Atualizado 23h10 Quinta, 23 de outubro de 2014   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Deu no papel

Projeto dá direito a bens materias para a amante

5663 acessos - 16 comentários

Publicado em 28/12/2010 pelo(a) Wiki Repórter dilmamentiras, Içara - SC



O Projeto de Lei 2.285/07, que institui o Estatuto da Família, em trâmite no Congresso Nacional, reconhece à mulher que se convencionou chamar de amante o direito aos bens do companheiro, se comprovada que a união for prolongada.

“A Lei, da forma como está, é conivente. A Lei não pode referendar o erro cometido pelo homem”, disse Maria Berenice Dias, vice-presidente do Instituto Brasileiro de Direito da Família (IBDFam) e uma das autoras do projeto de lei, proposto pelo deputado federal Sérgio Barradas Carneiro (PT-BA). Na última quarta-feira, o PL foi aprovado na Câmara e deve seguir para o Senado.

A polêmica envolve principalmente a chamada bancada evangélica. No dia da votação, por exemplo, o deputado Bispo Gê (DEM-SP) chegou a afirmar que a Lei é a “institucionalização da bigamia”.

Já Berenice afirma justamente o contrário. Com a lei, essa bigamia branca, que ocorre na prática, seria inibida. “Hoje não há consequência nenhuma para quem mantém duas famílias dessa forma”, explica.

Fonte: Jornal A Tribuna

A Igreja é contra

O Projeto de Lei 2.285/07, de autoria do deputado Sérgio Barradas Carneiro, do PT. Ironicamente, o parlamentar é membro do Instituto Brasileiro de Direito das Famílias. Ironicamente porque, na prática, em vez de defender os valores da família, afeta-os com suas propostas. Como exemplo, seguem dois artigos do referido projeto: "Artigo 7 - É dever da sociedade e do Estado promover o respeito à diversidade de orientação sexual. ( ... ) Artigo 68 - É reconhecida como entidade familiar a união entre duas pessoas de mesmo sexo, que mantenham convivência pública, contínua, duradoura, com objetivo de constituição de família, aplicando-se, no que couber, as regras concernentes à união estável".

Como se vê, o objetivo desse "Estatuto das Famílias" é formalizar a união civil entre pessoas do mesmo sexo, incluindo a adoção de crianças por homossexuais, corrompendo a sacralidade do casamento como a união entre um homem e uma mulher.

Professor de Antropologia e Direito, o pastor Carlos Eduardo Neres Lourenço, da AO em Curitiba (PR), avalia que, infelizmente, a legislação brasileira já não proíbe expressamente a adoção de crianças por casais homossexuais. "Ela tão somente fixa o modelo de família heterossexual como ideal e abre a possibilidade de formação de família mononuclear, ou seja, da adoção de crianças por solteiros ou solteiras, divorciados," e VIUVOS.

Tratando do conceito de família, pastor Lourenço lembra que o artigo 226 da Constituição Federal reconhece como família aquela resultante do casamento (caput e §§ 10 e 20) - civil ou religioso com efeitos civis - entre homem e mulher, e institui também a família mononuclear composta por um dos pais e sua prole (§40). Porém, movimentos pró-hornossexualisrno querem o reconhecimento da união homossexual como "casal" e "família",e consequentemente a adoção de crianças por homossexuais. "Esse modelo não é reconhecido juridicamente como unidade familiar, mas o que se pretende é esse status", ressalta Lourenço.

Fonte: www.searadecristo.com.br



Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
dilmamentiras
Içara - SC



Comentários
01
Reporte abuso
Maria
DACIDE 31/12/2011

Vivo há 9 anso com um cara, masi velhoq eu; Pága meu aluguel, e me dá 600 reais a mais, total, 1100 Sou obrigada e conviver, embora tenha sido uame scolha minha, com um cara bêbado(só faz sexo bêbado), que me obriga a fazer a hora emq ele bem ker; Ele fica louco qdo tá bêbado, só não em agride fisicamente, mas xinga, grita palavrão, mexe com mulher alheia pra todos verem; Liga pra todos meus conehcidos, me denigre.No final, não s elembra de nada... Enfim...penso ter meus direitos.(FILMO TUDO)


 
02
Reporte abuso
Messias Sena
Salvador 03/10/2011

Essa lei é mais que justa. As familias paralelas não surgiram no século XXI, são existentes desde à antiguidade, logo, o Estado é obrigado à regular esse tipo de família, dizendo sim quais são os direitos e deveres que lhe cabem e quais as consequências que recaem sobre cada membro. Quanto aos homossexuais, a Igreja quer negar fato concreto e isso é inadímissivel. Em todo Brasil homens e mulheres constituem vida com seus parceiros homoafetivos, e essa família também merece aparato estatal.


