Atualizado 20h51 Quarta, 23 de abril de 2014   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Cultura

O que de mais rico no negro se encerra: sua cultura.

612 acessos - 2 comentários

Publicado em 22/11/2010 pelo(a) Wiki Repórter josemir(aolongo...), Volta Redonda - RJ



A crueldade insana contra os escravos africanos, torna-se dificil ser concebida... atroz, acachapante, horripilante e mórbida. 
A visão dos navios negreiros, que por aqui aportaram, era algo sobrenatural. Absolutamente sobrenatural. Por isso, a preferência pelo desembarcar durante a escuridão das noites. Ou se, durante o dia, em praias desertas e afastadas, tamanha a visagem de terror, que assumia-se na natureza, por instantes definidos, na ocasião do desembarque. 
Os negros viveram sob a dominação dos açoites, durante mais de três séculos, num país de 500 anos... foram obrigados a calar-se, emudecerem-se, desalegrarem-se, mas sobreviveram. Deixaram viva sua cultura, coberta de Arte Natural, cultura pura e cristalina, que açambarça todo o território Nacional, em suas festividades mais consagradas. Por isso, no hoje, fazer-me calar-me, faz-se propriedade inerente a ninguém. Por isso, todos os negros, têm como obrigação, buscar organizar-se. Precisamos, mais do que nunca e de forma urgente, adentrarmos ao mundo dessa imunda politica racista. Precisamos mais que nunca, fazer com que possamos experimentar os prazeres e regozijos, desfrutados por outrens. Pela minoria. Precisamos promover uma reviravolta de peso. Precisamos ser, no pais, que por direito, muito nos pertence. Por isso, no hoje, jovens inteligentes, indagam-se o porquê de Pixinguinha ter sido um dos ídolos de Vilas Lobo, assim como Cartola, João Pernambuco... indagam-se estupefatos, como Candeia, Ataulfo Alves, Nelson Sargento, Monarca, Cartola, Zé Keti, Luiz Carlos da Vila, conseguem escrever verdadeiras obras primas, irretorquíveis, assustadoramente perfeitas, sem terem sido academicos. 
Nós negros, precisamos cada vez mais espargir nossa história, nosso talento, nossa força, nossa inteligência. Por que de tantas celebridades negras escondidas? Urge a necessidade de estudarmos. Urge a necessidade de popularizarmos - em termos de conceito -, o porquê da dança da Umbigada, do Jongo. Todos precisam saber do peso e do poder espiritual do som advindo dos tambores. Isso, sem violencia, de forma consciente e civilizada Mas, preparados para tudo e todos.
Dói-me a alma ter que ler Oliveira Martins, historiador potuguês, sec.XIX, escrever: "Havia lá, no seio do navio balouçado pelo mar, lutas ferozes, uivos de colera e desespero. Os que a sorte favorecia nesse ondear de carne viva e negra, aferravam-se à luz e olhavam a estreita nesga do céu. Na obscuridade do antro, os infelizes promiscuamente arrumados a monte, caíam inânimes num torpor letal, ou mordiam-se, desesperados e cheios de fúrias. Estragulavam-se: a um saíam-lhe do ventre as entranhas, a outro quebravam-se-lhes os membros nos choques dessas obscuras batalhas(...) Quando o navio chegava ao poto de destino - uma praia deserta e afastada - o carregamento desembarcava: e à luz do sol dos trópicos aparecia uma coluna de esqueletos cheios de pústulas, com o ventre protuberante, as rótulas chagadas, a pele rasgada, comidos de bichos, com o ar parvo e esgazeado dos idiotas. Muitos não se tinham em pé: tropeçavam, caíam, e eram levados aos ombros como fardos... O capitão, voltando a bordo, a limpar o porão, achava os restos, a quebra da carga que trouxera: havia por vezes cinquenta e mais cadáveres sobre quatrocentos escravos!"

Dói-me ler essas verdades... dói-me mais ainda, observar alguns mal informados e racistas, a afirmar que o negro, "até hoje" faz-se de vítima. 
Os negros hoje, caminham por outras estradas. No Brasil principalmente vozes criminosas, que se arribavam como autoridades, foram respondidas com a Arte da Música, Pintura, e principalmente pelo poderio e força das crenças negras, em seu sentido mais amplo. O Negro, já "ganhou" o dia da consciência. Mas precisamos muito mais. Precisamos retomar com força, o poder de nossa dignidade. Que consigamos nos vingar de todas essas crueldades, sem a utilização das armas por eles utilizadas. Que os Movimentos Negros, façam espargir, os conceitos da filosofia negra riquissima. Que ajamos, com sabedoria e denôdo. Que nossas ferramentas de trabalho possam ser os livros. Aí sim, nossos descendentes, estarão "vingados", de uma forma totalmente contrária à que foi usada, contra eles.

josemir tadeu de souza.


Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
josemir(aolongo...)
Volta Redonda - RJ



Comentários
01
Reporte abuso
josemir tadeu de souza
volta redonda - RJ 23/11/2010

Valeu Ivan! Muitos negros trazem o resquá­cio e o medo, por isso, são "desconfiados".. Não existe o racismo onde as pessoas são inteligentes e estudiosas. Espero que voce, contribua cada vez mais com nossa raça,no sentido de manter o racismo longe daí­, de Brasí­lia. Abs


 
02
Reporte abuso
Ivan
Brasília 23/11/2010

Perfeita reivindicação! O Brasil deve muito a esse povo forte e na guerra do Paraguai eles acreditaram que lutavam por uma terra que era deles. Muitos eram capitães, mas ao voltar eram apenas negros e até hoje em muitos Estados sofrem preconceitos. Graças que aqui em Brasí­lia, terra de muitos, não!


Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2014. Brasil Mídia Digital

jb.com.br