Atualizado 08h15 Domingo, 23 de novembro de 2014   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Contos

Nós, ao invés de laços

789 acessos - 3 comentários

Publicado em 02/11/2007 pelo(a) Wiki Repórter Suzana, São Paulo - SP



Por vezes as pessoas mantêm relacionamentos que, ao invés de laços, formam nós,daqueles que ninguém mais consegue desatar. 

Nós que amarram para o resto da vida, não são bonitos como os laços, que podem ser desatados a qualquer momento sem estragar a fita. São daqueles nós que só cortando!

E, mesmo assim,o nó não se desfaz. Fica prá trás, inteiro. Claro, sem uma das partes que se segue. Se você olhar, um pedacinho, mesmo que bem pequenininho, ficou lá. Preso prá sempre. E a fita mais curta, o pedaço não desatado, ficou por lá. Resta saber se irá fazer falta. Num futuro, quem sabem? Nunca sabemos o tamanho do presente a embrulhar . 

O triste é que não se pode emendar, mesmo que a fita seja da mesma cor. Por ser nova, sua trama e tonalidade estão intactas, diferente daquele pedacinho que restou do nó, este gasto e desbotado. 

Restam, então, outras alternativas.
 
Você pode trocar toda a fita, considerando que dificilmente encontrará outra igual.
 
Você pode não comprar presentes para embrulhar. 

Você pode comprar presentes, os quais já vêm embrulhados, aí você perde parte do ritual .Ou você pode ficar com o nó, esperar o tempo desgastá-lo até que se rompa; e provavelmente o nó rompido permitirá que o presente seja aberto. Mas, certamente, o conteúdo esvaiu-se com a demora.


Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
Suzana
São Paulo - SP



Comentários
01
Reporte abuso
Suzana
SP 06/11/2007

Pois é gente, esta é a beleza do laço, você pode desatá-lo. Ou não !


 
02
Reporte abuso
Catucha
Indaiatuba 06/11/2007

Suzana, gostei muito deste texto que escreveu. Nos faz refletir realmente sobre os laços e nós de nossa vida e só nos mesmo podemos saber das dificuldades em soltar os nossos nós ou desfazer os nossos laços.To aguardando anciosa seu próximo texto ou poesia.Sou sua fã.


 
03
Reporte abuso
cal55
Porto Alegre 04/11/2007

Não curto nós...prefiro os laços. Porém...existem momentos que os laços nos prendem. Entendo que como sendo "laço" posso perfeitamente desatá-los. mas fica uma pergunta? O que estou fazendo ao outro? Existe um momento certo de fazer-se o laço e de se entrelaçar. Existe o momento de desatar o nó...que preso a garganta me impede de gritar. Não deixe a beleza desse laço perder-se no presente...prejudicando o futuro. Tente entender que tudo é por Momentos. E...quando se tem conflitos interiores o melhor é não entregar o presente, é não dar nó. O presente pode ficar esperando o momento certo para ser aberto. Então: Verá que a espera valeu a pena.Sem nós...prá nós todos os laços possíveis!


Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2014. Brasil Mídia Digital

jb.com.br