 
03
Reporte abuso
Elizabethe
Tianguá 20/06/2011

As pessoas só pensão no que faz de errado quando tem que pagar por isso, essa lei é mais que justa quando o homem vive com as duas mulheres ou é separado e vive com outra, pois os filhos não tem culpa por nada e nem as mulheres, quem deve respeito a mulher é o marido e não a outra, minha irmã viveu nove anos com um pessoa casada, ele vivia com ela e sua esposa conseguiu a maioria dos bens com minha irmã teve três filhos com ele e os outros três filhos não querem dar nada a eles.


 
04
Reporte abuso
GABIi
FARROUPILHA 08/05/2011

QUEM FEZ ESSA LEI, PENSOU MUITO BEM,AFINAL AS AMANTES SAO MUITO MAIS DEDICADA Q AS ESPOSAS. E SE ELAS FOCEM BOAS NAO SERIA TRAIDAS, É CULPA DELAS OS MARIDOS ARRUMAREM OUTRAS.


 
05
Reporte abuso
Juliana
Dourados-MS 14/04/2011

Com certeza é uma bigamia disfarçada, a distorção da unidade familiar, a família não terá mais segurança jurídica. As mulheres que se sujeitam a serem amantes devem arcar com as consequências de seus atos, ou seja, tornaram se amantes porque quiseram e já que não tem vergonha na cara, que se ponham em seus lugares, esse é o preço pago por serem ordinárias, não devem ter direito nenhum, pois não tem sacrifícios nenhum, nunca vi uma amante lavar uma cueca, ou ficar medindo febre de seu companheiro


 
06
Reporte abuso
sandra
salvador 17/03/2011

Essa lei é um absurdo, sou esposa e trabalho dia e noite pra termos o que podemos juntos, como vem uma que só faz usurpar e tem direitos as coisas que eu ajudei a conquistar.


 
07
Reporte abuso
margarida
bh 23/02/2011

deus é justo


 
08
Reporte abuso
vande
blumenau sc 05/02/2011

agradeço os deputados que apravaram essa lei.sou amante a 13 anos e nao tenho seguranca frinanceira e porque amo ele talves nas do que uma esposa convencional


 
09
Reporte abuso
Tania
RJ 06/01/2011

Que beleza! Adorei. Sou amante sim e faz tempo, mais de 30 anos, portanto, acho mais do que justo. Agora a Igreja não tem que se meter nisso não, nem catolica, nem evangelica, e os padres pedófilos ? E os pastores que tem muitas mulheres ???? Melhor a igreja ficar quietinha e fora dessa.


 
10
Reporte abuso
SELMA JULIA SILVA
UBERLANDIA 04/01/2011

ADOREI POIS VIVO EM SITUAÇAO DDE AMANTE AGORA ESTOU MAIS ALIVIADA POIS FAZ 15 ANOS QUE ESTOU VIVENDO ESTA SITUAÇAO SEM DIREITOS ALGUM OBRIGADA MEU DEPUTADOS....


 
11
Reporte abuso
Aline
NH/RS 03/01/2011

Minha amiga não sou amante e nem sem vergonha, mas concordo plenamente, por que vamos continuar tapando o sol com a peneira isto existe desde que o mundo é mundo, temos o dever de abrir os olhos e não ver so um lado da questão até por que considero o mais errado, sem vergonha e mais, sem respeito nenhum por seu conjuge aquele que arruma a amante elas não entram nas casinhas para tirarem os maridinhos de suas esposas e convenhamos elas fazem de conta que não sabem, por que convem a elas......


 
12
Reporte abuso
katia
c.l mg 03/01/2011

essa lei é um absurdo! Os filhos do casamento legal é que pagam com tudo isso e não as vagabindas e os safados!


 
13
Reporte abuso
renata silva
porto alegre 31/12/2010

essa lei é favoravel sim, pois pq amantes não podem ter direito aos bens, afinal elas são mais usadas do que as mulheres . obrigada. obrigada sr. deputados por entender que as amantes são prejudicadas.


 
14
Reporte abuso
The Morning Star
São Paulo 29/12/2010

As pessoas não deveriam criticar tanto a lei sem analisar os dois lados antes... Leiam, por exemplo o artigo publicado em http: / / oriodementes.blogspot.com / 2010 / 12 / direitos-para-amantes-uma-medida.html


 
15
Reporte abuso
Eu
RIo de Janeiro 29/12/2010

Essa lei e pros sem vergonhas que trai as suas mulheres caras safados. Essa lei nao pode ser aprovada nao tio. aushaushuahs


 
16
Reporte abuso
eli
noruega 29/12/2010

Quem fez essa lei foi uma amante ou um cara safado, sem vergonha, cheio de amantes?


Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2014. Brasil Mídia Digital

jb.com.br