participou intensamente desta história. PS: Texto resumido da enciclopédia "Novo Conhecer Brasil"- Vol.I Abril Cultural - Editor: Victor Civita. Título desta matéria: Palmares, o Quilombo de Zumbi. Págs 44 a 45. Nota: Espero ter ajudado um pouco. Abraços.


 
18
Reporte abuso
nois é nois
nois 21/11/2008

Téka, primeiro, parabéns pela justa homenagem aos negros do Brasil e ao rei Zumbi dos Palmares. Mas eu não poderia deixar passar em brancas nuvens um "pequeno grilo", que na verdade me incomoda bastante. Existem alguns historiadores que deixam bem claro a conivência do famoso Rei Zumbi na venda de seus súditos. Gostaria de saber qual a verdade nesta parafernalha. Eu bem sei que a oposição chegou a criar coisas até de Jesús Cristo, imaginem do Zumbi. Então fiquei matutando, foi deveras um Rei, ou na verdade mais um espertalhão??!!! PS: Não levar em consideraçào minhas dúvidas, se for possível, dar uma luz neste negro túnel mal iluminado!! Sayonara, FUI.


 
19
Reporte abuso
Alfredo
Salvador 21/11/2008

Você é ótima e doce como o mel. Castro Alves é homem que soube conduzir uma revolução sem derramar nenhuma gota de sangue, mas deixou um mar cheio de exemplos para serem seguidos por todos nós. Um abraço.


 
20
Reporte abuso
Catucha
Indaiatuba 18/11/2008

Parabéns Teka, maravilhosa sua homenagem.Triste é saber que ela, a escravidão, ainda existe de muitas formas e pouco podemos fazer. Um grande abraço.


 
21
Reporte abuso
ANA
Paulínia - SP 18/11/2008

Ao acessar o site BrasilWiki!, fiquei maravilhada com o que vi. Uma poesia, postada com o nome Zumbi, Rei dos Palmares, de autoria de minha amiga Téka, que ao terminar de ler, de tão emocionada chorei. Que primor de poema, foi como sugar a mais doce, a mais perfeita e bela flor de um jardim. A magia das palavras me transportou para uma janela que me deu a visão do infinito. Você cantarolou em versos a beleza do nosso Brasil, falando dos rios e cascatas, dos nossos pássaros como o uirapuru, enxergou o céu azul e adormeceu no seio das montanhas. E com toda a pureza, relevante de uma poetisa defensora da escravatura, exaltou o carismático e meigo, porém forte e valente ZUMBI. Parabéns, linda, linda, linda... Sua poesia.


 
22
Reporte abuso
Carlos
São Paulo - Capital 18/11/2008

Você encanta quando sussura a beleza e a fragilidade de uma comunidade reprimida. Conseguiu enxergar a grandeza de um povo, e até me fez lembrar um verso de Castro Alves, talvez o poeta que mais defendeu a escravidão. "Se o índio, o negro africano, e mesmo o perito Hispano, tem sofrido servidão; Áh! Não pode ser escravo, quem nasceu no solo bravo da brasileira região!". Téka, magnífico seu poema, de coração para coração!.. Amei...


 
23
Reporte abuso
TÉKA PINHEIRO
VALINHOS - SP. 17/11/2008

Caro amigo wiki repórter Coiote, e amigas Sueli e Elza, eu é que agradeço a vocês, por escreverem tão lindas palavras e terem esta sensibilidade, para sentir este poema, na sua essência!.. É gratificante para um poeta(isa), quando através de sua obra ele(a) consegue transmitir algum sentimento. Vocês realmente, conseguiram me emocionar. Obrigado. E um beijão para todos.


 
24
Reporte abuso
Coiote_DF
Brasília 17/11/2008

Realmente. Parabéns TEKA, muita sensibilidade ao escrever esta linda poesia. "Abolição dos Escravos", incrível, como pensar que já existiu um sistema escravatista em algum lugar, né? Como puderam fazer isso? Parece surreal... Reitero os parabéns; muito justa a homenagem a Zumbi, um verdadeiro herói. Um beijo. :)


 
25
Reporte abuso
BrasilWiki!
São Paulo 17/11/2008

A foto foi enviada à redação de BrasilWiki! Pela autora!


 
26
Reporte abuso
Elza Maria Struciatti
Valinhos - SP 17/11/2008

Téka minha doce poetisa, quanto sentimento nobre você colocou nessa poesia, sentimento esse que não falta em você. A foto, então, é maravilhosa. Até nisso você tem o dom de saber escolher, pena que poucas pessoas têm esse sentimento de amor ao próximo. Nós teríamos um mundo melhor se elas respeitassem e não julgassem o ser humano pela cor ou raça. O que importa é o coração de cada um. E meu lema é: "Se não respeitas, não serás respeitados; se julgas, será julgado". Por isso, amiga, é que te admiro e te respeito. Você bem o merece. Continue nos proporcionando alegria e sensibilidade ao lermos seus lindos poemas.


 
27
Reporte abuso
SUELI APARECIDA S. GARCIA
JUNDIAI - SP 17/11/2008

Parabéns ao setor de edição do Brasilwiki, que emoldurou este maravilhoso e inesquecível poema com esta explêndida foto. Não é preciso dizer mais nada, me chamou a atenção essas mãos que afagam o Zumbi com tanto carinho, tentando amenizar seu sofrimento, só pode ser a mão da poetisa Téka, mulher humana e com muita garra que respeita seu próximo, independente de cor, raça, ou religião. Nota mil pelo poema e pela foto. Téka parabéns. Espero que outras pessoas ao lerem este poema e contemplarem esta linda foto, sigam seu exemplo respeitando seu próximo.


 
28
Reporte abuso
TÉKA PINHEIRO
VALINHOS - SP. 17/11/2008

Caro Sr.Ítalo, quando resolvi fazer este poema, li e pesquisei muito sobre a vida de Zumbi. Admiradora maior do poeta Castro Alves, que tem em sua totalidade obras dedicadas à escravatura, me inspirou a escrever sobre o tema. Com certeza, busquei elementos do meu âmago. E se, porventura, consegui tocá-lo com palavras vindas do fundo de minha alma, pode ter certeza que meu objetivo foi atingido. Agradeço sua atenção em lê-lo e pelo seu expressivo comentário. Abraços da autora.


 
29
Reporte abuso
sergio rodrigues sobral
são gonçalo Rio 16/11/2008

Eu não sou racista, só não gosto de calígula e de nazista. mas adoro uma mulatinha uma pretinha cherozinha.


 
30
Reporte abuso
HeMan
São Paulo 16/11/2008

Claro, sr. Ítalo. Agora, vamos lembrar de todos os brancos que se destacaram na história de alguma forma. Citou o Pita; eu cito o Maluf. Um negro e um branco: dois safados sem-vergonha que roubaram os tubos do dinheiro público. O padre Marcelo é branco, o papa é branco e, veja você, até Jesus (dizem) era branco. Eu poderia citar um caminhão de "brancos" famosos aqui. Mas estaria sendo tão preconceituoso quanto você. Você e tantos outros que ainda não entenderam que a única coisa que diferencia negros dos brancos é a cor da pele. Negros conseguem ser mais racistas do que muitos racistas brancos o são!


 
31
Reporte abuso
Italo
São Paulo 16/11/2008

Parabens gostei muito da sua poesia, é magnífica e harmômica. Resalto que você em momento algum relacionou o negro com droga, rastafari, falta de higiene, falta de inteligência, prostituição. Lembro a nossa poetisa que a Rainha de Sabá era negra da Etiópia e ofereceu ao Rei Salomão valiosos presentes, o que significa que o reinado dela era próspero e muito bem administrado e por uma mulher. Lembro também que Moisés, (Príncipe Faraó) libertador do povo Hebreu, casou-se com uma negra não menos importante. Vamos lembrar também do grande engenheiro André Rebouças (também negro). Nós, negros, precisamos levantar a confiança dos brasileiros mostrando aos nossos antepassados que brilharam e que eram todos da raça negra. A primeira arquiteta formada na Bahia era negra. Lembro também de José do Patrocínio, brilhante negro. E muitos outros que os movimentos negros esquecem de falar deles. Atualmente, temos muitos negros que representam os expoentes do Brasil, tais como doutor professssor Edivaldo Brito (área do Direito) Celso Pita, Padre Sadock, professor doutor e mestre Valter Crispim(Contabilidade Pública), o doutor Ademar Bento Gomes, Pelé (venceu tudo e tornou-se ministro). E muitos outros que poderiam ser lembrados como ídolos pelos Movimentos Negros. Parabéns pela forma magnífica e harmônica de sua poesia.


Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2014. Brasil Mídia Digital

jb.com.br